Posted by Maximiliano Merege Categories:


Imagine uma época em que tudo em matéria de rock'n'roll parecia estar saturado, onde apenas alguns doidões conseguiam se manter incólumes. Pois bem, imagine também o que era para um grupo de adolescentes beirando a vida adulta, morarem em um bairro pobre de NY e terem de aguentar gozações e injurias por parte dos colegas de escola e de boa pate da vizinhança.

Pois bem, de uma realidade nesses moldes foi que os amigos Douglas Colvin, John Cummings, Thomas Ederly e Feffrey Hymann se juntaram para tocar as coisas que curtiam, sem precisarem depender da aprovação de ninguem. Douglas era conhecido como Dee Dee, John era Johnny mesmo, Thomas sempre foi Tommy e Jeffrey, para sempre Joey. Formava-se então, em 1974, nos arrabaldes de New York (no bairro Queens), os RAMONES.

O nome RAMONES surgiu a partir de uma história de que o ex-Beatle Paul MacCartney costumava usar o nome Paul Ramone para se hospedar nos hotéis pela Europa, afim de que ninguém o importunasse. Os meninos adotram essa idéia e de pronto, afim de constituírem uma irmandade, passaram a assinar com o sobrenome Ramone.

Embora tenham começado a tocar em 74, seu primeiro e autointitulado lp só saiu mesmo em 76. Ainda com Tommy na bateria, gravaram mais 2 discos: "Leave Home" ('76) e "Rocket To Russia" ('77).

"Ramones" e "Leave Home" eram excelentes! Letras curtas e diretas, instrumental estupidamente simples e de fácil fixação mental. Assim era o seu som!

Naqueles tempos, apesar do desgaste do mainstream, muita coisa boa emergia do underground novaiorquino, em uma cena capitaneada pelo CBGB's: Lou Reed, Iggy Pop, New York Dolls, Richard Hell, Television, Blondie, Talking Heads e muitos outros mais.

Entretanto, seu verdadeiro estouro veio com o clássico álbum "Rocket to Russia" ('77), último disco com Tommy na bateria. É bom frisar que poucos discos em nossa vida tem a capcidade de marcar tanto quanto este! Clássicos como "Cretin Hop", "Rockaway Beach", "Teenage Lobotomy", "Sheena Is a Punk Rocker mais releituras do naipe de "Surfin' Bird" (The Trashmen) e "Do You Wanna Dance" (de Johnny Rivers) fazem desse disco um objeto indispensável na discoteca de todo aquele que ama de verdade o rock'n'roll.

Feito esse disco, Tommy Ramone decide dar outro rumo à sua vida. Sai da banda e consolida uma bela carreira como produtor musical, produzindo inclusive o próximo tralho dos Ramones entre tantos outros. Para seu lugar entra Marky Bell, ex-baterista de Richard Hell, que também adota o sobrenome Ramone.

"Road To Ruin" ('78) foi o primeiro disco com Marky, que apesar de não ser Tommy, soube se manter à altura do trabalho. Com suas batidas, conduziu clássicos como "I Wanna Be Sedated", "She's The One", "Bad Brain" etc.

Em '79, participaram da comédia escolar "Rock'n'Roll Highschool" e na mesma época, um sonho de Joey se realizou: os Ramones finalmente gravariam com Phil Spector! O resultado disso é o disco "End Of Century" que, apesar de ser um album dos Ramones, muitos críticos e fãs o consideram como um discossolo de Joey acompanhado pelos Ramones e por músicos do Wrecking Crew. De toda forma, é um clássico assim mesmo!

Vem a década de '80 e os Ramones passam a gravar uma média de 1 disco a cada 18 meses. Entre '81 e '83 gravaram dois albuns bastante irregulares: "Pleasant Dreams" e "Subterran Jungle". Enfrentaram períodos conturbados, marcados principalmente pelas bebedeiras de Marky mais as crises de Dee Dee. Johnny Ramone quase morreu, espancado por um pitboy. Gravaram três discos com Richie Reinhardt na bateria: "Too Toguh To Die", "Animal Boy" e "Halfway To Sanity".

Com a volta de Marky em '89, fizeram "Brain Drain", que trazia consigo o clássico blockbuster "Pet Sematary", também tema do filme "Cemitério Maldito" de Stephen King. Feito isso, a banda circulou o mundo, Dee Dee se encheu e da estrada e foi se dedicar à carreira solo e a compor boa parte das música que os Ramones emplacariam....



1990's...



Os anos '90 foram muito generosos com os filhos do Queens. Dee Dee já não tocava mais com eles, entretanto a banda recrutou um ótimo soldado: C.J. Ward.

Com C.J. no baixo e assumindo vários dos vocais também, a banda gravou 3 albums de estúdio: "Mondo Bizarro" ('92), "Acid Eaters" ('93) e "Adios Amigos" ('95); mais 3 ao vivo: "Loco Live" ('92), "Greatest Hits Live" e "We're Outa Here".

"We're Outa Here", aliás, foi o disco de despedida da banda, uma vez que sentiam que já era hora de "pendurarem as chuteiras", até porque a saúde de Joey demonstrava claros sinais de fraqueza. Tiveram participações ilustres: Eddie Vedder (Pearl Jam), Tim Armstrong e Lars Friederiksen (Rancid), Chris Cornell (Soundgarden), Lemmy Kilminster (Motorhead) e o fundador, dee Dee Ramone.


Pós-banda...

Com o fim da banda, muito material bom foi lançado, como a as coletâneas "Unreleased Tracks", o disco "Zonked" de Dee Dee e o "Don't Worry About Me" de Joey.

Em 2001, o cancer linfático de Joey deu seu tiro de misericórdia e o levou deste mundo. Foi às vésperas de completar 50 anos!
Um ano mais tarde, após um longo tempo de abstinência, foi a vez de Dee Dee ser levado por uma overdose de heroína.
Não demorou 2 anos e desta vez a vida de Johnny foi ceifada por um câncer de próstata.

Marky e C.J. continuaram com outros trabalhos. Boatos rezam que ambos estão encabeçando junto com o produtor Daniel Rey mais Lemmy Klminster uma banda tributo ao legado dos Ramones e que farão uma tour beneficente, contra o câncer. É esperar pra ver....

.............................................................

Max Merege é colaborador da Folha do Estado desde outubo de 2008, e RAMONES MANÍACO desde 1987.
.................................................

Publicado no Jornal Folha do Estado, no caderno FOLHA 3, no dia 31/Maio/2009

2 Comentario para RAMONES: FORTES DEMAIS PRA MORRER

14 de junho de 2009 10:46

Muito 10 a Materia Max!!

Show de Bola!!

Tenio

14 de junho de 2009 10:50

Massa demais Max!

E já tá quase completando 1 ano de Folha do Estado, não é verdade?

abração e parabéns pelo "conhecimento" de rock que semanalmente compartilha conosco!

Materias

Comentarios

Sponsors