Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: , , , , ,
O Rock Invasion, edição Rondonópolis,foi organizado pela produtora Beer Brothers, com Victor Mirim à frente. Acompanhei de perto como se deu toda produção, desde quando surgiu a idéia, e no final de tudo, a conclusão que chegamos (todos que embarcaram na viagem) foi do completo sucesso do evento! A proposta era simples: reunir bandas que estavam desenvolvendo um trabalho sério durante o ano, em Cuiabá, encontrar um lugar onde as mesmas pudessem se apresentar na segunda maior cidade de MT – Rondonópolis -, divulgar o evento na mesma cidade e, por fim, a realização dos shows. E foi isso que aconteceu.

A galera do ônibus...

Saímos de Cuiabá no próprio dia 10 de julho, em um ônibus fretado pela Beer Brothers. Nos encontramos no Cavernas Bar, quando estavam todos presentes, desde integrantes de bandas, a fãs, rockeiros e rockeiras que queriam prestigiar os shows e aproveitarem a viagem, que tinha cara de “excursão” mesmo. A viagem em si foi breve, com grande interação e descontração dos que estavam presentes, violão, risadas e piadas, que fizeram o tempo voar. Chegamos em Roo, no final da tarde. Um parte foi para o alojamento e outra para o local do evento, montar e passar o som – este foi alugado de Fabinho Cbá. As 22:00h, todos já estávamos presentes no “Vendetta Associação”, local do evento, e fomos recepcionados com um jantar, oferecido por Vicente (Vendetta). Após o jantar, com um público considerável no local, Mad Sozen deu início a Invasão...

Mad Sozen, para quem ainda não teve oportunidade de conferir, se trata de uma banda associada ao Aliança Hard N’Heavy, com jovens integrantes, e com várias qualidades, como o baterista firme e concentrado e um vocal bem afinado e talentoso. Mandaram um show de aproximadamente 30 minutos, fazendo com que o público que já estava presente, se aproximasse do palco e curtisse, por exemplo, alguns covers de bandas como AC/DC. Iniciaram com o pé-direito!

Alessandro Gomes e Maykonn Sauder_Tiasques_Rock Invasion.

Logo após, quem assumiu o comando foi Tiasques, banda de rock progressivo cuiabana. Já na primeira música (“Barricadas”), o público se aproximou ensandecido à frente do palco, e de lá na saiu até o término do show. A banda ficou muito satisfeita e até surpresa com a recepção do público. No final da apresentação várias pessoas vieram conversar com integrantes da Tiasques, pedindo Cds, e-mails, endereços de sites, etc. Quanto ao show, se resumiu a aproximadamente 40 minutos, marcado exclusivamente por músicas autorais, que variavam de canções pesadas à psicodelia.

Depois da Tiasques, foi a vez de The Black Aces, banda de heavy metal cuiabana formada por Matheus Scopellikus, Lucas Rondon, Beto Moralez, Anderson Matusita e João Luiz Alves. A banda intercalou um show de músicas próprias e outras releituras. Foi muito aplaudida e sem dúvidas, o destaque do show para presença de palco do vocalista, que do início ao fim mandou muito bem! Mandaram até “Brothers Of Metal”! No final, foram entrevistados por um programa de rádio de Roo e ainda receberam umn novo convite para se apresentarem ainda esse ano na cidade! Parabéns!!!

The Black Aces_Rock Invasion.

Após a bela apresentação do The Black Aces, Branco Ou Tinto deu continuidade à noite. Um mês antes do anúncio do Rock Invasion, a banda era a mais pedida entre a galera de Roo, que estava em peso,quando BOT iniciou o show. Como de praxe, se apresentaram com muita energia e concisão, com um repertório quase que integralmente autoral, e algumas releituras, como “Ace Of Spades”, que quase botou abaixo as estruturas do Vendetta Associação. BOT é um power trio exemplar, bem ensaiado e que a cada mês tem conquistado vários fãs. Sem dúvidas, os cuiabanos (as) devem se orgulhar de uma banda com tamanha qualidade e profissionalismo. Vão deixar saudades lá em Roo...

Motorfox_Rock Invasion.

O show do Branco Ou Tinto foi de aproximadamente uns 40 minutos, quando Motorfox, assumiu o comando do som. Esta é uma banda diferente, pois conta com uma vocalista (Adriana), muito talentosa, diga-se de passagem, um guitarrista (lembra Artic Monkeys), um baixista presença e um batera firme. Apresentaram um repertório variado, com alguns clássicos do Hard Rock (Guns), outros clássicos do pop internacional (M. Jackson) e no ápice do show, uma canção do Jet – esta foi a que mais acentuou o talento da banda. Enfim, embora seja uma banda nova, promete muito (muito mesmo!). A galera de Roo também gostou muito de Motorfox e esta foi uma das bandas que mais aglutinou público na frente do palco e concedeu entrevista.

E por fim, para finalizar a noite, foi a vez de Veidam, banda formada por dois guitarristas, baixista, um baterista e vocal. Assim como as bandas anteriores, esta impressionou muito a todos que estavam presentes. Vocalista firme, afinado, jovem e, com certeza, uma grande promessa do rock cuiabano – anotem aí, o nome dele é Luiz. Quanto aos instrumentistas, todos muito virtuosos e com ótima presença de palco. Mandaram vários clássicos do Heavy Metal e seguraram o público até a última música.

Realmente o “Rock Invasion” foi uma jornada longa, porém, prazerosa! Parabenizamos a Victor Mirim e a todos que contribuíram para organização do evento. Esperamos que novas edições venham por aí e que novas bandas cuiabanas tenham oportunidade de divulgarem o seu trabalho!

Victor Mirim_Beer Brothers...


* Resenha escrita por Bruno Rodrigues, vocalista da Tiasques e editor do Blog OCT.

1 Comentario para ROCK INVASION (RESENHA!).

19 de julho de 2010 11:19

Victor Mirim, O Cara! Organizou quase tudo sozinho! Até café da manhã com toddy rolou!hauuhau

Parabéns!!!

Materias

Comentarios

Sponsors