Posted by CASTIEL BASS Categories:


Lágrimas escorrem.
Escorrendo como se fosse uma gota sobre uma singela folha, após uma tempestade.
É muito estranho um sentimento de amor e ódio;
O vento que me toca,
Este calor que me esquenta nas noites mais frias.
Como um fleche obtido naqueles últimos instantes de vida, me lembro de você pequeno ou grande momento que ficou guardado.
Hoje me sinto com se estivesse na terra do gelo , cada vez mas só e com frio sem aquela luz que me aquecia ;
Como aquela ovelha desvairada fora do seu rebanho sem nenhuma sintonia;
O existir já não importa, mas ao ver uma lágrima escorrer sobre seu rosto e seus olhos brilharem de tristeza. É como se eu toma-se uma facada em meu peito,isso doe , doe muito o mundo desaba sobre os pés e joelhos em profunda reverência, dizendo aquela palavra que começa com a letra A... E termina com a letra R...
Sem você é como estar dentro de uma escuridão profunda a cada caminho a cada passo sinto que estou perdido. Mas com você sinto que estou ao lada da estrela mas bela que ilumina meu caminho.
Em prantos suplicantes lhe peço perdoe-me, pois sem você não existe o principio apenas o fim...


Jósa S.Souza
confira mas no blog: http://castielbass.blogspot.com/

2 Comentario para PRANTO DO DESESPERO

Anônimo
5 de outubro de 2010 08:22

FALTOU O CRÉDITO: ESSA PINTURA É DO VAN GOGH!

5 de outubro de 2010 15:44

verdade é de van gogh sim ... pois é esqueci coloquei pois ela simulava o sentimento que queiria passar

Materias

Comentarios

Sponsors