Previous Next
  • MAPA DO OPERAÇÃO CAVALO DE TRÓIA:

    O Operação Cavalo de Tróia" é dono de um imenso acervo relacionado ao rock, onde são encontradas matérias relacionadas a artístas, documentários, filmes e obras literárias. Além disso, o internauta poderá acompanhar a agenda de eventos culturais que acontecem em âmbito regional (Mato-Grosso), como em âmbito nacional. Para ficar por dentro do acervo e programação, acesse a "barra de pesquisa", ou clique nos respectivos marcadores

  • Tiasques

    Ufos, barricadas, anarquia, a mente humana e seus mistérios. Eis um resumo do que vem a ser o Tiasques, banda formada em maio de 2006 em Cuiabá-MT, e que de lá pra cá vem ganhando novos fãs e trilhando seu caminho com canções autorais. Saiba mais sobre a banda no www.myspace.com/tiasques

  • Base Oculta

    Banda cuiabana formada por Tenio e Dinho Moura, Augusto, Caio B. e Jósa Souza, cuja origem data de Agosto de 2003, adepta da vertente Pop Rock. Em dezembro de 2010 lançou o CD "Vamos Nessa", que pode ser conferido no www.myspace.com/baseoculta

  • Cavernas Bar

    Cavernas Bar se trata da casa mais famosa e prestigiada na cena rock/metal cuiabana. Em torno de uma década consagra a noite cuiabana com programações semanais, onde se revezam no palco bandas locais, nacionais e até de outros países. Está localizada no Centro de Cuiabá (MT), na Av. Barão de Melgaço, em frente ao Restaurante Popular..

Posted by Maximiliano Merege Categories: Marcadores: , , , ,



De um tempo pra cá, tem rodado pela internet um vídeo viral no qual um homem muito bem vestido, de cabelo ajeitado, sorriso doidão e uma presença no melhor estilo Silvio Santos, aparece cantando uma música sem letra, cuja melodia pega na cabeça de quem ouve. Trata-se do famigerado video do "trlolololo" ou "trololó", gravado em meados da década de 70 pelo barítono russo Eduard Anatolyevich Khil.

Eduard Khil foi um cantor de bastante renome na antiga União Soviética. queridinho do governo vermelho, cantava por toda parte, desde canções tradicionais até hinos nacionais e canções do Partidão.
Nascido em setembro de 1934, na cidade de Smolensk do Oeste (pertinho da Polônia e da Lituânia), Khil graduou-se em canto, aos 25 anos, pelo Conservatório de Leningrado. Fez um grande sucesso nas décadas de 60 e 70 cantando canções de Arkady Ostrovsky, Andrey Petrov e outros tantos. Entre 1977 e 1980, lecionou canto na Academia de Artes de são Petesburgo, e no meio da década de 80, aos poucos, sua carreira foi amornando. Não demorou muito e Eduard Khil mudou-se para França, tendo ido viver tranquilamente em Paris, onde montou seu próprio Caffe.


Seu reaparecimento na mídia eslava esboçou algumas voltas, dentre as quais quando passou a participar da banda de retro-pop de seus filhos, a Prepinaki, na segunda metade dos anos 90. No entanto, foi somente no começo de 2010 que os holofotes se voltaram para sua pessoa, já que alguem, em algum canto do mundo, postou pelo youtube um video um tanto bizarro que acabou sendo batizado de "trolololo", uma onomatopéia para seu canto, já que a música era desprovida de letra.
Obviamente, a música nunca se chamou "trolololo", mas "Я очень рад, ведь я, наконец, возвращаюсь домой", o que em tradução livre quer dizer algo como "Eu estou muito feliz de poder voltar para casa", uma canção bastante popular no leste europeu.
Tamanho o sucesso que essa história de "trololololo" fez que uma turma de fãs pôs no ar um site onde pode ver e ouvir incessatemente o famoso vídeo e também assinar uma petição para que Eduad Khil faça uma tournée mundial. Segundo o próprio Khil, o sucesso do vídeo foi a maior e mais louca surpresa que ele ja teve em sua vida! Que venha logo para o Brasil e também dê as caras por aqui!



Site oficial: http://edhill.narod.ru/
(está todo em alfabeto cirílico, mas as fotos de época são ótimas)

Fansites: http://trololololololololololo.com/ e http://eduardkhil.blogspot.com/

Um grande abraço a todos e até a próxima semana.


+ + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + +

Artigo originalmente publicado no Jornal Folha do Estado, Cuiabá-MT, domingo, 29/05/2010.





Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: , , ,



O evento acontecerá no Blues Moto Bar, dia 5 de junho, a partir das 22:00h, com as bandas Neptunio (banda nova formada por alguns integrantes da Fuzzly), Curandeiro e Branco Ou Tinto. A entrada ficará ao tradicional valor de R$ 5,00 e shows de qualidade são mais que certos, tanto pela estrutura que será montada pelo Estúdio Riff, quanto pela qualidade técnica das bandas.

Vai perder essa?
Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: ,



Hoje na UFMT acontecerá a virada cultural e entre as várias atrações culturais, estão as três bandas de rock citadas no cartaz acima, e alguns grupos de hip hop, como o SBK 288. O evento acontecerá a partir das 21:00h, na Associação Atlética Master, UFMT.
Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: , , , , , ,

Dança do Ventre_Presente de Grego IV

Muita expectativa existia em torno do “Presente de Grego IV”, afinal, de todos os eventos capitaneados pela OCT este foi o que mais obteve aceitação na “cena cuiabana” e, de fato, a sua realização correspondeu a todas essas expectativas. Com excessão da substituição inesperada – alguns instantes antes do início do evento - da banda Antiguidade Moderna por Branco ou Tinto (o baterista da primeira banda repentinamente adoeceu e parou no hospital), o evento ocorreu na mais perfeita tranquilidade. Como não tinhamos certeza se encaixaríamos a quinta banda, deixamos o som mecânico rolando um pouco, e por volta das 21:30h, o Dj Leonardo assumiu a discotecagem e a levou até as 23:00h, quando iniciou a primeira banda da noite, a Mallord. Como disse pessoalmente aos integrantes da banda, foi um SHOWZAÇO, marcado por um repertório com os clássicos do rock n’roll, um vocalista muito afinado, um ótimo baterista e Luiz Felipe, o guitarrista, com todo aquele estilo ala AC/CD. Realmente, foi um dos maiores acertos iniciar o Presente de Grego com Mallord!

Mallord_Presente de Grego IV



Logo após o show do Mallord foi a vez da banda TIASQUES. Nessa altura, já circulavam pelas quadras, dentro e fora, cerca de 300 pessoas (tiramos essas conclusões pelos dados da portaria). A banda já iniciou o show com duas músicas consecutivas – “Pão e circo” e “Tabuleiro de xadrez”. Depois manteve até o fim um ritmo bem elevado, com a execução de novas músicas que o público não conhecia. Apesar de alguns gritarem por antigas músicas da banda (o que foi muito legal), as novas músicas foram muito bem recebidas e bem elogiadas no final do show. Para banda Tiasques, a apresentação no Presente de Grego foi a melhor que fizeram esse ano!

