Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: , , , ,
Quem não foi, perdeu!!! Após muita expectativa, propagandas e preparação, finalmente a homenagem aos Mutantes & Secos e Molhados aconteceu! Inicialmente seriam três datas, porém, uma das casas que receberia o show-tributo – o Entretanto Pub -, foi interditada semanas antes pela Vigilância Sanitária. Mas ainda assim restaram duas outras datas, sendo a primeira no dia 18/3, no lendário Cavernas Bar, e a segunda no dia 19/3, no Clube de Esquina. Na primeira noite, o relógio dava 23:00h, quando pontualmente o público começa a chegar. Meia-hora depois inicia o primeiro show da noite, com Branco ou Tinto. Como de praxe, fizeram uma ótima apresentação, onde tocaram músicas próprias e no encerramento, uma canção dos Mutantes, pra galera entrar no clima. Alguns minutos depois, finalmente, a Tiasques subia no palco, vestida à caráter, com rostos pintados, máscaras e muito ansiosos. Foi dar o primeiro acorde e o salão do Cavernas Bar concentrou todos os que estavam nas redondezas do bar. Quando iniciou a segunda música, todo mundo já estava cantando e pulando, deliciosamente. Daí em diante, o que se passou nos palcos do Cavernas foram momentos de alegria, satisfação, danças e risos. Como o combinado, primeiramente a banda tocou canções do Secos e Molhados, depois deu um pequeno intervalo, e aí voltou com canções do Mutantes. Ao todo, contando com o intervalo, quase duas horas. Já nessa primeira noite, a banda ficou maravilhada com a recepção do público. Logo após a apresentação da Tiasques, foi a vez de Pé-Rachado e os Porras Lokas, banda cuiabana convidada para encerrar o Tributo. Esta se destaca pela irreverência nas canções, pelo ótimo instrumental em sintonia e pelo talento mais que perceptível de Júnior Conan na bateria. Além das suas canções próprias, também tocaram algumas canções dos Secos e Molhados, pra levar os presentes à loucura. O relógio dava por volta de 03:30h, quando os shows foram encerrados. Todos satisfeitos e ainda ansiosos para apresentação no dia seguindo. Sobre o resultado da primeira noite, não poderia ser melhor: muitos elogios, reconhecimento e aquela sensação de “missão cumprida”, já que a banda, antes do show, estava tensa pela “reponsa” de homenagear duas das bandas mais complexas do rock nacional... No dia seguinte, o som começou as 23:00h, mas bem antes, a banda Tiasques já estava pilhada na preparação da estrutura do evento, que contou novamente com o suporte de Fábio Boretti, J. Alves Iluminação e com equipamentos do próprio Clube de Esquina. Quando o som ao vivo inicia, já estavam presentes cerca de 150 pessoas no local, para conferirem o show de Expresso Vinil, banda de blues-rock, que apesar de ser recente, tem um som IMPRESSIONANTE, com um ótimo baixista, guitarrista, baterista e um vocal com uma presença de palco imponente. Já nesse primeiro momento, o clima do local era indiscutivelmente “lisérgico”, com algumas pessoas dançando coladas ao palco e curtindo o som. No final da apresentação do Expresso..., mandaram a sua singela homenagem aos Mutantes, com “Posso perder minha mulher, minha mãe, desde que eu tenha o meu rock n’roll”. Parabéns à banda! Foi a primeira vez que pude (eu, Bruno), conferir ao vivo o som da banda, e fiquei muito satisfeito com o que vi! Então, se passado cerca de 20 minutos, Tiasques subiu no palco, apresentada por Welliton Moraes, com a responsabilidade de tocar canções das bandas homenageadas. Da mesma forma que na noite anterior, dividiram o show em duas etapas. Já na primeira canção, muitas pessoas dançando, cantando e celebrando aquele momento. Conhecemos até um rapaz que veio de uma cidade do interior para filmar o show, inclusive uniformizado com uma camisa do Secos e Molhados. Sobre o público presente, variava de pessoas de 25 a cerca de 50 anos, todos conhecedores das músicas que tocamos. Ao final de cada, eram muitos aplausos emocionados. Ao início de cada, eram comemorações parecidas com “gols” marcados. Do bloco do Secos e Molhados, o ápice foi a canção “Fala”, seguida de “Primavera nos dentes”. No Bloco das canções dos Mutantes, o destaque ficou com “Balada do louco” (todos cantando em voz alta) e “Ando meio desligado”. No final, muita gente pedindo mais canções, outras pedindo para que repetíssemos algumas que tocamos durante o evento, mas depois da maratona do fim de semana, anunciamos que nos próximos meses haveria uma segunda edição, com outras canções e mais tempo de show. E assim concluímos a homenagem. De acordo com o material de mídia, a banda que se seguiria seria Santa Tartaruga, porém, a banda teve problemas internos e não pôde comparecer no evento. Mas quem deu continuidade foi a banda Mad Sozen. E mandaram muito bem, com um repertório hardrock que colocou todo mundo na frente pra dançar e cantar. Seguraram o som por cerca de uma hora. O destaca sem dúvidas ficou para o vocalista, um jovem muito talentoso, afinado e carismático. Mad Sozen, sem dúvidas, tem muita estrada pela frente! E dessa forma o Tributo “Mutantes VS Secos e Molhados” aconteceu. Gostaria de agradecer, em primeiro lugar, a todos (as) que compareceram, prestigiaram e ajudaram a divulgar o evento. Em segundo lugar, às bandas que se apresentaram conosco. Também agradecemos às casas que cederam espaço na programação para realizarmos essa homenagem. Óbviamente, que alugou, equalizou e cedeu equipamentos, como Fábio Boretti e Tchuka Júnior (primeiro dia) e J. Alves Iluminação. Certamente, sozinhos não faríamos nem metade do que chegou a ser esse Tributo. De resto, anunciamos que nos próximos meses acontecerá uma segunda edição, ainda com datas e locais incertos, mas muito em breve anunciaremos a todos (as)! Abraços, saúde e muito rock n’roll! * fotos tiradas pelo site FogoNuRadio! ** Texto escrito por Bruno Rodrigues, vocalista e tecladista da banda Tiasques.

1 Comentario para TRIBUTO "MUTANTES VS SECOS E MOLHADOS" (RESENHA)!!!

1 de abril de 2011 01:44

ERRATA: o rapaz uniformisado de secos e molhados é da capital sul-matogrossense e não do interior como divulgado... Abraços Antonio Tiasques (bateria)

Materias

Comentarios

Sponsors