Posted by Carlos B. Pinto Categories: Marcadores:
Algumas palavras, por serem “proibidas” de alguma forma pela sociedade (hipocrita?) são chamadas de palavras tabus. Ao referir a algum orgão genital ou nome de alguma droga, por exemplo, inventa-se um monte de sinônimos ao invés de pronunciar a maldita palavra. Quando esses “eufemismos” são próprios de um grupo a gente os chama de gíria. Por isso, ao invés de falar o nome da genitália masculina, por exemplo, as pessoas preferem codificar essa palavra tabu referindo-se a mesma com o nome de alguma fruta ou verdura. Alguém ai quer uma mandioca, cenoura, ou banana?

Então imagina uma substancia ilícita e famosa como a Cannabis Sativa, conhecida como maconha? Ganhou um monte de sinônimos entre os usuários (giria) e não usuários (palavra tabu)! Erva, mato, maria, beck, baseado e por ai vai...
A Canabis Sativa já foi usada em remédio, fabricação de cordas, tecidos, papel é tido com o cerda natural mais resistente que existe. Mas ficou mesmo famosa pelo uso dos trabalhadores mexicanos em forma de cigarros para relaxarem depois do trampo nos campos do sul do Estados Unidos. Por várias razões, algumas racistas mesmo, o baseado foi proibido e liberado várias vezes e até hoje é motivo de discussões.

Proibido ou não o baseado e outras substancias ilícitas serviram de combustível para os movimentos de contracultura das décadas de 60-70. O mais conhecido movimento foi o movimento hippie que floresceu na década de 60 e teve seu ápice e queda na década de 70. No caso deles o uso substancias ilícitas,algumas até alucinógenas, eram usadas para a expansão da consciência e, ironicamente, foi um dos pontos fracos que de certa forma degenerou e enfraqueceu esse importante movimento.

Alguns nerds da época, influenciados pelo movimento da Paz e Amor e pelas experiências de expansão da consciência conseguiram ser muito criativos e inventaram/adaptaram o uso da recém-nascida informática para o dia-a-dia das pessoas comuns, já que essa tecnologia serviam apenas para as grandes corporações e militares.

O primeiro video-game surgiu em uma base de pesquisa militar e foi evoluindo ao longo dos anos até tornar-se o que conhecemos hoje. Até começo da década de 80 os jogos de video game eram apenas de partidas de alguma modalidade esportiva ou de tiro/guerra.

Foi o designer japones Shigeru Miyamoto começou uma revolução de games; Inserir uma “história”, um fio condutor para cada jogo. Foi ele o criador do famoso Super Mario. Daí para a adaptção do RPG (jogos em primeira pessoa, que já existiam na versão não digital há muito tempo) foi um passo. Battlezone, doom, Counter Strike são exemplos desse tipo de jogos eletrônicos em primeira pessoa.

Desde seu surgimento, no inicio de 2000 e jogos Counter Strike, conhecido pela sua abreviação- CS, virou febre nas casas de jogos eletrônicos online, as famosas Lan Houses. Nesse colaborativo o jogador assume uma personagem virtual e joga online com e contra várias outras pessoas também conectadas na rede.
Uma galera do CPA curtia muito esse jogo e, em 2003, quando estavam formando uma banda de rock'n'roll rolava o impasse em relação ao nome para a banda, foi logo resolvido, por sugestão do vocalista Tênio, um jogador inveterado de CS. A banda se chamaria Base Oculta, uma referência ao hábito do jogador-vocalista de ter um lugar especifico para, junto com seus colegas jogadores, esconderem dentro do ambiente virtual do jogo.

A Base Oculta é composta atualmente por Tênio no vocal, Dinho na bateria, Max Tah no baixo e Rodrigo Brunet na guitarra e está gravando o seu segundo CD que você pode acompanhar a banda no myspace http://www.myspace.com/baseoculta e nos posts neste blog (acesse as tags ao lado).

6 Comentario para Improváveis Conexões: do baseado à Base Oculta

27 de janeiro de 2010 23:12

Boa Caião!!! Conseguiu criar conexões muito loucas!Kkk


Detalhe: olha o tamanho do "baseado" do cara lá de cima!!! Isso me lembra um encontro estudantil na UFMT lá de 2007...rs

28 de janeiro de 2010 09:36

hehehe
talvez eu mude de 'improváveis conexões' para 'um no rabo d outro' UGH ;0

28 de janeiro de 2010 12:34

kkkkkk acabei de receber a informação de que o cara do "baseado" é o tataravô do Caveirinha!

31 de janeiro de 2010 10:57

Pohh!! Muit
o massa o Texto!!
Disse tudo que eu queria dizer a todos que me perguntam sobre o nome da Banda!! hehehe

Ta salvo o texto..muito bom ..muito bom!!!

Valews Caio.

Abracao.

Tenio
BASE OCULTA

Anônimo
31 de janeiro de 2010 14:06

quando é que vcs vão concertar esse template ridículo?

2 de fevereiro de 2010 22:29

Se é ridículo por que está aqui meu caro? Não está achando bom? Então faça um melhor garotinho...

Materias

Comentarios

Sponsors