Tiasques_Presente de Grego IV



Um pouco depois da banda Tiasques, foi a vez da tão esperada “Dança do Ventre” – um dos pontos altos do evento. Muito legal ver todo mundo reunido em circulo aplaudindo o talento e a arte de Judite, a dançarina. Durante quase 4 minutos a mesma dançou e foi muito ovacionada pelos presentes.

Dança do Ventre_Judite_Presente de Grego IV



Estava tudo preparado para mais um show da banda Pé-Rachado e os Porras Lokas, que vieram na sequência. Marcelo Morto estava num dia daqueles! Na verdade, todos da banda estavam mais inspirados que o normal, e também garantiram o sucesso da noite, aglomerando uma quantidade considerável de público na frente do palco, com direto até a participações especiais no show, e com o público cantando os clássicos da banda, como “O pombo”, ou pedindo canções. Passaram um pouco do tempo estipulado para o show, mas valeu, pois quem mandou foi o público e a euforia do momento!

Pé-Rachado_Presente de Grego IV



Depois do Pé-Rachado quem assumiu o comando foi Kallima. Simplesmente fizeram uma apresentação bombástica! A cada apresentação que os vejo (Bruno Rodrigues) estão melhores e mais concentrados. Como a equalização do som estava perfeita, dessa vez deu pra ouvir com nitidez toda proposta sonora da banda – teclado, guitarras, baixo. Porém, o que mais chama a atenção na banda (sou meio suspeito de falar isso, rs) é o vocalista, que mantém a mesma energia do início ao fim – impressionante mesmo. Parabéns KALLIMA e que gravem logo essas canções!

Kallima_Presente de Grego IV



Logo após veio a surpresa da noite, que lá no meio do evento quando foi anunciada, já foi ovacionada (só por aí dá pra ter uma noção de quanto a banda é querida pelo público): Branco Ou Tinto, que depois de ter feito um show no aniversário do Clube de Esquina, seguiu para UFMT, pra fechar a noite. Foi um show especial, sem dúvidas! Mandaram predominantemente canções autorais, também cantadas por grande parte dos que estavam presentes, e algumas homenagens aos clássicos do rock. O show foi perfeito, com uma alta sintonia desse power trio, que está prestes a se mudar de Cuiabá. Enfim, essa é uma banda que aposto as minhas fichas, tanto pelo talento, mas pela responsabilidade e profissionalismo que sempre tem demonstrado! Agradecemos imensamente por terem aceitado o convite de participarem de última hora do Presente de Grego!

Branco Ou Tinto_Presente de Grego IV



Após os shows mais uma vez rolou discotecagem, com Dj Leonardo acompanhado de Nildo Rocker. Essa dupla mandou muito bem!!! E garantiu o fechamento da noite com chave de ouro! Ao término de tudo, apesar do cansaço, só restou alegria, por mais uma vez a OCT, e dessa vez em parceria com o Centro Acadêmico de Química, ter propiciado palco para bandas e opção para o público, para celebração da música autoral e independente, que não deixa nada a desejar, em termos de qualidade técnica, dos grandes do mainstream!

De resto, queremos agradecer em primeiro lugar a Fábio Boretti, que alugou o som, e juntamente com Enzo, coordenaram com maestria a equalização do mesmo durante o evento. Quem foi, pôde constatar que tudo estava perfeitamente regulado e na mais perfeita qualidade! Em segundo lugar, a todos (as) os envolvidos, como Mikhail Baraniuk (autor das mídias de divulgação), a Iuri Gomes (editor do Folha 3/Folha do Estado), ao CAQUI (realizou em parceria conosco o evento) e finalmente a todos (as) que compareceram!

Outras fotos:











Posted by Mikhail Baraniuk de Queiroz Categories: Marcadores: , , ,

Corpo de Paul Gray foi encontrado por funcionários em quarto de hotel.

O baixista do Slipknot, Paul Gray, de 38 anos, foi encontrado morto na manhã desta segunda-feira (24), em um hotel de Iowa, de acordo com o jornal local Des Moines Register.

O músico teria sido encontrado por empregados do estabelecimento, que chamaram a polícia antes de identificar que se tratava de Gray. A autópsia será feita na terça-feira (25), e ainda não há suspeita da causa da morte.

Nascido em Los Angeles, na Califórnia, Paul Dedrick Gray mudou ainda durante a infância para Des Moines, no Iowa. Lá, ele fundou em 1995, com Shawn e Anders, a banda de metal Slipknot. Dos integrantes do grupo, ele era o único que não havia nascido na cidade.

Tocando sempre mascarados, os músicos conquistaram sucesso a partir de 1999, com o álbum Slipknot, que vendeu milhões de cópias em todo o mundo. O último álbum do grupo, All Hope is Gone, foi lançado em 2008. A banda estava planejando um novo CD para 2012.


A única palavra que pode resumí-lo é amor', afirmou o vocalista da banda.
Para viúva grávida, filha irá conhecer o pai morto pelo legado deixado.

Músicos do Slipknot choram em entrevista cedida após a morte do baixista do conjunto, Paul Gray (Foto: AP)


Em entrevista cedida à imprensa na última terça-feira (25), os oito membros do grupo de rock Slipknot choraram a morte do baixista Paul Gray e o lembraram como um homem de grande coração e que representava tudo o que eles amavam na banda.

Os integrantes falaram sem discursos prontos e não responderam a perguntas. Nenhum dado foi mencionado sobre as circunstâncias da morte de Gray.

"Perdemos nosso irmão, e o mundo parece mais pequeno após isso. Ele tinha o maior coração que qualquer um já conheceu", disse o vocalista Corey Taylor. "A única palavra que pode resumí-lo é amor."

Gray, um dos fundadores do grupo conhecido pelo uso de bizarras máscaras e letras obscuras e agressivas, foi encontrado morto em um quarto de hotel nos Estados Unidos na segunda-feira.

Os membros do Slipknot, em rara aparição feita sem máscaras, estavam junto à mulher de Gray, Brenna, que está grávida.

Brenna, viúva de Gray, o define como 'maravilhoso': 'filha irá conhecê-lo pelo que ele foi'. (Foto: AP)


Brenna disse que sua filha irá crescer sabendo do legado deixado pelo pai. "Meu marido era uma pessoa maravilhosa e eu quero que ele seja lembrado por isso. E sua filha irá conhecê-lo pelo que ele foi."

Policiais que investigam a morte de Gray disseram na última terça-feira que o resultado da necrópsia feita no cantor era inconclusivo - e que as investigações seguiriam. Médicos envolvidos na operação afirmaram que o resultado dos exames toxicológicos podem levar até seis semanas a sair.

Sobre a banda
O Slipknot surgiu no meio dos anos 1990, e seu primeiro álbum, lançado em 1999, vendeu 2 milhões de cópias. Em 2006, a banda venceu um Grammy pela performance da música "Before i forget".

