Posted by CASTIEL BASS Categories: Marcadores:

MAMONAS ASSASSINAS

Hoje se completa 14 anos que se foi uma grande banda brasileira , a Mamonas Assassinas foi uma banda brasileira de rock cômico, com influências de gêneros populares tais como forró, sertanejo, além de heavy metal, rock progressivo, música portuguesa e punk rock. Seu único álbum de estúdio, Mamonas Assassinas, vendeu mais de um milhão de cópias no Brasil,tornaram-se um grande sucesso com seu humor em meados dos anos 90,graças ao sucesso de temas como "Pelados em Santos", "Robocop Gay", "Vira-Vira","1406" e "Sabão Crá-Crá".Mas no auge de suas carreiras, os integrantes da banda foram vítimas de um acidente aéreo fatal.

Tudo começo em Em março de 1989, Sérgio Reoli,conhece Maurício Hinoto, irmão de Bento. Ao saber que Sérgio é baterista, Maurício decide apresentar o irmão, que toca guitarra. A partir daí, Sérgio conhece Bento e decidem criar uma banda. Na época, Samuel Reoli, irmão de Sérgio, não era "ligado" na música, mas de repente, se envolveu com a música e começou a tocar baixo. Sérgio, Samuel e Bento, então, formaram uma banda de rock chamada Utopia, especializada em covers de grupos como Legião Urbana, Titãs e Rush. Em um show, o público pediu para tocarem uma música dos Guns N' Roses, e como não sabiam a letra, pediu a um espectador para ajudá-los. Dinho voluntariou-se para cantar, em meio a vaias e com sua performance fez o público rir e ir a delírios, sendo aceito no grupo. Júlio Rasec, por intermédio do vocalista Dinho, foi o último a entrar em Utopia.

O passou a apresentar-se na periferia de São Paulo e lançou um disco que vendeu menos de 100 cópias. Aos poucos, os integrantes começaram a perceber que as palhaçadas e músicas de paródia eram mais bem recebidas pelo público do que os covers e as músicas sérias. Começaram introduzindo algumas parodias musicais, com receio da aceitação do público

Através de um show em uma boate em Guarulhos, conheceram o produtor Rick Bonadio. Decidiram, então, mudar o perfil da banda, a começar pelo nome, "Mamonas Assassinas do Espaço", criado por Samuel Reoli e reduzido para "Mamonas Assassinas"..

O acidente trágico

A aeronave havia sido fretada com a finalidade de efetuar o transporte do grupo musical para um show no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. No dia 1 de março de 1996, transportou esse grupo de Caxias do Sul para Piracicaba, aonde chegou às 15h45. No dia 2 de março de 1996,com a mesma tripulação e sete passageiros, decolou de Piracicaba, às 07h10, com destino a Guarulhos, onde pousou às 7h36. A tripulação permaneceu nas instalações do aeroporto, onde, às 11h02, apresentou um plano de vôo para Brasília, estimando a decolagem para as 15h00. Após duas mensagens de atraso, decolaram às 16h41. O pouso em Brasília ocorreu às 17h52.A decolagem de Brasília, de regresso a Guarulhos, ocorreu às 21h58.

Na descida, cruzando o FL 230, a aeronave de prefixo PT-LSD chamou o Controle São Paulo, de quem passou a receber vetoração por radar para a aproximação final do procedimento Charlie 2, ILS da pista 09R do Aeroporto de Guarulhos (SBGR).

Logo após a aeronave apresentou tendência de deriva à esquerda,a aeronave prosseguiu até atingir um ponto desviado lateralmente para a esquerda da pista, com velocidade de 205Kt a 800 pés acima do terreno, quando arremeteu.A arremetida foi executada em contato com a torre, tendo a aeronave informado que estava em condições visuais e em curva pela esquerda, para interceptar a perna do vento. A torre orientou a aeronave para informar ingressando na perna do vento no setor sul. A aeronave informou "setor norte".No prolongamento da perna do vento, no setor Norte, às 23h16,o PT-LSD chocou-se com obstáculos a 3.300 pés, no ponto de coordenadas 23º25'52"S 046º35'58"O. Em conseqüência do impacto, a aeronave foi destruída e todos os ocupantes faleceram no local.


Dinho (Alencsander Alves ) – vocal

Bento Hinoto (Alberto Hinoto ) Gutarra , violão e vocal

Júlio Rasec (Júlio César ) Teclados

Samuel Reoli (Samuel Reis de Oliveira ) Baixo

Ségio Reoli ( Sérgio Reis de Oliveira ) Bateria








1 Comentario para 14 anos de ausência

Anônimo
3 de março de 2010 15:36

Realmente os caras marcaram uma geracao!

Curti pra caramba o som dos Mamonas..pra mim foram os primeiros a fazer um som de sacanagem no Faustao! hehehe


Tenio
WWW.MYSPACE.COM/BASEOCULTA

Materias

Comentarios

Sponsors