Previous Next
  • MAPA DO OPERAÇÃO CAVALO DE TRÓIA:

    O Operação Cavalo de Tróia" é dono de um imenso acervo relacionado ao rock, onde são encontradas matérias relacionadas a artístas, documentários, filmes e obras literárias. Além disso, o internauta poderá acompanhar a agenda de eventos culturais que acontecem em âmbito regional (Mato-Grosso), como em âmbito nacional. Para ficar por dentro do acervo e programação, acesse a "barra de pesquisa", ou clique nos respectivos marcadores

  • Tiasques

    Ufos, barricadas, anarquia, a mente humana e seus mistérios. Eis um resumo do que vem a ser o Tiasques, banda formada em maio de 2006 em Cuiabá-MT, e que de lá pra cá vem ganhando novos fãs e trilhando seu caminho com canções autorais. Saiba mais sobre a banda no www.myspace.com/tiasques

  • Base Oculta

    Banda cuiabana formada por Tenio e Dinho Moura, Augusto, Caio B. e Jósa Souza, cuja origem data de Agosto de 2003, adepta da vertente Pop Rock. Em dezembro de 2010 lançou o CD "Vamos Nessa", que pode ser conferido no www.myspace.com/baseoculta

  • Cavernas Bar

    Cavernas Bar se trata da casa mais famosa e prestigiada na cena rock/metal cuiabana. Em torno de uma década consagra a noite cuiabana com programações semanais, onde se revezam no palco bandas locais, nacionais e até de outros países. Está localizada no Centro de Cuiabá (MT), na Av. Barão de Melgaço, em frente ao Restaurante Popular..

Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: ,

Saudações a todos (as)! Sei que andam recebendo trocentas mensagens e correntes do natal para cá, mas não se preocupem que esta não é mais uma delas... Escrevo por um único motivo: relatar o quanto está sendo diferente para mim este fim de ano em relação ao que foi ano passado. Os meus amigos (as), colegas e familiares que fizeram parte da minha vida no ano passado, sabem do que falo... Naquela ocasião, numa viagem de fim de ano, voltei a Cuiabá com “dengue hemorrágica”. A mesma em questão de dias me derrubou, literalmente, a ponto de ser internado em U.T.I., com apenas 17000 plaquetas no sangue (qualquer ser humano sadio deve ter no mínimo 100000). Precisei de ajuda com doações de sangue e para minha felicidade, recebi muito mais do que imaginei, a ponto de ajudar até mesmo àqueles que estavam internados na mesma ala com o mesmo problema – dengue... Nesses dias houve uma verdadeira mobilização, puxada de vários lados, por telefone, msn, orkut, e-mails, etc. Depois de algumas semanas sai do hospital e de mais algumas semanas voltei às minhas atividades normais. Entretanto, como estava concluindo um mestrado e entrando no ‘mercado de trabalho’, acabei não escrevendo nem mesmo uma nota de agradecimento. Mas sinto que esta não poderia esperar um novo ano, e aqui estou, para agradecer a todos vocês que me deram forças, que mandaram mensagens positivas e que torceram para que eu vencesse a dengue...

Ano passado, exatamente no mesmo dia, estava internado, com bolsas de soro sendo injetadas nas veias. Hoje a situação é completamente contrária, pois estou cheio de saúde e feliz por continuar participando da vida daquelas pessoas que amo e quero bem. Fico feliz também por ter algum valor a estas e agradeço às mesmas todo apoio e suporte que têm me dado. Enfim, termino por aqui desejando que todas tenham uma ótima virada de ano e um próspero ano novo.

Cordialmente,

Bruno Pinheiro Rodrigues (Vocalista e tecladista da Tiasques).

* Dedicatória a todos (as) os internautas que acompanham o blog e à "fraternidade cultural", que é a OCT:


Cuiabá, 31 de dezembro de 2010.
Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: ,



O ano de 2010 foi muito bom para o rock cuiabano e especialmente para nós, bandas que compõe a OCT. Grosso modo, 2010 foi um ano de diálogo e crescimento mútuo entre diferentes agentes na cena cuiabana em prol do bem geral. De maneira específica, experimentamos maior cuidado e profissionalismo em nossas ações, para chegarmos a alguns diagnósticos que divulgaremos na Retrospectiva geral do ano.

De qualquer modo, não poderíamos passar em branco e deixar de saudar a todos que participaram - direta ou indiretamente - e contribuíram para o sucesso não somente das nossas ações, mas para o crescimento do rock cuiabano. Quando iniciamos o ano tinhamos como maior objetivo promover tudo que estivesse relacionado ao rock e impulsionar o seu progresso. Chegamos ao final desse período e com muita alegria, apesar das imensas dificuldades, constatamos algumas evoluções, como o calendário unificado do "Mês do Rock" (Julho) e a realização do Festival Proclama Rock.

Dessa forma, desejamos um próspero ano novo a todos e registramos nossa vontade de prosseguir, impulsionar e divulgar, mesmo com todas as nossas limitações, o rock local. Um grande abraço a todos (as) e nos vemos no próximo ano!
Posted by Maximiliano Merege Categories: Marcadores: , , ,

Hoje, dia 25 de dezembro, Lemmy Kilminster faz 65 anos!

Rockin Vickers - It's Allright


Hawkwind - Motorhead (versão Original, com Lemmy cantando!)