O último álbum de estúdio do conjunto, "All hope is gone", estreou no topo da parada da Billboard em 2008.

Fontes: http://diversao.terra.com.br/gente/noticias/0,,OI4447891-EI13419,00.html
http://g1.globo.com/pop-arte/noticia/2010/05/junto-viuva-gravida-integrantes-do-slipknot-choram-morte-de-baixista.html
Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: , ,



Neste sábado o famoso Cavernas Bar, conhecido também como "Bar do Cachorrão" completa 6 anos de estrada, e como não podia deixar de ser, vai comemorar com os shows das bandas The Black Aces, Veidam e Sr. Infame. A entrada ficará apenas R$ 5,00 e o evento começará a partir das 22:00h. Abaixo algumas palavras do próprio:

"Neste sábado, 29 de maio de 2010, o Caverna's Bar completa 6 anos de existência em Cuiabá. Agradeço a todos os AMIGOS, BANDAS, CLIENTES, PARCEIROS E COLABORADORES pelo constante e valioso apoio que tens dado! Com toda certeza, é por conta desse estimável apoio que o Caverna's continua ativo! Valeu à todos!!! O UNDERGROUND TEM SEU ESPAÇO! Caverna's Bar (Bar do "Cachorrão") = Underground Sempre!!!"

ACESSE A COMUNIDADE DO CAVERNAS BAR E DÊ A SUA SAUDAÇÃO!(clique no link)
Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: , , , ,

Após 3 edições do VMF, o idealizador Fábio Boretti faz algumas reflexões sobre a cena cuiabana e as bandas que atualmente têm lhe chamado a atenção. Vale a pena conferir.

Lanrim (SP), uma das bandas confirmadas para o VMF 4.

"VMF4 vem chegando, sera mais um domingo, 13 de junho e após 3 edições já podemos dar apontamentos sobre esse novo momento do Rock e das bandas locais, percebe-se que como é normal dentro do underground a anos o DIY ainda é predominante seja a banda com poder aquisitivo ou não, claro que existe a ajuda entre bandas, pois essa sempre foi a LEI do underground, digo aqui do local onde se encontram as bandas, ou seja, no “under”, longe dos grandes holofotes (???), o que não significa que ser “under” é ser de qualquer jeito, sem tomar banho, fedido, mau encarado, mulambento, subaqueira, fumacento de cigarro, desleixado, pelo contrario assim como existem excelentes bandas no “under” existeM no “mainstream” também e a máxima de “mulambentos e porco” também se aplica nos dois casos.

Cuiabá vive hoje uma realidade bacana, 5 casas com espaço para bandas (autorais e covers, que não é a pauta desse artigo), festivais, varias bandas de diversos estilos e segmentos e algumas que me chamam atenção como a banda Heron que trás sede de fazer algo pesado e inteligente, boas melodias, banda buscando um entrosamento muito legal, a Sone Fix que vem tentando estabilizar novos elementos ao hardcore/screamo e tem tudo pra gerar bons shows, claro que estou focando bandas mais pesadas devido ao meu gosto pessoal, mas também ouço e gosto de Rock n Roll e suas vertentes, outra que tem seguido por um caminho bastante fértil é a Self Help que conseguiu bruscamente guinar seu estilo sem perder a identidade “street da coisa”, (muito Bad Religion no coração hehehe), tenho acompanhado as linhas de produção do futuro CD da SH e tenho me surpreendido.

Aqui vou apontar um paragrafo de divergência para muitos, mas minha opinião mesmo não sendo de valia, deixo postado aqui a FUZZLY é uma fênix sem ser ela mesma, sem ser amarrada a saudosismos, pois toda vez que se tocava no assunto sobre como anda a banda era unanime o ponto "fuzzly quarteto fantástico" (dark, fodinha, tipico e cajá), obvio que sempre o ponto de se lembrar era esse, quem viu a banda no palco sabe do que to falando, ver eles no estúdio criando e compondo, subindo no palco sabe a pressão que era, mas hoje em 2010 a banda não teve um retorno, volta nem nada disso, ate porque a banda não parou apos a dissolução do quarteto fantástico, pelo contrario acertaram em cheio em ser um "power trio" violento, denso, psicodélico sem ser chato e de um bom gosto nas levadas sabbathzisticas que PQP! A banda não podia ter chamado ninguém melhor que Michael (guitar ex-melt) para segurar o baixo, a ideia que se tem agora na banda é de um baixista que tem liberdade entre a batera e melodias da guitarra, é forte!

Mas deixo a dica ouça eles em sons e equipamentos decentes (Calango ou Riff por exemplo ou na pior das hipoteses em um evento que eu esteja realizando), pois usam afinações baixissimas e efeitos de excelente qualidade e bom gosto que so podem ser notado em excelentes amplificadores.

Claro que não podia deixar apenas um paragrafo para ser motivo de pauta e bla-bla-blas de web, então pra deixar explicito deixo outra pedrada, Maykonn Sauder como novo e único guitarrista do Tiasques!! Desmerecendo duos ou outros guitarristas anteriores??? De forma alguma! Todos tiveram suas importâncias mas hoje a banda segue uma vertente que pauta muito sons e experimentos que com Maykonn na guitarra seria no minimo desnecessário 2 guitarras neste momento, ha um bom tempo a banda buscava esse rumo, mas creio que ela não sabia que talvez fosse isso, nem eu, talvez alguns de vocês, mas te digo fico tudo mais claro, baixo e batera mais encorpados, solos, links, arranjos, arpejos, efeitos de guitarras resolvidos e mutantes tudo muito tranquilo e caótico pra se encaixar teclado e vocal, vejo um Tiasques violento dentro de poucos dias e estaremos nesse dia pra ver e ouvir!

Falei do Kallima algumas vezes, mas é realmente deles que me empolgo muito em dizer que estão no caminho certo e são os frontmans do som extremo dessa nova safra, é porrada com guitarras brutais, baixista com influencias old shcool que deixa a banda bem pesada, baterista que a a cada show que passa mais ciente do que precisa e quer fazer, vocal cada vez mais intimidador e um teclado que busca referencias de filmes de horror e clássicos de trash movies pra dar um clima de fim do mundo, ambiente que qualquer vocal se diverte mandando guturais e rajadas vocais. Sem duvida se uma banda atual segura a bandeira e tocha do mosh violento atual são eles! Pra 2011 não vejo outra nesse estilo que não sejam eles destruindo e convidando publico pro mosh pit!

... como sempre mais um texto de baboseiras do Fabbinho VNL, depois escrevo sobre outras bandas, inclusive algumas novas que já estão dando bons frutos e vejo “possibilidades”!!

BOM É ISSO ... 13 DE JUNHO ACONTECE O 4° VMF2010 NO SENALBA E CONTAMOS COM SUA PRESENÇA!"

