Posted by cavalodetroia.blogspot.com Categories: Marcadores:

(Quem não se lembra do CLTP - Comite de Luta Pelo Transporte Público?)

Nessa última terça-feira, ontem, no Clube Feminino, houve uma reunião do Fórum Permanente de Cultura, convocada há cerca de uma semana, sob as pautas: Avaliação do Edital do conselho municipal; Avaliação da gestão dos conselheiros estaduais e municipais de cultura; Avaliação do regimento eleitoral da eleição do conselho estadual; Convite aos candidatos à prefeito para um debate com a classe cultural; Elaboração de Cronograma para próximas reuniões; Reforma da Lei Estadual e Municipal de Incentivo a Cultura; Plano municipal e plano estadual de cultura; Agenda do Fórum Permanente com Alfredo Manevy - novo secretario executivo do Minc - e Seminário do plano nacional de cultura que será realizado em Cuiabá.

A reunião foi marcada por muita tensão, e segundo alguns dos que estavam lá, representava o RETORNO DOS DEBATES CULTURAIS EM MT, que há muito, não se via, por conta da centralização empreendida por alguns grupos culturais e EMPRESA, que pelo menos aqui no Rock, sabemos muito bem quais são...De fato, além da mesma panela de sempre, haviam muitos grupos novos, músicos, dançarinos, escritores, e representantes da OCT, que pela primeira vez, participaram de um debate sobre política pública.

A tensão se deu do início ao fim, pois a própria escalação de pautas foi questionada sob alegação de que seriam necessários “seis meses” para discutir tudo! Então, depois de muitas inscrições, foi decidido que as pautas seriam mantidas, mas que a reunião teria um teto das 19 às 21:30h.

Como a primeira pauta já havia sido iniciada, então os Conselheiros municipais, Jan Moura (Confraria dos atores) e Ahmad (Espaço Cubo), discorreram sobre o Edital. Logo foram abertas as inscrições, e então os conselheiros receberam um bombardeio de críticas:
- com os três meses de gestão do atual conselho municipal, somente no dia 9 de Setembro, publicou o edital, que tem data marcada para encerrar no próximo dia 19/09. Ou seja, 10 dias para que todos os proponentes se organizem e encaminhem milagrosamente um projeto dentro do edital;
- o edital está com falta de informações básicas, como espaços que prevejam documentos pessoais, tais como RG, CPF, etc.
- o edital está sendo publicado tardiamente, pois o dinheiro ainda deverá ser captalizado, e já estamos em Setembro. Ou seja, “o ano de 2008 foi para o saco!”, segundo uma das falas feitas;
- o público deve prevalecer sobre o PRIVADO, mas em Cuiabá é o inverso, como no caso da pré-produção do Festival Calango, em que o MISC – MUSEU da Imagem e do Som – foi praticamente PRIVATIZADO pela empresa produtora do evento – processo que ainda hoje se dá descaradamente, pois o MUSEU foi transformado em uma Casa-de-Show – função pela qual não foi a que o fez ser RESTAURADO...inclusive nesse próximo sábado o processo de ocupação/depredação de Patrimônio Histórico continua;
- Membros do Conselho, especialmente Ahmad (Espaço Cubo) apareceram em horário político apoiando abertamente o candidato à prefeitura de Cuiabá Wilson Santos do PSDB. A seguinte aparição, além de passar por cima de diversidade de opiniões políticas dentro do fórum, dá a falta impressão de um consenso da classe artística em torno do candidato TUCANO à prefeitura.

Apesar das falas de esclarecimento dos conselheiros, ficou evidente, o grande despreparo ou oportunismo “mal disfarçado”, para o cargo que assumem atualmente na Sec. Municipal.

A reunião parou nessa pauta mesmo, apesar do “falso discurso da neutralidade” de alguns, que no lugar de debaterem políticas públicas, defendiam que as pautas deveriam ser seguidas à risca – tentativa fracassada de travar o debate...

No final da reunião foram votados sob muita polêmica dois pontos:
- a exclusão ou inclusão de moderadores na lista de discussão do Yahoogrupos do Fórum Permanente de Cultura – durante toda a reunião foram feitas sérias críticas aos moderadores no que se refere à EXCLUSÃO de membros das discussões do fórum;
- data da próxima reunião.