Motorhead - Louie Louie


Motörhead - Dr. Rock


Motörhead - Going to Brazil & Overkill (Vieilles Charrues)


Motörhead - Ace Of Spades


Motörhead - God Save The Queen


The Head Cat - Crossroads


Ramones + Lemmy - R.A.M.O.N.E.S.
Posted by Maximiliano Merege Categories: Marcadores: , ,

TOY DOLLS - Dig That Groove, Baby


DOWNLOAD



Easter Sucks! X-mas Rules


01. Ultima Thule - Rockin´around the christmas tree
02. Heroes - I saw mommy kissing Santa Claus
03. The Jinx - Det är inte snön som faller
04. Ultima Thule - Tack och go´jul
05. Greedy - Ännu en jul
06. Heroes - Mössens julafton
07. Ultima Thule & Andere - Mössens julafton
08. The Jinx - X-Mas SKA (Uffe beauty)
09. Ultima Thule - Tomtarnas julnatt
10. Blind system - Christmas medley
11. Ultima Thule - Frosty the snowman

DOWNLOAD



A CHRISTMAS GIFT FROM PHIL SPECTOR


1. Darlene Love - White Christmas (2:56)
2. The Ronettes - Frosty the Snowman (2:20)
3. Bob B. Soxx & The Blue Jeans - The Bells of St. Mary (2:59)
4. The Crystals - Santa Claus Is Comin' to Town (3:28)
5. The Ronettes - Sleigh Ride (3:06)
6. Darlene Love - Marshmallow World (2:27)
7. The Ronettes - I Saw Mommy Kissing Santa Claus (2:41)
8. The Crystals - Rudolph the Red-Nosed Reindeer (2:34)
9. Darlene Love - Winter Wonderland (2:30)
10. The Crystals - Parade of the Wooden Soldiers (2:58)
11. Darlene Love - Christmas (Baby Please Come Home) (2:50)
12. Bob B. Soxx & The Blue Jeans - Here Comes Santa Claus (2:07)
13. Phil Spector and Artists - Silent Night (2:10)

Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: ,




Nesta sexta, 17/12/2010, temos duas bandas da mais alta qualidade, se apresentando no Cavernas Bar (Bar do Cachorrão), situado à R. Barão de Melgaço, 3146, Centro, Cuiabá.

Lady Murphy apresenta covers de grandes sucessos do rock internacional, como Whitesnake, Deep Purple, Iron Maiden e Rush. Na voz lead: Leocádia Pio. O trio instrumental é formado por: Leon Pio (guitarra), Osvaldo Tancredo (baixo) e Iuri Gomes (bateria).
Tocandira tem um trabalho instrumental essencialmente autoral, formado por 3 dos melhores músicos de cuiabá, baseado no estilo 'fusion' (uma mistura de jazz com rock progressivo). Os músicos são: Danilo Bareiro (guitarra), Wellington Andrade, o Berê (baixo) e Eder Uchôa, o Frog (bateria).
R$ 7,00

FONTE: MEU PALCO
Posted by cavalodetroia.blogspot.com Categories: Marcadores:


A Atea (Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos) veicula a partir de hoje campanha publicitária para dizer que Deus pode não existir.

As peças de propaganda, com frases como "Religião não define caráter" e "A fé não dá respostas. Ela só impede perguntas", circularão em ônibus de Salvador e Porto Alegre por um mês.

"O prazo pode se estender, se tivermos doações", diz Daniel Sottomaior, da Atea.

A campanha teve início no Reino Unido em 2009 e se espalhou por outros países, com resultados distintos.

Nos EUA e na Espanha, a iniciativa deu certo, provocando a esperada polêmica. Na Itália, a veiculação foi proibida. Na Austrália, a companhia responsável por anúncios em ônibus se recusou a exibi-los.

Algo parecido aconteceu em São Paulo. Depois que conheceu o conteúdo dos anúncios, já após a assinatura do contrato, a empresa que os veicularia se negou a fazê-lo, alegando que a legislação proíbe temas religiosos. A Atea avalia a possibilidade de uma ação judicial.

Metade dos cerca de R$ 10 mil utilizados na campanha brasileira vem de pequenas doações e de recursos da própria instituição. A outra metade vem de um único doador paulista que prefere permanecer anônimo.

* Texto de Hélio SCHWARTSMAN
** FONTE: FOLHA
Posted by Maximiliano Merege Categories: Marcadores: , , , , ,



Costumaz frequentador da Coluna do Max, o guitarrista e cantor canadense Chris Murray voltou ao Brasil pela quarta vez.

Murray fez shows por importantes cidades Brasileiras - São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasilia, Porto Alegre, Campinas, e obviamente garantiu um belo "soldout" de seus cedês, comercializados pela Radiola Records.

Resumindo um pouco a história, no finzinho dos anos 80 e primeira metade dos 90, ele liderou a banda King Aparatus, uma trupe especializada em tocar pelo gélido Canadá o calor da música jamaicana. Nos idos de 94/95, mudou-se para Venice Beach, um famoso bairro da ensolarada Los Angeles, onde passou a gerenciar shows de figurinhas carimbadas do gênero. Nesse meio tempo, munido de um simples gravadorzinho à pilha, gravou seu primeiro disco solo.

"O cara certo na hora certa" talvez seja a melhor maneira de exprimir como as coisas conspiraram de modo tão harmônico para seu sucesso, pois coincidentemente, no mesmo período em que se lançava na carreira solo, a Terceira Onda do Ska eclodia e artistas acústicos passavam a fazer a alegria das praias. Murray ganhou ambos os públicos e desde então tem corrido o mundo com uma série de shows pra lá de simples, sem parafernálias nem teclados ou pedaleiras digitais, apenas violão & voz, acompanhado por um baixo e uma bateria.

Fazer show acústico, qualquer um faz, mas ter a platéia na palma da mão já é um privilégio de poucos iluminados, e Chris Murray pode se dar ao luxo de ser um desses privilegiados.

Muito bem acompanhado por músicos da banda paulista Firebug, Murray não faz apenas um gig ou um show propriamente, mas conduz um verdadeiro baile, onde mesmo aqueles que não são tão chegados ao estilo ska/rocksteady/reggae, rendem-se à boa música e dançam fervorosamente, mesmo depois de fazerem calos nos pés. Suas canções, tanto na construção musical quanto na composição das letras conseguem ser tão simples que mesmo aqueles que não conhecem, aprendem a cantar na hora.

Mas afinal, o que isso teria a ver com nossa cena?! Muito a ver... primeiro por ser algo culturalmente próximo à nossa realidade e facilmente "tocável"; depois porque prolixidade é algo dispensável, já que conhecimento técnico deve ser um aliado que vem com o tempo, e não um meio de exibicionismo. Tudo bem que para muitos dos amigos que lêem esta coluna isto possa soar como uma alfinetada, mas é fato: a simplicidade, tanto na música como em toda e qualquer forma de expressão cultural, só tem a engrandecer uma cena; e um show de Chris Murray é a prova viva de que isso é possível!