FONTE: BLOG VENIAL
Posted by cavalodetroia.blogspot.com Categories: Marcadores:


A banda Males de Anto está empenhada em gravar um álbum! Para isso se “trancaram” na “Toca no Velho Urso”, um agradável homestudio cercado de livros onde a banda vem  fechando o repertório,  (re)arranjando músicas, testando sonoridades, gravando takes, ouvindo som, tomando nó de cachorro by “Seu Joãozinho” e etc. É importante ressaltar que a banda que ser nostálgica, não retrô!

Das novas canções esta  Esta canção é baseada no poema chamado ”De mãos dadas” (que vocês podem conferir no blog do vocalista da banda :  http://coisasdocaiob.blogspot.com/) Abaixo um versão voz e violão para matar a curiosidade. Essa canção está sendo trampada pela banda e vai entrar no CD ainda sem nome que pretendemos lançar até julho deste ano!




Ana (De mãos dadas)
Caio B.

Ana cultivava lembranças
Duma  felicidade  tão irritante
O primeiro, o amor,  o ideal
Aquela finada paixão debutante

Me chamava de louco, sem noção
Insensível, devasso e sem causa
Ana, eu sabia, me amava

Num dia Ana enlouqueceu
Como não tinha  torres por perto
Então Ana  fez amor comigo
E morreu

Outro renasceu toda acesa
Saíra das cinzas do meu cinzeiro
Declarava um amor sem sentido
Já não me lembro o motivo

Declarava um amor jamais sentido
Se mudou
Arrependeu...
Ana odiava minhas vermelhas declarações
Carnais, frias , devassas; dizia
Mas Ana me odiava, eu sabia
--------------------------------------------------- 

Quem quiser conhecer melhor a banda e acompanhar  essa saga pode entrar no blog : www.malesdeanto.com

Posted by cavalodetroia.blogspot.com Categories: Marcadores: ,


Talvez este documentário não seja uma novidade por aqui, mas é muito interessante. Principalmente se formos contextualiza-lo com a atual realidade da musica chamada por vezes de independente, alternativa, underground, etc.

É claro que não vou entrar no mérito das nomenclaturas, muito menos dizer que tudo é mesma coisa. O interessante é que as novas tecnologia deu voz  a muitos artistas que anteriormente p único caminho era gravar uma fitinha demo, mandar para uma gravadora e esperar a grande sorte.
O documentário chamado “Música de Trabalho”, de Daniel Dias, foi  lançado em 2003. Pensemos com o inicio dessa nova música independente no Brasil (com a tecnologia que permitiu que muitos artistas pudessem produzir e divulgar o seu trabalho de forma independente). 

O que mudou de lá pra cá? Estamos num bom caminho? Que lição podemos aprender com tudo isso?



Continue assistindo no youtube: http://www.youtube.com/user/musicadetrabalho
Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores:



Em breve maiores informações...
Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: , , , ,



"O evento estava programado para começar as 21:00, mais acabou acontecendo um pouco mais tarde! O público presente curtiu bastante, inclusive a apresentação de dança do ventre! A primeira banda a tocar foi o Mallord, onde despejou seu repertório recheado de clássicos do Heavy-Metal, AC/DC, Judas, entre outras, não faltou uma saudação ao talentoso "Dio"(RIP). Em seguida se apresentou o Tiasques, com seu som ímpar, a banda mostrou e esbanjou muita técnica e como evoluiu nos últimos anos, os músicos simplesmente "debulharam" em todos os sentidos., um prato cheio para quem gosta de Heavy Metal melódico. A próxima banda a se apresentar foram os "Pé Rachado", com sua inreverência de sempre levou as meninas presente ao delírio. E para fechar a noite mais pesada da OCT, veio o Kallima, esta banda também evoluiu muito, mostrando músicas ultra pesada, e vocais extremos, é de se admirar como o vocalista do Kallima consegue alternar o vocal, uma hora gutural outra screen, foram perfeitos. E já caido a madrugada entrou para encerar a noite a participação do garotos do "B.O.T"."

FONTE: SITE CUIABAUNDERGROUND
Posted by Maximiliano Merege Categories: Marcadores: , , ,


Domingo passado uma notícia tomou conta do meio roqueiro: o passamento de Ronnie James Dio para o outro lado da vida, vítima de um câncer no estômago. Foi um choque, não só para fãs, mas para todos aqueles que o respeitavam e admiravam sua carreira, pautada por uma estrada de mais de 50 anos. Tudo bem que o Iuri Simples já publicou algo a respeito por essas páginas, mas assim mesmo, não poderíamos ficar de fora, e assim mesmo vamos dar nosso recado, ainda que soe como uma Missa de Sétimo Dia, pois a coluna de hoje homenageia (ainda que singelamente) essa figura que foi e que sempre será Ronnie James Dio.

O Começo
Ronald James Padavona nasceu em uma pequena cidade perto de Boston, Estados Unidos, no dia 10 de julho de 1942. De origem italiana, foi criado dentro da religião católica, à qual aprendeu a questionar e criticar. Na música, começou ainda menino tocando trompa e trumpete na banda do colégio. Aos 15 anos junto-se a colegas de escola e formou a banda The Vegas Kings, que passaria por outros dois nomes diferentes: Ronnie & The Rumblers e Ronnie & The Redcaps; até finalmente se chamar Ronnie Dio & The Prophets, em 1962, quando pela primeira vez usou o nome artístico Dio, inspirado no mafioso Johnny Dio. Entre 62 e 67, À frente do The Prophets, como baixista e vocalista, gravou uma série de singles e um lp ao vivo. Apesar da qualidade precária das fitas já deterioradas pelo tempo, sua qualidade musical fica bastante clara, já que se tratava de um misto de rock primitivo com doowop (algo comum em artistas ítalo-americanos), um meio-termo entre Dean Martin, Dion DiMucci, Jack Scott e Roy Orbinson.

Dio, nos idos de 65

Em 1967, com a vinda do movimento hippie, Dio e o guitarrista Nick Pantas, formam a banda The Electric Elves e entram de cabeça no rock garageiro psicodélico. Em pouco tempo, a banda muda seu nome para The Elves e, finalmente, em 1969, passa a se chamar apenas Elf. Tocavam, além de um bom material autoral, clássicos do The Who (fase Tommy), Jehtro Tull e, é claro, a "War Pigs" do Black Sabbath. Tornaram-se a banda de abertura para o Deep Purple que, aliás, os apadrinhara de fato, já que em 1974 Dio participou como cantor no disco "The Butterfly Ball And The Grasshopper's Feat" do tecladista Roger Glover.

Rainbow
No entanto, em 1975, o guitarrista Nick Pantas, parceiro de Dio desde 1958, morre em um acidente automobilístico. No mesmo período, Ritchie Blackmore sai do Deep Purple para formar uma nova banda e para tal chama Dio e seus elfos remanescentes para começarem o Rainbow.
Sem titubear, de cara já lançam o primeiro disco, o que nos 4 anos seguintes se sucederia com mais 3 grandes albuns.

