Posted by Carlos Benedito Pinto Categories: Marcadores:

Depois de um hiato de cinco anos a Matanza lança novo álbum de inéditas. “Odiosa Natureza humana” meio que sumariza a temática que a banda vem forjando junto com o tal Countrycore de melodias  assoviáveis desde o primeiro CD. Psicopatas, assassinos, bebuns, gente idiota, serial killers personificam os eus-líricos que desfilam satiricamente faixa a faixa formando um painel crítico da estupidez humana ao extremo.

Já na primeira faixa já traz um louco que fugiu do hospício e atropelou seis pessoas usando como desculpa que lhe davam remédio demais: “ Era pra frear e eu acelerei / Era só desviar, mas eu nem tentei / Passei por cima de seis / Mas eu me recordo que não fugi” coincidentemente remete àquele motorista que atropelou 20 ciclistas em Porto Alegre. Na faixa “Conforme de disseram as vozes” lembra o episodio recente da chacina escola Tasso da Silveira, em Realengo, no Rio de janeiro. Para não dizer que os caras estão viajando na tal odiosa natureza humana.

Há as engraçadas como “Ela não me perdoou” que fala de uma mulher birrenta que lhe dá muito trabalho, mas no fim os amigos e uma garrafa de gim resolve tudo e “Tudo errado” no qual o eu lírico fica muito puto com pessoas displicentes. A música tem pérolas das quais eu, particularmente, ri muito: “É mesmo desafortunado quem acha muito engraçado fazer tudo errado” e “Porque não existe coisa mais nociva que um idiota de inciativa”.

A banda está lançando uma versão em vinil masterizado e cortado na Oasis Mastering, em Los Angeles, com 20 minutos de gravação em cada lado.

Site Oficial da banda: http://www.matanza.com.br/

Ao lado um  link para download que achei na net. Clique aqui!



1 Comentario para Matanza - Odiosa Natureza Humana

P. Anny
22 de abril de 2011 23:29

Aeeeeeeeeee \o/

Materias

Comentarios

Sponsors