Ademais, por trás de um grande músico, tem sempre uma grande pessoa. Ao contrário de inúmeros "superstars", Senhor Murray, apesar de toda a estrada percorrida e de colecionar milhões de fãs pelo mundo, é o tipo do sujeito com quem é possível tomar uma cerveja e discutir coisas simples como o tempo, os últimos discos que comprou, os livros que leu ou os filmes que assistiu.

Por hoje é isso, caríssimos amigos. Até a próxima!

Agradecimentos: Radiola Records e Criolina Produções.


+ + + + + + + + + + + + +

Material originalmente publicado no Jornal Folha do Estado, Cuiabá-MT, domingo, 12/12/2010.


Posted by Maximiliano Merege Categories: Marcadores: , , , ,


EVIL CONDUCT – Rule O.K. (Randale, Germany)
Rule O.K. mostra que apesar dos mais de 25 anos de carreira, a banda holandesa Evil Conduct continua sendo o maior expoente do streetpunk mundial. Paladinos da luta antifascista, trazem um disco com pesos e fúria na medida certa. “Arroz de festa” entre punks, ois, metaleiros, esqueitistas e surfistas também. Destaque especial para as faixas: “Home, Sweet Home” e “One Of The Boys”.
MYSPACE
OUÇA "THE WAY WE FEEL" (2009) e "RULE O.K." (2010)





BASE OCULTA – Vamos Nessa (Do Próprio Bolso Ltda)
Primeiro cedê full-lenght da banda Cuiabana Base Oculta, lançado na última semana. Tenio, Dinho, Caio, Guto e Josa, trazem o pop rock tal qual deveria ser e com ecos dos tempos em que no Brasil se produzia bom material. Fortemente influenciado pelo histórico rock brasiliense com pitadas consideráveis dos “gauleses irredutíveis” do Sul. http://www.baseoculta.com.br




DJAVAN – Aria (Biscoito Fino)
Constantemente assassinado a troco de poucos níqueis, nos barzinhos da vida por todo território nacional, desta vez Djavan vai à forra e presta sua mais que justa homenagem a deuses de MPB e da música universal. São canções de Paulinho da Viola, Cartola, Caetano, Tom Jobim e até mesmo Charlie Chaplin. Com este disco, o mestre empresta todo seu talento e sua alma a aqueles que tanto lhe inspiraram.
Ouça "ARIA"
Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: ,



Pra quem vai subir à Serra (de Cuiabá para Chapada dos Guimarães) na virada de 2010 para 2011, terá uma opção cultural de qualidade: curtir o trabalho autoral do mato-grossense Welligton Berê na CAFUA. Este, na ocasião, estará pré-lançando o CD "Groove no Mato".

Informações sobre o evento podem ser obtidas nos telefones 99980134/ 81332066 ou no site www.cafua.art.br
Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: , ,


(Clique no cartaz para melhor visualizar)


Evento de encerramento do ano de 2010 realizado pela banda VENIAL que convida todos os punk's, rocker's, grinder's, headbanger's, skater's para comemorar este que é o maior e mais importante evento "street" deste ANO. Com comemoração especial de 1 ano da Mosh Style Crew.

Back To The Fromtiline acontecerá neste sábado no Caverna's Bar a partir das 20:00h e contará com as bandas: Malevah, Black Mirror, Kallima, Zortin, Lopes, Zagaia e VENIAL.

Os ingressos antecipados podem ser adquiridos na Megasom por R$ 8,00. Na hora o convite individual custará R$ 10,00. Abaixo confira o VT do evento:



Apoio:
VIDEOCAOS, GRAFICA ATALAIA, MOSH STYLE, LEBRINHA AGUA MINERAL, MUNDORAMONA, SOLLOS STUDIO, MEU PALCO, FOLHA DO ESTADO, OCT, NOISE MESMO DISTRO.

VAI PERDER???
Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: ,




Após a realização de 4 edições bem sucedidas, chegou a hora da SEDA voltar a acontecer em Cuiabá, para seu 5º ano, com oficinas, mostras, debates e... festas! O evento será realizado de 13 a 19 de dezembro, pela Próxima Cena, Espaço Cubo e Circuito Fora do Eixo, tradicionalmente no MISC - Museu de Imagem e Som e na Casa Fora do Eixo.

Neste ano, o projeto, assim com o Grito Rock que começou em Cuiabá, foi exportado para outros cantos do país. Sendo assim, a Semana do Audiovisual aconteceu também em Santa Maria/RS (realização Macondo Coletivo), em Bauru /SP (Enxame Coletivo) e em Boa Vista/RR (Coletivo Canoa Cultural). Essa expansão reafirma a importância do projeto naturalmente cuiabano e sua viabilidade em outros estados. Outra afirmação do sucesso da iniciativa é a aprovação no Prêmio MicroProjetos da Amazônia, que apoia a edição de Cuiabá esse ano.

A formação audiovisual é um dos pilares da SEDA, já que a capacitação de profissionais e interessados no setor possibilita que ela seja uma ação cotidiana que renova e potencializa a cena local. Assim, a Semana do Audiovisual contará com uma oficina que abordará desde questões teóricas e técnicas à prática em si, culminando nos oficinantes produzindo seus próprios vídeos!


Além disso, os debates que compõem a programação desse ano refletem a preocupação do evento com as questões políticas e a com a articulação local do audiovisual. Para isso teremos o MIC - Mídias Integradas Cuiabanas, a Cufa, a ABD MT, e o Clube de Cinema Fora do Eixo como parceiros para os debates.

Já a mostra da SEDA, em parceria com a DF5 (Distribuidora de Filmes Fora do Eixo) e os coletivos Macondo (SC), Massa (SP), Difusão (AM), Espaço Cubo (MT) e Tintin Cineclube (PB), trará um panorama do audiovisual nacional, com programações regionais em cada dia e finalizando com a produções do próprio evento.

E para fechar a programação, nada melhor que os tradicionais Pacotinhos de SEDA, que acontecerão no final da semana na Casa Fora do Eixo! Entre as atividades temos uma edição história do Shake Shake Ur Ass, festa que nasceu dentro da SEDA e tem acontecido durante o ano inteiro, chegando ao seu aniversário de um ano.