Black Sabbath
Por divergências artísticas, Dio sai do Rainbow. Na mesma época, Ozzy Osbourne também deixava o Black Sabbath. Por recomendação de Sharon Arden (atual Sharon Osbourne), filha do empresário da banda, Dio é chamado para preencher a vaga de cantor. Segundo o guitarrista Tony Iommi, a entrada de Dio causou uma reviravolta na casa, já que este tinha voz, técnica e atitude completamente diferentes de seu antecessor Ozzy, o que além de ser uma injeção de sangue novo, impulsionou a composição de material novo. Entre 80 e 82 fizeram dois discos de estúdio: Heaven And Hell e Mob Rules; e um excelente album ao vivo: Live Evil. O lineup Tony Iommi, Geezer Butler, Vinnie Appice e Ron James Dio, marcou pungentemente a história da banda, uma vez que foi com Dio que se popularizou o sinal dos "chifrinhos" com os dedos, já que Ozzy fazia o sinal de "paz e amor". Segundo o próprio, quem costumava fazer esse sinal era sua avó, para espantar "mau olhado".
No final de 1990, Dio voltou para o Black Sabbath e dois anos mais tarde lançaram "Dehumanizer", o mais bem sucedido disco da banda em muitos anos e que emplacou hits como "Time Machine" e "TV Crimes".

Dio
Em 1982, após deixar o Black Sabbath, Dio e seu colega de banda, o baterista Vinnie Appice, formam enfim o Dio, banda que tem nome o apelido de seu fundador. Durante um período de 25 anos, tendo apena Ronnie James Dio como integrante fixo, a banda tornou-se cultuada. Lançaram uma média de 25 discos, entre material de estúdio, ao vivo e coletâneas. Tocaram pelo mundo todo e inclusive fizeram até mesmo um disco metal para arrecadar fundos para ajudar na luta contra a fome na África. Aliás, o próprio dio sempre foi um sujeito engajado em causas sociais, já que ultimamente estava em uma campanha contra a exploração sexual de menores.

Heaven And Hell
Não fazia muito o Black Sabbath havia voltado com sua formação original: Tony Iommi, Geezer Butler, Ozzy Osbourne e Bill Ward. No entanto, a banda entrou em "férias" e Ozzy retomou sua carreira solo. Em A Rhino Records relançou um boxset com todos os discos da fase Dio e a banda, uma coletânea chamada "Black Sabbath: The Dio Years" para a qual a formação de 1980 se reuniu para gravar quatro músicas. A banda então seguiu mundo afora, mas desta vez sob o nome de Heaven And Hell, uma forma de homenagear o antológico álbum do Black Sabbath que apresentara Dio ao seu público. Tocaram inclusive pelo Brasil em 2009. Mantiveram-se firmes na estrada, até o último dia 5, quando Dio precisou ser hospitalizado.
O Final
Será que há?!

+ + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + +

Artigo originalmente publicado no Jornal Folha do Estado, Cuiabá-MT, domingo, 23/05/2010.


++++++++++++++++++++






















Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: , ,



Saiu no "Folha 3" - caderno especializado em cultura -, do Folha do Estado, hoje pela manhã uma pequena notinha, em que o autor, Iuri Gomes, comenta sobre o evento e descreve detalhadamente cada banda escalada. Para ler a matéria, clique na imagem, ou vá direto para o http://www.folhadoestado.com.br/jornal/paginas/grd/25_822.pdf

* Presente de Grego IV acontecerá hoje, sexta (21/05), a partir das 21:00h nas Quadras da UFMT, com dança do ventre, discotecagem e shows com as bandas (por ordem de apresentação) Mallord, Antiguidade Moderna, Tiasques, Pé-Rachado e Kallima.
Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: , , , , , ,

A noite tão especial para banda Antiguidade Moderna começou por volta das 23:00h, com o show de abertura da banda Tiasques. Lá estavam presentes muitos fãs das bandas que estavam escaladas para noite, como atores e integrantes da produtora de áudio-visual “Heros Produções”, responsável pelo vídeo-clipe da canção “Belo Filme de Terror”. Aproximadamente por 30 minutos, a banda Tiasques manteve o seu show, com muita energia, empolgação e felicidade por participar daquela ocasião tão especial. Só não continuaram mais, porque o vocalista estava gripado, mas como a banda já havia assumido o compromisso há semanas atrás, se apresentou mesmo assim.

Após o show da banda Tiasques, foi o momento de apresentar o resultado final do vídeo-clipe – muito ovacionado durante toda a sua apresentação. Realmente a qualidade ficou impressionante! Uma combinação perfeita de roteiro, fotografia, áudio e figurino. Um momento muito feliz, que certamente entrará para a história da banda Antiguidade Moderna.

Depois da exposição do vídeo-clipe, a banda entrou no pequeno palco do Canela’s Bar, vestida a caráter, fantasiados de zumbis, e mandaram um show de arrebentar, pra ninguém ficar parado. Apesar do cansaço, pois desde semanas estavam na correria pra lançar o material, fizeram um show à altura da ocasião!

Após o show de Antiguidade Moderna, foi a vez da banda Sinimbu Stricknick. Esta estava parada fazia meses, pelo fato de alguns integrantes permanecerem fora de MT por alguma temporada. Mas, apesar do hiato fora dos palcos, também fizeram um show memorável, com muita energia e demonstração de amadurecimento da banda! O vocal sempre muito afinado e com ótima presença de palco, e uma sintonia muito legal de todos os outros músicos, especialmente de Rogério, o baixista, que passava ao público uma energia incomum, na hora que se colocava a acompanhar a voz principal. Não foram as vezes que enquanto assistíamos a apresentação dos Sinimbu’s, lembrávamos de Garotos Podres!

Logo após, Males de Anto assumiu o comando. A banda tem se acertado a cada show. Se o primeiro show da banda só com uma guitarra foi muito bom, esse foi melhor ainda! Apesar do público já não estar tão numeroso, fizeram uma bela apresentação, com tudo casado, bem nostálgico, com a postura de grande banda mesmo – ala Radiohead. Além das suas músicas próprias, mandaram alguns covers, como “Cara estranho” do Los Hermanos, que fizeram com que todos que estavam no salão cantassem junto com a banda.

Fechando a noite foi a vez da banda mais irreverente de Cuiabá, Pé Rachado e os Porras Lokas, que literalmente quase colocaram abaixo as estruturas do Canelas! De repente, só foi anunciar a banda, e apareceram do nada vários malucos, que ao término da primeira música, já lotavam na frente do palco. Os destaques do show vão para energia de Marcelo, que subia e descia dos PA’s toda hora (rs), e para Junior Conan, que quase afundou a bateria (do andar debaixo dava pra ouvir a pancadaria).

