Posted by cavalodetroia.blogspot.com Categories: Marcadores: , , , ,

Em meados de outubro do ano passado, um grupo de semelhantes com idéias comuns começou colocar em prática metas e vontades que já vinham sendo discutidas há bem mais tempo. Artistas, bandas e derivados, estavam debatendo a respeito da necessidade de criação de uma nova frente para que pudessem ter mais espaço, oportunidades, eventos, e meios para apresentarem seus trabalhos, e sem vículos e nem dependências com produtores, institutos, projetos, enfim os tais 'cordões umbilicais' existentes, que reduzem o trabalho de vários a uma hierarquia pré-estabelecida, repetitiva, falida, reproducionista.

Assim a proposta da OCT nascia. Semelhantes se auxiliando, colaborando, em pról do bem comum, sendo assim um fórum constante de debates, reuniões e ações, sem concepções político sociais estabelecidos, apartidarista, e anti-burocrático, sem 'donos', 'líderes' e nem 'caciques'. No momento inicial estavam Luciano Maheler, Bruno Rodriguês (Pleyades), Carlos Bidú (Raiva em Paz), Carlos Buiú (Angústia, Vitrolas Polifônicas), entre outras personalidades com interesse em fazer acontecer. Pessoas de bandas como Menorah, Antrochaotic, entre outras, também abraçaram a causa.
A partir do momento do início das reuniões, tudo começou acontecer rápida e eficazmente.

A filosofia do 'Faça Você Mesmo' logo se instalou e continua sendo a principal motivação OCT. Em dezembro, dia 23, já havia muitas pessoas de bandas participando e na reunião nesse dia já estavam sendo avaliados pontos como: site; camisas; publicações da OCT; evento de lançamento; estratégias para divulgação das bandas que estão na OCT. Logo a equipe foi acrescida de Roberto A e Jean Martins (ambos da Partenza), e HIGH SCHOOL demonstrou interesse em parcerias.

O primeiro meio de divulgação OCT foi o blog (http://operacaocavalodetroia.blogspot.com/), que teve tímido início em outubro, mas que a partir de novembro com a inserção de novos membros OCT, tornou-se uma ferramenta realmente informativa, útil e dinâmica, sendo hoje considerado um dos principais da cena independente nacional, com atualizações constantes.

Mas, porque o nome OCT?
Na História da Antiguidade Clássica, o “Cavalo de Tróia” grego foi um meio de se chegar ao inimigo – os troianos. No presente contexto, a auto-organização (característica maior da OCT) foi concebido para se tornar um meio, uma alternativa ‘criada’, para se fazer cultura e política, uma vez que os espaços existentes, ou estão dominados pelas grandes corporações, ou são disputados numa perspectiva de quem será a força hegemônica.

Nesse ponto já estava sendo discutido a necessidade da criação de um MYSPACE pra OCT, pra que as bandas tivessem mais um meio divulgador, bem como a nova cooperativa. Dito e feito, foi criado o novo espaço independente: http://www.myspace.com/ocavalodetroia
A partir dessa iniciativa o sentimento coletivo e a divulgação dos artistas realmente foi pra melhor.



Mas, como os artistas querem mais que reuniões, cogitou-se fazer um evento de 'pré-lançamento' da OCT. Buiú sugeriu o Caverna's Bar, e ficou de fechar a parceria com o proprietário, o que de fato aconteceu dentro do previsto.

A reunião semanal do dia 26/12 além de contar com representantes das bandas Partenza, Pleyades, Raiva em Paz, Antrochaotic, Zortim, Vitrolas Polifônicas e Praxys, contou com representantes do Espaço Cubo e Igor Cavalieri (produtor musical cuiabano). Nessa reunião ficou claro a impossibilidade de parcerias com outros certos coletivos.

As propostas da ocasião: relações da OCT com outros agentes culturais em Cuiabá; redação do BLOG; condições estruturais e formato do evento de lançamento da OCT; planejamento de expansão de idéias discutidas internamente na OCT. Cientes que o sucesso não vem por acaso, os agentes OCT desde o princípio lidaram com os dados fatos e com muita organização.