Os eventos são abertos e gratuitos. Para parcitipar, basta aparecer! Para oficina é preciso também preencher a ficha de inscrição, disponível aqui. Aliás, não se esqueça colocar a sua contrapartida em Cubo Cards para oficina!
Clique aqui e se inscreva na 5ª SEDA

Confira o VT do SEDA 2010:


Fonte: Blog SEDA
Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: , , , ,



Está tudo preparado para o lançamento do segundo CD da banda Base Oculta, intitulado "Vamos nessa". Além do show do B.O., Branco ou Tinto e Tiasques foram escaladas para a programação do evento, que tem como previsão iniciar às 22:00h.

O convite antecipado, que pode ser tanto adquirido no Letras & Músicas, quanto com os integrantes das respectivas bandas, custa apenas R$ 5,00. Na hora vai sair a R$ 7,00.

Entretanto Pub, pra quem ainda não conhece, fica localizado na Av. Isaac Póvoas, centro de Cuiabá (antigo Rush e Brooks) e recentemente tem aberto espaço para bandas de rock da capital.

Vamos nessa?
Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: , , ,



Começou terça no SESC Arsenal a Mostra de Música 2010, que conta com diversas oficinas e espetáculos. Todas as oficinas começam diariamente às 20:00 e você pode fazer sua inscrição doando 1 litro de leite.

Um dos espetáculos é a mostra dos compositores selecionados para a edição 2010. Nós fomos selecionados com a música "Presente de Grego" e o espetáculo será no sábado, às 20:00 no Teatro do SESC Arsenal com entrada franca. Essa é com certeza mais uma conquista muito importante para nossa carreira, pois nossa música já entrou para a coletânea estadual do SESC.

Estamos concorrendo com outros 9 selecionados, e a melhor canção vai entrar para a coletânea nacional do SESC. O júri será composto por 2 votos profissionais e 1 voto popular, portanto a sua presença é muito importante para nos dar uma força.

Como um dos votos é do público, estamos fazendo uma promoção para nossos fãs. Os primeiros 20 fãs que chegarem ganharão camisetas e CD's. Não fique de fora e venha votar em nós.

Fonte: Assessoria de Imprensa BOT.
Posted by Maximiliano Merege Categories: Marcadores: , , ,

BASE OCULTA: Dinho (bateria), Tenio (voz), Guto (guitarra), Caio (guitarra/voz) e Jösa (baixo)

Após 7 anos de atividades e prestes a lançar "Vamos Nessa", seu segundo cedê (primeiro "full-lenght"), a banda cuiabana Base Oculta tem conquistado um público cada vez maior e ganhado destaque por onde passa. Em um batepapo com o vocalista Valtenio Moura de Oliveira, ou simplesmente Tenio, conseguimos ter acesso a uma série de informações privilegiadas e também conhecer mais sobre a B.O.

MAX: Primeiro de tudo, como e onde surgiu o nome Base Oculta?

TENIO: eu e meu irmão Dinho sempre curtimos tocar e jogar videogame. Lá por 2002 ou 2003 já tocávamos juntos, mais como banda de churrascada de família (risos). Mas aí resolvemos que dava para levar mais a sério aquilo, então tiramos o nome do jogo Counter Strike, pois bastava ter uma base oculta para nossas chances aumentarem consideravelmente.

M: 7 anos, um epê e um full-lenght. Não sente que é pouco?

T: É pouco, sim! Mas sinto que esse é o nosso momento. Nossa cabeça já não é mais de quando a banda começou. Tivemos vários hiatos e por conta de nossas vidas profissionais e pessoais, acabávamos não conciliando as coisas como gostaríamos. Hoje, além de estarmos mais maduros, também temos a nosso favor uns caderninhos cheios de composições novas e a melhor formação da banda.

M: Melhor formação? Explica melhor isso aí...

T: Antes de qualquer coisa, é bom frisar que todos que passaram pela B.O. deixaram sua marca, já que 80% desse pessoal é gente que cresceu com a gente, a molecada do bairro mesmo; logo, mesmo não estando na estrada, eles serão sempre nossos companheiros de banda. Quanto ao “trio maravilha”, a gente se conhece das reuniões da OCT. O Guto e o Caio (guitarras) mais o Josa (baixo) estavam sempre na área, prontos para tudo. Como suas então bandas não passavam por bons bocados, eu e o Dinho vimos neles os caras certos, pois além de serem gente finíssima, são grandes músicos também.

M: Quais as influências da Base Oculta?

T: Basicamente, a base da Base é rock oitentista, tanto nacional quanto gringo, principalmente new wave, pós-punk, powerpop, rock de Brasília, rock gaúcho, vanguarda Paulista, os antigos do Ira!, Paralamas, Titãs etc. Quanto às demais, a gente ouve de tudo, desde viola pantaneira até pop japonês, passando por punk clássico e hardrock antigão.

M: Parece que as bandas daqui não se preocupavam com o figurino e ao que tudo indica a B.O. tem dado uma atenção maior para esse lado. Isso é algo natural ou proposital?

T: Acho que os dois. Naturalmente, todos aqui são verdadeiros gentlemen, mas a gente pecava na hora de se apresentar ao vivo. Temos primado muito por essa parte visual. O palco e o público são sagrados e a apresentação é uma ocasião pra lá de especial! Não tem cabimento a gente ir tocar com a mesma roupa usada no ensaio.

M: Em termos visuais, quem você citaria da cena cuiabana?

T: Primeiro vem um pessoal mais velho e "de responsa" como o Guapo e os Viralatas; depois vem amigos da gente como o Branco Ou Tinto (quem não lembra do blazer verde, italiano, do Welliton?), o Eduardo Lamark (nosso Sinatra Pantaneiro), o Marcelo Pérrachado (que a cada dia inventa uma moda), a Leocádia Pio (que exala elegância), e por que não o povo metaleiro em geral? Afinal, eles se esmeram bastante para encarnarem seus personagens ao vivo.

M: Como vai ser o lançamento do cedê?

T: A gente resolveu dividir em dois momentos: uma festa e um lançamento virtual. A festa vai ser dia 10, no Entretantos Pub, com a participação de nossos amigos e de todo o povo que apóia a gente. E o lançamento virtual vai rolar dois dias antes, no nosso site, pois 8 de dezembro é uma data que não pode passar batida no rock.