O Resultado final de toda essa história pode ser conferido abaixo:



* Presente de Grego IV acontecerá hoje, nas Quadras das UFMT, com as bandas (por ordem de apresentação) Mallord, Antiguidade Moderna, Tiasques, Pé-Rachado e Kallima.
Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: , , ,


Durante o Presente de Grego, que acontecerá hoje, sexta (21/05) nas Quadras da UFMT, a banda realizará o sorteio de um Boné personalizado e uma Palheta Jin Dunlup 2.0., para aqueles que acessarem a COMUNIDADE DA BANDA (clique no link), e deixarem seu nome próprio no tópico específico.

A banda Tiasques promete um show pancada, com sua nova configuração (quarteto), composta por Bruno Rodrigues, Maykonn Sauder, Antonio Carlos e Alessandro Gomes. Mandarão todas as suas novas músicas, inclusive a sua "queridinha", que será gravada a partir deste domingo - "Super Nova".

* Lembrando: Presente de Grego IV acontece hoje, sexta-feira (21/05) nas Quadras da UFMT, com entrada a R$ 5,00.
Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: , ,




Mallord é uma banda com inspiraçoes no bom e velho Hard rock e Heavy Metal. As influências mais marcantes são AC/DC, Kiss, Van Halen, Twisted Sister, Dr. Sin, Black Sabbath,Rush, entre muitas outras.

Integrantes: Leonardo Braun, Luiz Felipe, Paulo Vieira e André Murilo.

www.myspace.com/mallord




Kallima começou em março de 2008, na época sem um estilo definido, tem se focado atualmente no metalcore, que nada mais é do que a fusão de estilos, neste caso entre o thrash metal e o hardcore punk. Com influência de Killswitch Engage, Caliban... Tocaram em grandes eventos da cidade, tais como, Grito do Rock, Festival Calango, na prévia em Chapada dos Guimarães, Varzea Grande, Festival Goma em MG-Uberlândia etc.

Atualmente composta por Tiago(vocal), Flávio(guitarra), Douglas(guitarra), (Baixo), Marcelo(bateria) e Ricardo(teclado.

www.myspace.com/bandakallima

* Lembrando: Presente de Grego IV acontece hoje, sexta-feira (21/05) nas Quadras da UFMT, com entrada a R$ 5,00.
Posted by Maximiliano Merege Categories: Marcadores: , , , ,

Você sabia que o DIO sempre foi ótimo?!
Desde quando gravou os dois primeiros singles com a banda "Ronnie Dio & The RedCaps", aos 16, e quando gravou vários singles com o "Ronnie Dio & The Prophets", ele já se mostrava um cantor acima da média, podendo ser comparado (ao seu tempo) com caras como Roy Orbinson e Mike Love (Beach Boys). Seu caminho foi perfeitamente pavimentado durante a década de 60 até formar sua primeira banda "metaleira", a "The Electric Elves", que logo mais se tornaria apenas "Elf".
Depois disso, o resto todo mundo já sabe... Rainbow, Black Sabbath, DIO, Heven & Hell etc etc etc

Logo abaixo tem uns sons dele pra quem quiser conhecê-lo melhor e também se animar para namorar :D



RONNIE DIO & THE PROPHETS (foto) - Ronnie James Dio (vocais e baixo), Dick Bottoff & Nick Pantas (guitarras) e Tom Rogers (bateria).

Posted by CASTIEL BASS Categories:




Faleceu no último domingo (17) aos 67 anos, o ícone do heavy metal, Ronald James Padavona, mais conhecido pelos fãs como Dio. Nascido no dia 10 de julho de 1942 em Portsmouth, Estados Unidos, o cantor “tomou” o apelido do famoso e violento mafioso, Johnny Dio, morto em 79.

Um dos vocalistas mais ativos do heavy metal e um dos precursores dos famosos “chifrinhos” do gênero, Ronnie já passou pelas bandas Elf, Rainbow, Black Sabbath e Heaven & Hell, onde tocava atualmente. Com sua banda solo, fez discos clássicos e memoráveis (a trilogia Holy Diver, The Last Line e Sacred Heart prova isso). Querido do público brasileiro, Dio sempre era bem recebido no país com sua fiel legião de fãs.

Ronnie James Dio perdeu sua batalha para um câncer no estomago e vai deixar saudades, como um dos cantores mais importantes que já passaram pelo gênero.
Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: , ,



O grande dia se aproxima!!! Nessa próxima sexta-feira acontecerá nas Quadras da UFMT a quarta edição do "Presente de Grego IV", realizado pela OCT em parceria com o Centro Acadêmico de Química.

As atrações para o evento são das mais diversas, e variam desde intervenções poéticas, danças, discotecagens aos tradicionais shows! Das bandas (por ordem de apresentação): Mallord, Antiguidade Moderna, Tiasques, Pé-Rachado e Kallima.

A entrada ficará apenas ao valor de R$ 5,00 e o som iniciará as 20:00h com a discotecagem comandada por Nildo Rocker.

Vai perder essa?
Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: ,



Aguardem, nas próximas semanas mais informações...
Posted by Mikhail Baraniuk de Queiroz Categories: Marcadores: , , ,

POR FAVOR CAROS LEITORES , O CONTEÚDO DESTE POST NÃO TEM A INTENÇÃO DE OFENDER NINGUÉM, APENAS ADMIREI MUITO COMO ALGUNS REAGIRAM DIANTE DA CULTURA QUE CADA VEZ MAIS ESTÁ SENDO ENLATADA!

O video a seguir produzido por Felipe Neto, mostra sua revolta diante dos enlatados. A verdade pode doer um pouco, então se prepare para fortes emoções!!


Este é o video da "revolta dos fãs do restart". Este video simplesmente fixa o depoimento de Felipe. Acredito que o Brasil e a população tem muito o que se preocupar. Precisamos de saneamento cultural.


E para finalizar, você que ainda não conhece a banda restart, veja um clipe deles e entenda por que as crianças estavam tão revoltadas.


Pense bem que tipo de filho você quer no mundo pois eles podem muito bem destruir em um dia tudo o que demoramos anos para construir. Então mães e pais vamos revoltar por uma verdadeira causa, imagine todo esse gás contra as sacanagens do nosso sistema governamental.

Bandas vamos fazer algo que preste que seja por prazer ou não, mas por favor não dismoralizem aqueles que estão começando a vida agora, por que um "movimento" em sentido nenhum é como estar no chão tendo uma convulsão se debatendo até o fim.

Estou triste com estes materiais enlatados (mesmo gostando de outros tipos industrializados), e é por isso que estou no cavalo de troia, para me assegurar que um futuro certo ainda existirá em meio a este caos.
Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: ,



Hoje acontecerá uma festinha universitária no Bairro Boa Esperança (clique no cartaz e confira o endereço), puxada pelos estudantes do curso de história, que estão na Comissão Organizadora do Encontro Regional dos Estudantes de história, que acontecerá no segundo semestre desse ano. Branco ou Tinto é uma das atrações escaladas para o evento!