Já nesse dia ficou óbvio que a OCT realmente deveria ser uma organização 'de banda pra banda', mote da reunião do dia 03/01 (que contou com representantes das bandas Partenza, Pleyades, Raiva em Paz, Vitrolas Polifônicas, Praxys e agentes), que teve entre outros, os seguintes tópicos: redação do Blog e atividades pré-lançamento e o lançamento oficial da OCT. Pontos positivos levantados:
1 – Divulgação conjunta e mais ampla das bandas;
2 – Espaço de interação de bandas, fãs e simpatizantes;
3 – Espaço e a cena, segundo bandas;
4 – Constância (quase que diária) das publicações: limpas e construtivas;

Ficou decidido de forma unânime, que prováveis ataques de outros meios seriam ignorados e jamais respondidos, e continuaríamos com uma postura de matérias positivas e sem provocações a outros.

No dia 26 de janeiro aconteceu o pré-lançamento OCT, no Caverna's Bar.
O ‘Presente de grego’ foi um evento preparado inteiramente pelas bandas, e analisando de forma geral:
1 – Casa lotada;
2 – Bons shows;
3 – Cada banda que tocou na noite se responsabilizou pela assistência de palco de outra;
4 – Mais de 50% daqueles que colocaram o nome na ‘lista amiga’ compareceram;
5 – Evento filmado e fotografado – algo que renderá mini-videos para as bandas e fotos de trabalho;
6 – O evento rendeu uma primeira divulgação oficial da OCT, tanto pela internet, como pelo “Correio-Varzeagrandense”;
7- Na semana do evento o número de acessos do blog triplicou;
8 – A Comunidade no orkut da OCT aumentou em mais de 50 %;

Além de todos os pontos levantados, cabe ressaltar que o evento foi resultado de quase dois meses de discussões, e pensado coletivamente. O aumento de acessos do blog e comunidade do orkut trouxeram benefícios, não somente para a “Cooperativa”, mas principalmente para cada banda, pois os mesmos são espaços de divulgação direta e de extrema acessibilidade, geridos diretamente pelas bandas.
Temos um vídeo desse evento, neste url: http://www.youtube.com/watch?v=QbvQJomt_fY


Logo, Roberto A, da equipe, começou as articulações para que as bandas OCT pudessem se apresentar em colégios de Cuiabá, e Várzea Grande, para enfim proporcionar mais apresentações para os artistas, um dos motivos de criação da OCT. O primeiro colégio a fechar parceira foi o Master, de Cuiabá.

No dia 15 de fevereiro foi a estréia do Intervalo OCT, com um brilhante show da High School, no período matutino do intervalo no Colégio Master. Foi um sucesso e o colégio ficou bastante satisfeito com a parceira. Mais um show no cenário local agilizado via OCT. Um demo-clipe desse dia pode ser assistido neste endereço:
http://www.youtube.com/watch?v=MSn748POcHU



A OCT foi tornando-se mais conhecida e diversos artistas e poetas, como do instituto Mão Dupla, aproximaram-se e começaram a participar das reuniões, e colaborar com posts no blog OCT.

No dia 21/2 (presença de Pleyades, Raiva em Paz, Menorah, Vitrolas Polifônicas, Angustia, Partenza, Pé-Rachado e os porra lokas, Lord Crossroad e High School ) a OCT já era um organismo ainda maior e mais conhecido, e na reunião desse mesmo dia os focos foram:
Segundo "Intervalo OCT" com Strauss no Colégio Master no dia 29/2; "Rock na Caverna" no dia 1/3 com as bandas Zortin, Raiva em Paz, Amork e Three Pocker's/Local: Cavernas Bar/ Entrada: R$ 4,00. APOIO: OCT; DCE/UFMT (Diretório Central dos Estudantes) encaminha proposta de parceria da OCT para construção da semana do calouro e convida a organização para reunião, que aconteceu no último sabado na sede da entidade; "Rock na Pista" no Ginásio do Verdinho fechado para dia 8/3. A OCT tem que viabilizar a estrutura de som e divulgação; Bruno (Pleyades) e Regi (Menorah) se responsabilizaram por buscarem alternativas para estrutura do som; "Rock Parque"; Lançamento 29/3- A OCT está em processo final de negociação do "Espaço Silva Freire". que atualmente é gerido pelo Instituto Mandala; O estúdio de ensaio e gravação da banda Menorah em VG; Carlos Benjoino (Raiva em Paz) solicita que todas as bandas da OCT encaminhem faixas gravadas para a "coletânea OCT" que deverá ser lançada no dia 29/3, em pleno lançamento; esqueleto do estatuto de bandas OCT já está definido.