M: 8 de dezembro, como assim?

T: Não tem muito tempo eu estava folheando uns jornais velhos e achei uma das Colunas do Max. Você dizia que podia falar sobre a importância do 8 de dezembro, mas achou melhor comentar sobre os 60 anos do Tom Waits, já que o aniver dele é dia 7 (risos). Bem, é só entrarem em nosso site – http://www.baseoculta.com.br - e conferirem alguns dos nomes de quem nasceu ou morreu no dia 8 e muitos fatos importantes também. Antes que eu me esqueça, o cedê vai ficar disponível para download no site só no dia 8, inteirinho! Será nossa singela homenagem ao dia.

M: Considerações finais...

T: Valeu Max, Lidiane e todo o povo do jornal pela força. Espero todos dia 8 no site e dia 10 lá no Entretanto’s.


+ + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + +

Entrevista originalmente publicada no Jornal Folha do Estado, Cuiabá-MT, domingo, 05/12/2010.




Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: , , , , ,



Àqueles que apreciam o trabalho das bandas Base Oculta, Branco ou Tinto e Tiasques, terão mais uma oportunidade de as presenciarem no dia 10 de dezembro, no Entretanto Pub, quando Base Oculta estará lançando em primeira mão o seu segundo álbum intitulado "Vamos nessa". O trabalho é resultado de diversas parcerias e tem sido produzido nos últimos três meses pela atual formação da banda que conta com Tenio Moura, Jósa Souza, Guto, Caio B. e Dinho Moura. Abaixo o teaser do CD (trechos de versões pré-mixadas):



Os ingressos antecipados estão saindo ao valor de R$ 5,00 e podem ser adquiridos no Letras & Músicas. Quanto ao Entretanto Pub, este é mais um espaço que tem aberto espaço para bandas de rock na capital e para que vire é preciso que todos (as) dêem uma força, comparecendo e prestigiando a programação! Para quem ainda não sabe, Entretanto Pub está localizado na Av. Isaac Póvoas, em frente ao Letras & Músicas (antigo Rush). Vamos nessa?
Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: ,

Back To The Frontiline AVATAR...

Mais um grande evento agendado para Dezembro! Este contará com as bandas Venial, Lopes, Zagaia, Zortin, Malevah, Kallima e Black Mirror. Os ingressos antecipados já podem ser adquiridos na Megasom pelo valor de R$ 8,00. Back To The Frontiline acontecerá no Caverna's Bar, a partir das 20:00h. Abaixo confira o video promocional:

Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: ,



Dia 11 de Dezembro no bar mais underground da cidade, o Caverna's Bar, a banda LOPES lançará o seu segundo CD. Além do show super-requisitado da mesma, foram convidadas para participarem da ocasião as bandas Black Mirror, Venial, Anhangá, N3CR e Branco ou Tinto. O evento iniciará às 21:00h e a entrada ficará apenas R$ 10,00. Ou seja, não tem como deixar de prestigiar esse evento, que além de contar com algumas das melhores bandas da capital mato-grossense, está bem em conta.

Pra conhecer um pouco mais da história e trabalho do LOPES, acesse MY SPACE LOPESROCK

Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: , ,



O Festival Calango 2010 começou ontem, na Zum Zum Bar Disco e Casa Fora-do-Eixo, e se estenderá até domingo. A proposta desse ano é que o evento aconteça simultaneamente em diversos locais: Caverna's Bar, Garage Clube, Casa Fora-do-Eixo e Praça das Bandeiras (palco principal). Na Praça das Bandeiras, a entrada é gratuita, mas os interessados devem retirar o ingresso antecipado nas Lojas Tonon. A programação nos demais locais nos dias 26, 27 e 28/11 iniciarão em torno das 23:00h. E hoje a programação no palco principal do Festival contará com uma verdadeira lenda do rock nacional: "Júpiter Maçã". Abaixo, pra quem não o conheço, uma breve release:

"Ex TNT e Cascavelletes, o ainda muito jovem Flávio Basso começa sua incursão solo pelo folk sob o pseudônimo de Woody Apple. Porém em pouco tempo já estaria eletrificando seu som, transformando-se em Júpiter Maçã. Um ano após, gravaria o seu primeiro álbum, o psicodelíssimo “A 7a Efervescência”, uma estrondosa estréia no final de 1996, ganhando grande destaque nos principais jornais culturais do Brasil. Trazia com ele, como compositor original, entre outros, clássicos como “Um lugar do caralho” (gravado por Wander Wildner) e Miss Lexotan 6mg Garota (gravado pelo IRA!, em 1999), gerando também incontáveis bandas emergentes que o elegem por unanimidade O MESTRE!!! Com o passar da década seguinte, o disco foi eleito o maior e mais expressivo disco de rock do Sul do Brasil de todos os tempos e também entre os 100 maiores álbuns de música brasileira da história, pesquisa feita pela revista Rolling Stone. Em 1999 segue com o delicado e bossanovista “Plastic Soda”, premiado pela Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA), a partir dai passou também a assinar como Júpiter Apple. Assegurou ainda mais sua notoriedade entre aqueles que buscam o novo, a vanguarda e o fator eclético dentro de um conceito. Em 2002 lança o cultuadíssimo “Hisscivilization”. Paixão arrebatadora entre os fetichistas da música fin de siècle. Da uma respirada e homenageiam suas próprias raízes em “Bitter” (2007), com blues, folk rock e “músicas de pirata”. Em 2008 lança o já tão apreciado virtualmente “Uma tarde na fruteira”, lançado também na Europa pela Elefant Records. A obra, neo-tropicalista, celebra de ponta a ponta quase tudo que possa se entender por brasillis music, segundo a crítica alemã: “Uma adorável mistura de Mutantes, Tom Jobim, Tom Zé, The Beatles, Beach Boys, Caetano Veloso e outros mestres. Tudo isso com uma sonoridade anárquica acompanhada por flautas que lembram o aproximar dos cisnes ao lago”. A aura em torno do artista assim como em seus shows pode nos remeter por exemplo ao excêntrico mix de Françoise Hardy, Serge Gainsbourg, Marlene Dietrich, Frank Sinatra, Nico, Iggy Pop, atmosfera circenses soturnas, cabaret e pós punk. Júpiter Maçã é constantemente citado por artistas de renome nacional e internacional como referência. Sua essência criativa é imprevisível, instigante, magnética, elegante, vanguardista e genuinamente “sem fronteiras”. No ano de 2009, estréia com uma nova formação de banda (Thunderbird/baixo, Dustan Gallas/guitarra, Astronauta Pinguim/piano e órgão, Felipe Maia/bateria) e residindo em São Paulo, o Mr. Maçã lança o single “Modern Kid”, do qual já se pode conferir o clipe, que esteve concorrendo ao VMB deste ano na categoria videoclipe do ano, e apreciar o áudio no site da Trama Virtual. O ano de 2010 já começa consagrando mais uma vez a nova fase do artista, com a música “Modern Kid” entre as 25 melhores músicas do ano de 2009, eleita pela revista Rolling Stone. No início deste ano, gravando alguns preciosos singles e aprofundando-se no estudo do conceito do seu novo álbum, aproveita também para dinamizar performances com a formação responsável pelos shows na parte sul do país, tendo como músicos:Júlio Cascaes/Guitarra, Mauricio Chaise/Baixo,Astronauta Pinguim/Piano, Organ e Moog e Júlio Sasquatt na Bateria."