O desfecho: no primeiro ponto, houve fala de defesa para que não houvesse nenhum moderador,e outra fala para que houvesse a inclusão de mais moderadores. Ganhou a segunda proposta, mas, porém se inscreveram 21 pessoas para moderação. Então o proponente da proposta de inclusão propôs de colocar os 21 como moderadores - proposta estranha, pois sem moderador ou com 21, dá no mesmo; Se o objetivo é controlar quem entra ou supostos fakes terroristas, como haverá controle com 21 moderadores?

Sem muitas polêmicas, a próxima reunião ficou marcada para quarta que vem, dia 24/09, lá mesmo no Clube Feminino, a partir das 19h com a continuidade das pautas.

No final de tudo, fica a pergunta que não quer calar: Leis de Incentivo, devem incentivar a proliferação cultural e o surgimento de novos grupos, de forma “segmentada”, ou alimentar uma Aristocracia cultural?



* Texto de Bruno P. Rodrigues/Assessoria de Comunicação da OCT, historiador e vocalista do Pleyades.



http://groups.google.com/group/forumpermanentemt/t/e375323479ada335?hl=en

15 Comentario para REUNIÃO DO FÓRUM PERMANENTE DE CULTURA DE MT: O VERDADEIRO RETORNO DOS DEBATES?

LLÉOZINHO
17 de setembro de 2008 11:05

HAHAHAHAH FIQUEI SABENDO QUE O CUBO LEVOU UMA LAVADA NESSA REUNIÃO!OS CARAS CONSEGUIRAM COMPRAR BRIGA COM TODO MUNDO DESSA VEZ! SERIA O FIM DO MONOPÓLIO? BEIÇOLA DEVE TÁ BEM MORDIDO HEIM!HAHAHA

Bruno Pleyades
17 de setembro de 2008 11:15

O CLTP é a grande ferida do mandato Wilson Santos, que naõ só aumentou a tarifa de ônibus duas vezes, como absurdamente fez o papel de advogado dos empresários na época! Sua atual campanha de reeleição é marcada de mentiras, como as que o colcam como o grande responsável pelo passe-livre. O próprio CLTP surgiu com duas bandeiras de luta: manuntenção do passe-livre e tarifa de ônibus social. E o duro, é ver uma boa parte dos mesmos militantes do CLTP levantando bandeira de Wilson...


Isso para não contar a tentativa de privatizar a SANECAP, as inúmeras greves na saúde, etc.

Hilário ver Ahmad falando de "distribuição de renda" ontem...Distribuição de renda assim, só se for na "granja dos bichos" de G. Orwel!

17 de setembro de 2008 11:19

Já reservei meu lugar na arquibancada!

17 de setembro de 2008 12:58

Já reservei meu lugar na arquibancada! [2]

E digo mais: Com pipoquinha e refrigerante gelado.

Essa briga vai longe, mas espero que se sane.

17 de setembro de 2008 15:49

PQ NINGUEM ME AVISOU ? EU QUERIA TER IDO NESSE BATE-BEIÇO, OOPS, BATE-BOCA, DIGO.

ME AVISEM NA PROXIMA:
lleometall@gmail.com

Anônimo
17 de setembro de 2008 19:08

Quero como um velho forense dar as boas vindas a OCT a este importante espaço para discutirmos politica e contribuir com o processo cultural em nosso estado, que é Forum Permanente Matogrossense de Cultura.
Fiquei muito feliz com a reunião, pois o debate aberto voltou ao Forum que vinha sendo monopolizado por um grupo que se achava
imbativel.
A REALIDADE É, E SEMPRE SERÁ MAIOR QUE QUALQUER PLANO DE PODER MEGALOMANIACO!
Mais esta foi apenas a primeira batalha, a mobilização é necessária para podermos fazer mudanças reais.
Temos de ser assiduos nas reuniões, a próxima será dia 24, precisamos de todos por, O FORUM É ABERTO E LIVRE (UMA GRANDE PRAÇA PÚBLICA) OCUPEM SEUS ESPAÇOS DE DIREITO.
Estamos todos convidados!

17 de setembro de 2008 21:08

Sou contra qualquer "politicagem" no meio cultural, mas isto acaba sendo inevitável.

Sou contra grupinhos de bandas que dividem ainda mais o rock cuiabano. Estes esquecem da musica e só fazem política.Mas no momento é inevitável.