Crescimento nítido e cada vez mais pessoas interessadas em compor parcerias.
O segundo intervalo OCT ocorreu no dia 29/2 e contou com a banda STRAUSS, histórica em Cuiabá, como banda convidada OCT.

E segundo avaliação de nossa equipe, superou as expectativas:
“O show da banda aconteceu num crescendo apoteótico, iniciando com o clássico 'OS GATOS', passando pela conhecida 'NADA NÃO NINGUÉM', resgatando 'BATEIA' do segundo disco, homenageando o Secos&Molhados ('O Vira'), até o final triunfal com 'A Lua', e "Should I Stay Or Should I Go' do The Clash, fazendo com que os alunos definitivamente arrepiassem de animação. O Show foi muito bem recebido por todos, e bastante elogiado. Mário Márcio, do Master, não escondeu sua alegria e satisfação com a parceria OCT, e com o show da Strauss”.
Imagens dessa manhã gloriosa: http://www.youtube.com/watch?v=KFNf64SK35k


Mais um ponto pra cena independente, mais um show em Cuiabá que aconteceu via OCT.
As reuniões continuavam acontecendo (como até hoje), e realmente tudo estava se estabelecendo, cada vez mais bandas e artistas se aproximando.

Cada vez mais independente, uma das bandas que apostam na filsofia do 'faça você mesmo', a Partenza lançou um demo-clipe filmado em Chapada dos Guimarães, e isso após lançar seis faixas de forma independente. O vídeo pode ser visto neste endereço: http://br.youtube.com/watch?v=3qDXfKbw40M


As bandas começaram definitivamente a agir por conta própria, e Zortin organizou e realizou no dia 01/03 o ROCK NA CAVERNA, mais um evento independente com apoio total da cooperativa OCT.

No dia 14 passado, a OCT realizou mais um evento, o ROCK PARQUE, no PARQUE CUIABÁ. Estava programado para acontecer dia 21/3, mas por conta da localização do espaço (ao lado da Igreja Católica do bairro) e do dia ser um feriado (sexta-feira santa), foi antecipado para 14/3. Inicialmente, eram cinco bandas escaladas: Raiva em Paz, Menorah, Vênus de Milo, Pé-Rachado e os Porra Lokas e Malleus Maleficarum. Raiva em Paz não tocou por problemas internos. As estratégias de divulgação foram escolhidas sabiamente: panfletagem na feira do bairro na sexta anterior, realização de um “Intervalo OCT” em uma escola do Bairro durante a semana, além de grande divulgação nas comunidades de orkut e profiles de moradores da região. O local de realização foi uma boa surpresa para todos que não conheciam: grande salão, palco armado, boa localização, banheiros internos bem cuidados e estrutura de iluminação interna específica para o palco.

Foi mais uma conquista e nova oportunidade de apresentações para as bandas! Mais um ponto OCT.

Até o momento, as seguintes bandas já se apresentaram via oportunidades OCT:

ANGÚSTIA, BIG TRIP, HIGH SCHOOL, PLEYADES, ZORTIN, STRAUSS, PÉ RACHADO E OS PORRA LOKAS, MALLES MALEFICARUM, MENORAH, RAIVA EM PAZ, AMORK, THREE POCKETS.

O quarto intervalo OCT já está programado para o próximo dia 28. Partenza se apresentará no Master.

Comunidade OCT: crescendo a cada dia!


continua...


Texto: Roberto A, equipe OCT

2 Comentario para VEM AÍ NO DIA 29 O EVENTO DE LANÇAMENTO OFICIAL OCT

19 de março de 2008 12:11

Massa o texto! É isso ai gurizada! Ao infinito e além!

19 de março de 2008 17:17

Boa retrospectiva Roberto! Esses últimos meses foram um grande aprendizado para todos nós!
abraços!
Bruno/Pleyades

Materias

Comentarios

Sponsors