Para acessar as músicas e video-clipes do Júpiter Maçã, visite o MY SPACE JUPITER APPLE (clique no link).

Para conferir a programação completa de todo festival acesse o Site do Festival Calango.
Posted by Maximiliano Merege Categories: Marcadores: , , ,


De alguns anos para cá tem sido comum encontrarmos jovens curtindo estilos musicais que à medida em que ganham background técnico, perdem no quesito conteúdo. O que não faltam são amigos que amam religiosamente metal melódico, prog metal etc, sem sequer deixar a música fluir em sua alma, sons que servem apenas como deleite técnico propriamente. Ciente dessa carência cultural e também inspirado por uma conversa que esses dias tive com minha editora, na Folha do Estado a Lidiane, percebi que já estava mais que na hora de publicar algo sobre uma das maiores vozes da música pop, ainda mais em tempos como os de hoje, em que as grandes referências para uma fatia considerável de nossos leitores, parecem ser apenas clones do André Matos e gritões histéricos do NU-Metal
Nesta quarta-feira, dia 24, faz 19 anos que um dos maiores astros que o mundo já conheceu partiu para o outro lado: Freddie Mercury.
Filho de pais persas, Farrokh Bulsara nasceu na ilha africana de Zanzibar, então protetorado britânico, no dia 5 de setembro de 1946. Viveu pouquíssimo tempo na terra natal, pois logo mudou-se com a família para Mumbay na Índia, onde passou uma parte considerável de sua vida. Estudou em colégios britânicos e também formou suas primeiras bandas de rock, tocando covers de Little Richard. Muitos de seus antigos colegas de banda (hoje, conhecidos atores de Bollywood), referem-se muito carinhosamente à figura de um dos caras mais tranquilos que conheceram na vida e também como um dos sujeitos que mais os incentivou a entrar para a vida artística.
Tão logo voltam a Zanzibar, em 1964, uma revolução explode e o clima fica tenso pela ilha. Sem pestanejar, a família muda-se de vez para província inglesa de Middlesex. O garoto "índio" ingressa então na faculdade de belas artes.
Como era praxe nas escolas britânicas, música fazia parte do curriculum. Logo, foi na escola - ainda na Índia - que nosso herói aprendeu a tocar piano e, por sua vez, a compôr também.
Fã de uma banda da área chamada Smile, Farrokh tornou-se assíduo frequentador de seus gigs. Quando o baixista e cantor decidiu deixar a trupe, os membros remanescentes, Brian May e Roger Taylor, convidaram o mancebo para preencher a vaga. Não obstante, um jovem chamado John Deacon assumiu o baixo. Farrokh Bulsara passava a se chamar Freddie Mercury e a ex-Smile tornava-se Queen.
Comumente conhecida como uma banda de hardrock, graças ao talento de Freddie e seus colegas, o Queen transcendeu essa barreira e tornou-se uma banda pra lá de amada e respeitada entre seus fãs, haja vista que conseguia circular pelos mais diversos estilos, sem nunca deixar de ser o Queen, ou trocando em miúdos, sem jamais perder a Majestade.
David Bowie, que participou da grvação do single "Under Pressure", por diversas vezes manifestou sua admiração pelo talento de Freedie Mercury, e disse certa vez: "é incrível como ele consegue dominar uma platéia de cem mil pessoas. Parece que estão todos na palma de sua mão."
Apesar de sua homossexualidade pra lá de escancarada, o gande amor de sua vida foi uma mulher chamada Mary Austin, a quem inclusive foram dedicadas canções como "Love Of My Life" e "I Was Born To Love you".
Em 20 de abril de 1992, aconteceu em Wembley, na Inglaterra, o "Freddie Mercury Tribute Concert" que reuniu nomes de peso da música pop em um show para arrecar fundos para as pesquisas do combate a AIDS. Além da reunião dos membros remanescentes do Queen, o tributo também contou com uma verdadeira constelação, que ia desde fãs ilustres, então em evidência: Extreme, Seal, Metallica, Def Leppard e Guns N' Roses; até medalhões do rock e amigos pessoais como: David Bowie, Annie Lennox, Liza Minnelli, George Michael, Elton John, Roger Daltrey e Tony Iommi.
Para 2011 está previsto um filme biográfico sobre Freddie Mercury, com Sascha Baron cohen no papel principal. É esperar para ver...
De resto é isso, caros amigos. um grande abraço a todos e até a próxima.




I Was Born To Love You


Under Pressure (QUEEN & DAVID BOWIE)


I Want To Break Free


WE WILL ROCK YOU


Love Kills


Radio GaGa
Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: , , , , , , , ,

A trajetória que resultou no Festival Proclama Rock de 2010 não foi curta. Depois de um ano adquirindo experiências, observando os diferentes perfis de público-rock da capital, os diferentes “nichos”, partimos para construção do que seria o evento. E para nossa felicidade, com pouco mais de um mês em plena publicidade, o resultado não poderia ser mais positivo! Sim, a segunda edição do Festival Proclama Rock foi um SUCESSO, tanto em termos de estrutura, qualidade da programação, local e público! Quem foi não vai pensar duas vezes e assinar o que vou comentar nas linhas que se seguem. O planejamento foi tão eficaz, que uma semana antes do evento, já prevíamos como poderia ser, uma vez que já existia uma atmosfera amena e fértil, quando falávamos às pessoas sobre o festival, que foi concebido e executado apenas com recursos dos próprios integrantes da OCT, com apoios de produtores, empresas (em espécie) e coletivos relacionados ao segmento rock da capital.