Pra quem estiver atoa pela cidade, sem dúvidas o evento é uma boa opção, tanto pela qualidade musical, quanto pelo preço - apenas R$ 5,00!
Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: , , , ,


A banda Tiasques vive uma nova fase, talvez a melhor, desde quando a banda surgiu, em 2006. A começar pela sua nova configuração: quarteto, formado por Bruno Rodrigues, Maykonn Sauder, Alessandro Gomes e Antonio Carlos. Muitas são as novas músicas inclusas no repertório e ainda uma porção está as vésperas de ser incluida! Entre estas, a banda destaca uma chamada "Super nova", que será gravada neste mês em um estúdio conhecido da cidade, e será preparada para o primeiro video-clipe da banda.

Quanto as apresentações, a primeira acontecerá nesse sábado, no lançamento do Video-clipe "Belo Filme de Terror" da banda Antiguidade Moderna, no Canelas Bar. Durante o evento, além da anfitriã, e a Tiasques, se apresentarão as bandas Males de Anto, Sinimbu Stricknick e Pé-Rachado.



Já na semana que vem, a banda participará da quarta edição do "Presente de Grego", evento organizado pelo coletivo cultural cuiabano "Operação Cavalo de Tróia". Este, acontecerá nas Quadras Externas das UFMT (Universidade Federal de Mato Grosso", e ao lado da Tiasques, as bandas Mallord, Antiguidade Moderna, Pé-Rachado e Kallima, também se apresentarão.

Durante o Presente de Grego, a banda também fará o sorteio de um Boné personalizado e uma Palheta Jin Dunlup 2.0. Mas só poderão concorrer ao sorteio, aqueles que acessarem a COMUNIDADE DA BANDA (clique no link), e deixarem seu nome próprio no tópico específico.

Enfim, para aqueles que estavam perguntando da banda, estão aí duas oportunidades de conferirem nosso trampo!


Fonte: Tiasques Blogspot

Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: ,



Amanhã no Cavernas Bar o som começará cedo, as 18h! Apenas duas bandas foram escaladas: Evil Church (Fortaleza - Ceará) e Diore (Cuiabá-MT). E o Cachorrão já informa:

"Este é o primeiro dos diversos shows que serão realizados neste horário (isso quando for SEXTA-FEIRA ou DOMINGO), assim facilitando para que as pessoas que trabalham no dia seguinte possam vir ao show numa boa, tendo em vista que o show irá rolar somente até às 23:00h.

Obs: O Caverna's já estará aberto às 18:00h servindo churrasquinho e caldo, portanto, pode-se vir direto do trabalho pro bar e aguardar o começo do show que iniciará pontualmente às 20:00h
".

Bom, você vai ficar em casa e perder essa?
Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores:



Gostou? (hehehe). Então participe e comente abaixo.
Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: , , , , ,

Faltam 10 dias para o Presente de Grego IV, que acontecerá nas Quadras Externas da UFMT, com entrada a R$ 5,00 e shows das bandas Mallord, Antiguidade Moderna, Tiasques, Pé-Rachado e Kallima. O evento começará pontualmente às 21:00h, e além dos shows, contará com discotecagens, performances teatrais e dança do ventre. Abaixo um video pra relembrar a primeira edição do evento, que aconteceu lá em 2008...


(por ordem de apresentação: Angústia, Self Help, Pleyades (atual Tiasques) e Zortin).
Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: , , , , ,



A banda Antiguidade Moderna tem a honra de convidar a todos os cuiabanos para o lançamento do seu primeiro video-clipe da canção "Belo Filme de Terror", que será neste sábado, no Canela Bar, a partir das 22:00h, com entrada apenas a R$ 3,00.

As bandas convidadas da noite são: Tiasques, Males de Anto, Sinimbu Stricknick e Pé-Rachado.

A produção do material ficou por conta da Heros Produções, e segundo os integrantes e produtores, o video já está sendo encaminhado para diversos festivais do país. As expectativas são das melhores possíveis!!!

Abaixo, alguns links para os internautas conhecerem um pouco mais do trabalho do A.M.:

My Space

Blog

Perfil no orkut
Posted by Bruno Rodrigues Categories:



Bom, como meu tempo ultimamente tem sido escasso, vou contar um pouco do que vi de movimentação no rock nesse último fim de semana. Tudo começou primeiramente na sexta, no “Branco ou Tinto convida”, que aconteceu no Blues Moto Bar. Bom, pra quem já foi lá, sabe que encontramos um ambiente agradável, com um som de qualidade, cerveja gelada, muita gente bonita e um som de primeira, ainda mais, pelo fato de estarem escaladas para noite quatro ótimas bandas (por ordem): Mallord, Males de Anto, Branco ou Tinto e Motor Fox. Tive o privilégio de curtir a noite até o show do B.O.T., mas antes vi alguns trechos da banda Mallord e da Males de Anto.

Mallord_ 7 de maio de 2010.

A primeira, é puro hard rock, com um vocal agudo e com ótima presença de palco, e um guitarrista bem AC/DC. Fizeram uma ótima apresentação! Depois, foi a vez da banda Males de Anto. Da mesma forma que a primeira, também fizeram um show muito legal, até com direito a cover do Radiohead.

Males de Anto_Branco ou Tinto Convida.


Depois, foi a vez da anfitriã. Já fazia algum tempinho que o Branco ou Tinto não tocava na capital mato-grossense e, como não podia deixar de ser, retornaram em grande estilo! Das músicas que vi e que mais me chamou a atenção no show, foi “O amor caiu em desuso”. Durante a apresentação do BOT, o público aglomerou a frente do palco! Massa demais!

"O amor caiu em desuso" (Branco ou Tinto_7 de maio de 2010):


No dia seguinte eu, juntamente com alguns colegas da OCT, nos deslocamos ao Clube Feminino, a fim de panfletarmos o Presente de Grego do próximo dia 21 de maio, onde aconteceria o “Art Underground”, edição de comemoração de 11 anos de existência do evento/produtora. Bom, o que dizer no geral? Estrutura de som e iluminação de palco fodástica, um público de aproximadamente 800 pessoas, e shows destruidores. Fiquei surpreendido com uma banda mato-grossense, chamada Tombostone. Som redondo e violentíssimo! Parabéns aos organizadores!

Chegando domingo e encerrando o fim de semana, foi a vez da terceira edição do VMF (Venial Mosh Fest), organizado por Fábio Boretti e cia. Quando cheguei quem estava no palco era a banda Stay Away. Fiquei surpreso com a ótima evolução da banda, do Festival Proclama Rock, pra cá. Agora é um power-trio, bem ensaiado e novamente meu destaque vai para Olívio, o baterista. Após Stay Away tive oportunidade de ver outra ótima banda da cena, chamada Lufordi. Também é um power-trio, com um ótimo baterista (parece que tem apenas 16 anos!), um guitarrista virtuoso e um vocal concentrado, além da boa presença de palco dos três integrantes – coisa de banda grande mesmo! Parabéns rapaziada, vocês estão no caminho certo!

Lufordi_3° VMF.


