Posted by cavalodetroia.blogspot.com Categories: Marcadores: , ,

(Público na frente do palco)

Eram 21hs e a desconfiança e as preocupações batiam em nossas portas: tempo fechado, poucas pessoas presentes e uma festa paralela lotada com apoio de um candidato a reitor Valente (Valente?) ao lado. Decidimos então esperar por mais uma hora para iniciar o evento. Evento este, que aconteceria na OCA, mas que por conta da suspeita de chuva foi transferido para o Centro Cultural – local coberto. A cerveja já estava gelando e o som, montado pela OCT e passado por Vitrolas Polifônicas desde as 18hs, já estava no jeito. Foi então, que no período de uma hora, começou a chegar gente por todos os lados. Surpreendentemente, quando iniciou a primeira apresentação as 21:45hs, já havia um público considerável. A partir daquele momento o público aumentou geometricamente até o fim do evento. Das 23:00 a 00:30 hs pode-se dizer, sem dúvidas, que circularam por ali umas 700 pessoas – o que configurou a superação de todas as nossas expectativas (OCT e DCE)!

(Galera do High School dando aquele gás!)


SOBRE OS SHOWS
A primeira banda foi Vênus de Milo – banda participante da Cooperativa OCT. Com um repertório diversificado, nacional, acústico e uma voz bem firme e afinada, a banda – que por enquanto é Mariana e Willian – conseguiu arrancar vários aplausos dos presentes e concentração em frente ao palco. O público pedia e eles mandavam. Presentearam o evento com músicas (lado Bzão mesmo!) de Raul Seixas, Cazuza, Legião Urbana, Belchior, dentre outras. A dupla já está em fase de ensaio com um baixista – Igor Carvalho – e Rodrigo (baterista do Zortin). Muito em breve, apresentarão a Cuiabá o novo formato do conjunto!


(Vitrolas Polifônicas)

Após a apresentação de Vênus de Milo, foi anunciado Vitrolas Polifônicas, também uma banda da Cooperativa OCT. Pelo anuncio, algumas constatações: público formado evidenciado pelas ovações e grande curiosidade de todos para conhecerem a nova banda de blues que tem aquela menina simpática no vocal. O show foi de aproximadamente uns 40 min e o público aglomerou na frente do palco, muitos cantando as músicas executadas, e o melhor, autorais! Ao término de cada música seguiam as palmas e os gritos. Foi um show notável. Dentre vários comentários que podemos conferir durante o show, destaco o do Marcos – Linhas de Montagem: “Fazia muito tempo que não via uma banda com uma proposta tão legal e original”. Parabéns Vitrolas!

O terceiro show da noite, Batuquenauá, seguiu uma tradição interna da UFMT: todo evento aberto do campus, necessita de Maracatu! A apresentação do conjunto, diferentemente dos outros, foi no meio do povão. Reuniram-se em circulo, com roupas brancas – que deram muito destaque – e iniciaram as batidas. Logo na primeira música, era tanta gente em volta que nós, que estavamos a apenas uns 5 metros de distancia, perdíamos o conjunto de vista. Batuquenauá já tem um público formado dentro da UFMT. Um público que canta, dança e pula alegremente! Em suma, foi uma grande festa!


(Anselmo - Mandala Soul)

Enquanto tocava no meio do povão o Batuquenauá, Mandala Soul – a quarta banda da noite – já se preparava em palco. Trouxeram uma grande estrutura: percussão, cubos específicos de baixo e guitarra, mais microfones, além dos que já tinha (que não eram poucos) e músicos com muita experiência e bagagem. A banda, muito conhecida e “reconhecida” em Cuiabá, já tem um público formado. Ao informar o público que após o Batuquenauá era Mandala, o público enlouqueceu e muitos já se aglomeravam na frente do palco. No inicio da primeira música, quase não dava mais para andar no local. Público dançando, cantando, banda muito precisa na execução e os anos de bagagem que cada músico tem nas costas foram notórios! Destaque ao baterista Frog e aos solos de Barero. Na última música “Sandrão” em participação especial, somou-se ao percussionista e juntos levaram o show aos céus. Além da participação de “Sandrão”, Tom, com o seu saxofone mandou vê e no final de tudo só foram aplausos. Parabéns Mandala!


(Marcelo - Pé-rachado)

Logo em seguida foi a vez de “Pé-Rachado e os Porra Lokas”. Assim como todas as bandas que passaram pelo evento, esta tem um público formado: a galera do CPA! E pelo que pude notar, é um público fiel – até no Rock-Parque eles foram. A apresentação foi uma grande comédia, claro, no sentido mais positivo possível! Além daquela cara sacana de todos os instrumentistas, Marcelo, com seu corpo às amostras, praticamente só de cueca, com uma peruca na cabeça e um óculos preto nos olhos, levou o público ao delírio. Assim como as demais bandas, o público esteve presente na frente do palco. No show rolou de tudo, até roda punk! Marcelo toda hora puxava alguém do público, de preferência meninas, para o palco para cantar “abraçadinho”. Quando menos se esperava, estava roubando beijos, até dos rapazes! A banda faz parte dessa nova geração do rock cuiabano e a cada dia que se passa conquista novos fãs. Antes da apresentação, todos estavam curiosos para saber o que significava “Pé-Rachado e os Porra Lokas”. Descobriram e tenho certeza que saíram com as mesmas impressões que eu: “essa banda tem futuro!”. Congratulações a banda, que além de estar construindo a OCT, está dando o maior gás no CPA!

Para fechar a noite daquele jeito, subiu ao palco “Jah-Shamã”, banda nova e de reg. Mandaram, além de grande simpatia e carisma, um show redondo, com a participação de “Tom” no saxofone. O show foi composto por músicas autorais e homenagens a Bob Marley. O público manteve-se presente até o fim! Todos dançando alegremente. Foi uma apresentação para fechar a noite com chave de ouro!

Por volta das 03:30hs as apresentações encerraram. Depois rolou no som mecânico Chico Buarque de Holanda e pouco a pouco o público foi dispersando. A noite acabou e ficaram muitas coisas: cansaço, primeiramente, satisfação e certeza de uma parceria bem feita: OCT e DCE. Mal acabou o evento e já estamos planejando outros!

Texto de Bruno P. Rodrigues/Equipe OCT e Pleyades

4 Comentario para LUAU DO CALOURO II – SUCESSO ABSOLUTO!

6 de abril de 2008 13:15

Parabéns pra OCT e DCE por todo esse sucesso. Resultado de muita ralação!

Massa mesmo!!!!!

Tenio Moura
7 de abril de 2008 10:29

Conforme Relato do Sr. Jean Martinz (Baixo - Partenza), que estava no Bar, foi uma correria só na venda das bebidas..Sinal de muito sucesso!!

Parabéns a Todos os evolvidos pelo grandioso evento!!

Tenio Moura.
Partenza.

Julianne P. Vieira
8 de abril de 2008 22:23

Tava ótimo o show!! Du caraleo!!! Parabéns!!! Tem que repetir logo essa dose!!!

10 de abril de 2008 23:15

Aguardem, em breve boas novidades!

Materias

Comentarios

Sponsors