E no inevitável dos inevitáveis, cotinuo no lado undergound dos blogs de musica escrevendo o que penso, sem rabo preso com politicos e grupos.

Pensem e reflitam bastante, pois quem faz o cenário musical de Mato Grosso são os músicos e não os politicos.

Bruno Pleyades
17 de setembro de 2008 21:32

"Pensem e reflitam bastante, pois quem faz o cenário musical de Mato Grosso são os músicos e não os politicos."

Concordo plenamente Pedro, quem deve protagonizar o cenário musical são os músicos...e no caso da OCT, quem protagoniza são os músicos. Agora, como não ser político em um meio que exige que sejamos, como uma condição até mesmo para nossas existências? Se não somos políticos, continuam nos desmontando com suas "politicagens", ou melhor, com suas perseguições POLÍTICAS, que incluem não somente a proibição de bandas da OCT para se apresentarem em determinadas casas-de-show, como a "compra" de bandas que eram da OCT...algumas até por promessas de sucesso internacional...

Para uma visão mais contextualizada das relações da OCT com a política, basta ver o teor dos ataques que a OCT sofreu desde que surgiu, em Novembro de 2007.

No mais, continue com o bom trabalho no "meupalco". Agora só falta mesmo postar a arte do "Presente de Grego 2" lá, já que lá também está a do "Sindicatto convida".

Um forte abraço!

Bruno Pleyades
17 de setembro de 2008 21:44

"Sou contra grupinhos de bandas que dividem ainda mais o rock cuiabano."

Concluindo, para que um dia possamos chegar a conclusão do que é bom ou ruim para o rock cuiabano, precisamos de debates. A evolução (não sei se é o termo adequado) não é fruto de "consensos forjados", mas de um processo dialético de opostos. Aliás, nem nascemos para sermos oposição de grupo X ou Y, mas para fazer nosso trabalho. Se você pesquisar detalhadamente nos posts desse blog, verá que nossa postura, até Agosto foi de indiferença. Após, foi de reação...E nem estamos ainda na ofensiva...

Só não consigo entender o incomodo de "certos" grupos quando surgi um grupo ou outro no mesmo cenário...Temos plena consciência, de que não somos os primeiros, e provavelmente nem seremos os últimos a sofrerem ataques desse mesmo grupo. Já pensou se um dia todos os rivais "desse grupo" ressucitarem para o acerto final de contas? Horrorshow mesmo!

17 de setembro de 2008 21:50

http://groups.google.com/group/forumpermanentemt?hl=en

Bruno Pleyades
17 de setembro de 2008 21:53

Errata: retiro o que disse em relação ao poster do "Presente de Grego 2" lá no blog! Valeu mesmo pela força rapaziada!

17 de setembro de 2008 22:07

O lance é participar do fórum, caros membros das bandas oct. Não tem essa!

http://groups.google.com/group/forumpermanentemt?hl=en

18 de setembro de 2008 08:42

PEDRO, INDEPENDENTE DE GRUPINHOS, VCE COMO CIDADAO ESTA CONVIDADO TB, PARA NO DIA 24/ APARECER NA ASSEMBLEIA. OU MELHOR, VCE É OBRIGADO A IR, JA QUE VCE NAO TEM RABO PRESO COM NINGUEM, E IRA COMPREENDER MELHOR OS FATOS E AS "FEZES" DA QUESTAO.

18 de setembro de 2008 09:03

E peço aos senhores da OCT mandarem e-mails com seus eventos e pautas de algumas matérias, pois o Meu Palco sempre estará disposto a publicar sobre eventos e assuntos pertinentes a musica local.

Nosso e-mail principal é : meupalco.blog@gmail.com

Continuamos sendo contra os grupos de bandas, mas como disse anteriormente "no momento é inevitável.".

Continuem democráticos, mas nunca se esqueçam da musica, ela é a única coisa que importa!

18 de setembro de 2008 14:06

é... fui responder o post do Roberto sobre a Abrafin e os caras já estõa me atacando novamente... confiram tudo lá...

vários deles falando um monte de groselhas e só estou eu e o Marcio debatendo...

Já partiram pra baixaria, começaram a me chingar novamente
hahuaahuah

muito sério mesmo esse trabalho deles.

Materias

Comentarios

Sponsors