PanImoral_12/11/2010_Prévia do Calango no Caverna's.


Estavam previstas 12 horas de programação, uma verdadeira maratona que iniciava as 18:00h e se estenderia às 06:00h. E por incrível que pareça, as 18:00h já haviam alguns malucos pelas redondezas, para se beneficiarem da promoção do festival (caipirinha na faixa até as 22:00h). Enquanto os shows não começavam, alguns vídeos de shows de ícones do rock rolavam, para os que estavam presentes se aquecerem. Então, por volta das 21:30h, a primeira banda subiu ao palco do Festival: PanImoral. Esta, de Alta Floresta, veio a Cuiabá para se apresentar na última Prévia do Festival Calango, que aconteceu um dia antes, no próprio Caverna’s Bar. A vaga estava reservada para alguma banda que se destacasse na Prévia, e como se destacaram, além de serem de outra cidade (sabemos bem, enquanto banda, qual é a necessidade de aproveitar uma viagem fazendo show’s que não estavam previstos no planejamento), ficaram com a vaga e, pelos comentários muito positivos dos que presenciaram a apresentação da banda no Festival, aproveitaram muito bem! De modo geral, a banda é especial, não somente na composição do quinteto (dois rapazes e três meninas), mas também na sua proposta, que claramente está alinhada com a tendência grunge – algo mais que explícito na vocalista e baixista (com a camisa do Nirvana). PanImoral mandou muito bem, em ambas as apresentações, e além de ter saído com muitos fãs, ainda conseguiu uma vaga na Calango 2010. Parabéns! Esperamos vê-las mais vezes na “cidade infernal”.

Mad Sozen_Festival Proclama Rock 2010.



Após PanImoral, foi a vez do Mad Sozen, banda da casa, que apesar de ser recente, tem conquistado o seu espaço, pelo talento excepcional de alguns de seus membros, como o vocalista, que além de ser muito afinado, sempre está bem a vontade no palco. Sobre o show, mandaram vários clássicos do rock e levaram a galera ao delírio, concentrando muita gente na frente do palco. Assim como PanImoral, incendiaram o público, que naquela altura, começava a chegar em massa. Então, por volta das 23:00h, N3CR subiu ao palco. Foi só anunciar a banda, que a galera chegou junto e em pouco tempo, o salão estava lotado! O show foi energético, do início ao fim. Foi a segunda vez que vi a banda, e constatei as minhas primeiras impressões: ótima presença de palco de todos os integrantes, principalmente do vocalista, músicas muito boas e redondamente executadas, e bem divulgadas, pois grande parte da galera cantava com a banda. Durante os show rolaram até ‘rodinhas’ e também tocaram uma música inspirada no filósofo Nietzsche. Enfim, o HC mandado por N3CR foi responsá! Showzaço mesmo!


N3CR_Festival Proclama Rock 2010.


Dando sequência a programação, uma das bandas anfitriãs, Tiasques, assumiu o comando do palco. Como é impossível falar da banda na ‘terceira pessoa’, pois sou o vocalista, vou falar das minhas impressões e da banda (primeira pessoa). Ficamos impressionados com a recepção e energia do público presente. Antes mesmo do término da primeira música, o salão estava lotado, com muita gente observando atentamente o que estávamos fazendo. Quando encerrávamos cada músicas, ouvíamos muito aplausos. Isso, para uma banda que trabalha há anos com música autoral, é muito gratificante, pois é incentivo e reconhecimento. Tivemos uma impressão parecida quando tocamos no Paraná, e para todos os integrantes da Tiasques, esse foi o melhor show do ano, em Cuiabá. Houve uma troca de energia entre banda-público indiscutível, que eletrizou todo mundo, fazendo inclusive Maykonn Sauder, o guitarrista, despencar sua guitarra no chão, na penúltima música. Muito legal mesmo! Agradecemos a todos que acompanharam a apresentação!


Tiasques_Festival Proclama Rock 2010.


Depois de 10 minutos do término do show da Tiasques, outra banda anfitriã e organizadora do Festival, subiu ao palco: Base Oculta. Formação nova, mas sem dúvidas, a melhor de todas a que a banda já experimentou: Tenio Moura (vocal), Caio B. e Guto (guitarras), Jósa Souza (baixo) e Dinho Moura (bateria). A experiência de Caio B. (ex-Males de Anto, Id-Rock, etc), o talento de Guto (estudante de Música da UFMT) e o empenho de Jósa, deram uma nova cara ao B.O.! A banda, durante a apresentação, conseguiu trazer a galera para frente do palco e empolgar todo mundo, com gestos, palmas, tanto em suas canções próprias, quanto nas suas releituras (Engenheiros do Hawaii, por exemplo). Foi um show muito legal, digno de Festival e também a altura da nova formação, que ainda tem muito a render! Parabéns B.O.!

Base Oculta_Festival Proclama Rock 2010.


Depois quem deu sequência foi Branco Ou Tinto, banda muito aguardada na programação do Festival. Afinal, qual banda cuiabana que mais produziu material que o B.O.T. durante 2010? O show foi simplesmente impecável! O Power trio está literalmente voando! Foi só terminar a primeira música que o salão estava lotado e ficou assim até o final. O show foi marcado quase que integralmente por canções próprias (muito boas, diga-se de passagem), e uma ou duas releituras de clássicos do rock, como “Ace Of Spades” do Motörhead. Uma das canções próprias (admito, sou suspeito de falar!) que incendiou a galera (ouvi gente dizer que via “Placebo” nela) foi “O amor caiu em desuso”. Enfim, parabéns B.O.T.! Todos temos orgulho de vocês!

Branco ou Tinto_Festival Proclama Rock 2010.