Após o show do Lufordi, foi a vez de Males de Anto, que na minha opinião, fez sua melhor apresentação nesse ano, até o presente momento. Além de tocarem várias músicas próprias, todas bem ensaiadas, mandaram alguns covers de bandas como Los Hermanos (essa é a cara da banda...), Kings Of Leon e The Cure. O destaque da banda, sem dúvidas, foi para Caio B., que conseguia cantar perfeitamente sincronizado com os arranjos que o mesmo fazia na guitarra. Depois do Males, tive que dar uma saída, mas nesse meio tempo, rolou Lexial. Quando voltei, já estava no palco uma das bandas mais experientes da cena, Fuzzly, formada por Dark (voz/guitarra), Rafael (bateria) e Michael Fabrício (baixo). Show violento! Pra mim, o melhor da noite! Uma mistura de lisergia com um Stoner da melhor qualidade. Quem não foi, perdeu! E fechando a noite, Kallima, banda muito bem ensaiada, com um ótimo baterista, músicas concentrados e velozes e também um vocal presença. Durante o show várias pessoas cantavam com a banda suas músicas. Bacana ver essa interação!

Galera de sexta no Blues Moto Bar.


Enfim, essa última semana foi uma das mais movimentadas do ano, com evento em vários lugares e, certamente, quem ganha com isso são todos – bandas, produtores e público. Tomara que fins de semana como esse se repitam no decorrer desse ano!

E lembrando... daqui 10 dias (21 de maio, sexta), vai rolar o PRESENTE DE GREGO IV, na UFMT, nas Quadras Externas, a partir das 21:00h. A entrada ficará apenas ao valor de R$ 5,00. Não percam!!!

Posted by Maximiliano Merege Categories: Marcadores: , , , , ,

The Shocking Blue


Certa vez, há mais de um ano atrás publicamos aqui uma matéria especial sobre o indo-rock, e por incontáveis vezes o famoso país das Terras Baixas foi citado por aqui.
Pois bem, hoje esta coluna volta novamente suas atenções para a Holanda já que, bem ou mal, o rock daquela área é uma constante em nossas vidas, haja vista sua influência em boa parte das coisas que curtimos, seja na música do eterno Nirvana, seja em algum filme do Tarantino.



RECAPITULANDO...

THE TIELMAN BROTHERS


O rock holandês nasceu de fato graças aos jovens de origem indonésia que, à sua maneira, combinavam o kratchang (um tipo de música regional indo-malaia) com o blues norte-americano de que eram fãs e muita surf music instrumental, para fazerem um tipo visceral de rock que só seria (re)descoberto pelo mundo nos tempos da internet e do youtube (vide o caso dos video-clipes dos Tielman Brothers).



THE NEDERBEAT

É claro que por lá existiam bravos rockeiros como Peter Koelewijn e as Melody Sisters, que faziam rockabilly em holandês, mas foram mesmo os bravos indonésios que literalmente fizeram o rock incendiar por aqueles prados. Já na metade dos 60, como a cena indo rock ia se enfraquecendo, as bandas passavam a ceder o talento de seus músicos para uma cena que então surgia, a Nederbeat, cujo epicentro se deu na cidade de Den Hague, de onde aliás, emergira a maior parte das bandas de indo-rock. No entanto, o grande difusor de toda esta cultura alternativa foi a radio Veronica, um rádio offshore que funcionava a partir de um barco ancorado há várias milhas da costa holandesa, e que rodava tudo o que as rádios legalizadas do continente não rodavam.
Dos nomes que mais se destacaram nesta cena, alguns nos são até bem conhecidos. A saber...



OUTSIDERS


Liderada pelo cantor Wally Tax, foi primeira banda da cena a alcançar alguma projeção fora dos Países Baixos. Emplacaram clássicos como Lying all the time, Keep on trying e Touch. Reuniram-se em 1997, após vinte e sete anos. Por diversas vezes, Kurt Cobain tentou encontrar-se com seu ídolo Wally Tax, mas por conta das agendas de ambos, isso nunca se concretizou. Tax morreu em 2005.





Q65


Figurinha fácil em todas as coletâneas de rock holandês, o Q65 ganhou notoriedade por seu som rápido, cru, preciso e extremamente bem trabalhado. Reunem-se frequentemente para tocar nos mais diversos lugares da holanda. Destaque especial para as músicas "The Victor", "I Despise You", "The Life I Live" e "Ann". São amados e respeitados pelas mais diversas correntes sonoras da Holanda, desde os irmãos Van Hallen até os psychobilly do Batmobille e dos Cenobites, passando pelo punk dos Bambix.



GOLDEN EARRINGS


Esta foi a primeira banda a emplacar nas paradas da Inglaterra e dos Estados Unidos, e continua na ativa até os dias de hoje. Começaram com o single "Please, Go" em '65, e sucederam com "That", "Dong Dong Diki Digi Dong" e outras tantas. Nos anos '70, "Radar Love" tornou-se o seu carro chefe.





SHOCKING BLUE


Certamente a mais lembrada da bandas da cena. Iniciaram como um quarteto masculino e gravaram apenas um disco nesta formação. Em seguida, após recrutarem a cigana Mariska Veres como sua crooner, a carreira da banda deslanchou! "Venus", "Send Me A Postcard", "Waterloo" e "Love Buzz" (a mesma que o Nirvana regravou) são apenas alguns de seus inúmeros hits. Infelizmente, em 2006, Mariska Veres passou para o outro lado, mas legou sua influência a tantas outras cantoras que o rock haveria de produzir nos anos seguintes.





GEORGE BAKER SELECTION


Quem assistiu o filme "Cães de Aluguel", de Quentin Tarantino, certamente se lembrará da música de abertura em que todos os personagens eram apresentados. Era "Little Green Bag", cantada por Johannes Bouwens, ou simplesmente George Baker, que também emplacou no começo dos '70 pérolas kitch do sunshine pop como "Una Paloma Blanca" e "Fly Away Little Paraguayo".


THE HUNTERS

Eis a banda onde o guitarrista Jan Akkerman (Focus) começou suas atividades. Aliás, alguém se lembra que ele já veio tocar em Cuiabá?! É uma pena que a divulgação pífia e a curadoria precária das bandas para abertura de seu show, tenham contribuído para seu esquecimento entre nós. Uma lástima, já que se trata de história viva do rock.


Outros nomes que também não poderíamos deixar de citar são: The Motions, Ro-d-ys, Bumble Bees, The Shoes, Les Baroques e Cuby & the Blizzards, entre tantos outros grandes; mas que por conta do espaço de hoje, ainda aparecerão em uma outra edição da coluna do Max.

Por hoje é isso, caríssimos. Semana que vem tem mais. Um grande abraço a todos e até lá!

+ + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + +

Artigo originalmente publicado no Jornal Folha do Estado, Cuiabá-MT, domingo, 09/05/2010.




+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

THE OUTSIDERS- Lying All the Time


Q65 - The Life I Live


Golden Earrings - Daddy, Buy Me A Girl


George Baker Selection - Little Green Bag


The Hunters - The Russian Spy and I


Shocking Blue


Materias

Comentarios

Sponsors