Já era cerca de 01:30, quando Anhangá, outra banda muito esperada, subiu ao palco. Fiquei impressionado, e isso por vários motivos! Primeiro, a presença de palco da banda é impecável. Segundo, as músicas são ótimas, bem estruturadas e claras. Terceiro, era a primeira apresentação da banda, com a atual formação, que além de Danilo Sosai no baixo, agora conta com Rodrigo Cutiaro como guitarrista e vocalista. Além disso, a banda atende há vários requisitos fundamentais, como bons equipamentos, ótimo figurino e carisma. Enfim, foi outro show destruidor! Haviam muitas pessoas extasiadas, como um que agarrou o retorno e colocou junto ao ouvido para ouvir o solo de Rodrigo! (kkk) Por fim, foi uma grande satisfação ter Anhangá na segunda edição do Festival Proclama Rock!

A última banda da noite também era muito aguardada, principalmente pelos seus fãs, que foram, inclusive, uniformizados: Rhox! Esta é uma banda com vários anos de experiência, com muitas músicas próprias e inquestionáveis qualidades, a começar pela grande presença de palco dos integrantes. Nitidamente a banda tem entre as suas inspirações o Rage Against The Machine, claro! Letras politizadas, que realmente dizem algo que vale a pena se ouvir, em tom de manifesto. Showzaço também! Assim como várias bandas da noite, lotaram o salão do início ao fim, com muita energia. Da parte das bandas, Rhox fechou com chave de ouro!

Após um breve intervalo, que fechou a grade de programação foi André Gorium, com um notebook e um setlist dançante, embalou os presentes ensandecidos até cerca de 05:30h. André tem um trabalho muito bacana e sem dúvidas, é uma surpresa muito agradável nesse meio. Foi uma satisfação tê-lo na programação!

Teriam muitos outros acontecimentos a serem destacados no Proclama desse ano, como por exemplo, a exposição de Fanzines super-interessante que estava acontecendo ao lado das mesas de sinuca, organizada por Carol Martins. Lá tinham fotos de movimentos, tendências musicais, intelectuais anarquistas e mensagens políticas de alto nível – “Faça Você Mesmo”!


Parte da exposição de Carol Martins_Proclama.


Pra finalizar, é preciso tentar ao menos esboçar uma lista de agradecimentos, que de tão imensa, podemos conter algumas injustiças, mas pelo menos vamos tentar: às bandas que toparam se apresentar no Proclama; ao apoio de Fábio Boretti, que despendeu grande empenho em garantir a melhor qualidade sonora ao evento; ao proprietário do próprio Caverna’s Bar, Cachorrão; a Nildo Rocker, Luciano Maehler e Ronny Costa, que deram uma grande força durante o evento; à Água Letrinha, que forneceu copos de água às bandas; ao Scars Tattoo que patrocinou uma tatuagem comercial, que foi sorteada (vencedor: Fernandão Black Mirror); ao Estúdio Riff, que patrocinou 4 horas de ensaio; à Mikhail Baraniuk, que além de ter sido responsável pela criação das artes do Festival, tomou a frente na articulação do material gráfico; ao Letras & Música, que funcionou como Ponto de Venda de ingressos antecipados; e, enfim, a todos (as) integrantes da OCT que deram sangue e suor para o essa edição saísse do papel: Tenio Moura, Jósa Souza, Caio B., Eduardo Lamark, Débora, Mikhail, entre outros.

O texto está um pouco longo, mas não poderia ser diferente, pois o Proclama Rock 2010 foi tudo isso e mais um pouco, que meus olhos solitários, por serem somente dois, não puderam registrar mais informações além destas. Um grande abraço a todos (as) e espero, em nome da OCT, que todos possam se inspirar nessas ações e tomarem a iniciativa agirem de alguma forma, pois a cena rocker cuiabana precisa se renovar, necessita de novos agentes, de um novo ciclo, que temos certeza, que está por vir.

Outras fotos:







*texto escrito por Bruno Rodrigues, vocalista da Tiasques e membro-fundador da OCT (Operação Cavalo de Tróia).

** fotos de Mai Costa.
Posted by cavalodetroia.blogspot.com Categories: Marcadores: , ,


Já adquiriu o seu convite? Corra que o tempo está esgotando!  Quanto ao Proclama, está mais do que certo! A programação inicia as 18:00h e se extende por 12 horas consecutivas. Além de uma vasta programação, que incorpora algumas das melhores bandas de MT, o evento contará com a discotecagem de dois Dj's, com exposição de Fanzines e caipirinha na faixa, até as 22:00h. 
Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: , ,



Rhox, uma das banda que se apresentará no Festival Proclama Rock (20/11), acaba de lançar sua nova canção, intitulada "Holocausto", no Trama Virtual. Gravação de altíssimo nível, pra ninguém botar defeito. Parabéns!

Pra que não conhece, Rhox se trata de uma banda cuiabana, que trabalha essencialmente com canções autorais, há anos na estrada, influenciada por bandas como Rage Against The Machin, Red Hot Chilli Pepers, James Brown, entre outras. Se você não quer esperar até o Proclama, para conhecer, acesse os links abaixo:

Trama Virtual

My Space


* Festival Proclama Rock acontecerá amanhã!
Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: ,



O FESTIVAL PROCLAMA ROCK, que acontecerá neste sábado (20/11) na casa mais underground de Mato-Grosso, o Caverna's Bar, não é só música! Além da programação de 12 horas consecutivas, durante o evento serão expostos Fanzines com temática "AnarcoPunk". Segundo Carol Martins, a mesma que está encabeçando a seguinte exposição, serão passadas "imagens e sons como "punk (clássico), Ska, Rocka Billy, Pós-punk e Pin Ups". (...) O objetivo, continua, não é causar polêmica para os 'menos informados', mas sim expressar aquilo que não é visto em Cuiabá".

Enfim, idéia muito interessante que também poderá ser conferida durante o Proclama.

* Ingressos antecipados a preços promocionais podem ser adquiridos com as bandas, integrantes da OCT ou no Letras & Músicas. Não percam essas promoções, pois na hora a portaria estará a R$ 10,00. Confira abaixo o VT:
Posted by cavalodetroia.blogspot.com Categories: Marcadores: ,


Está tudo preparado para que aconteça depois de amanhã no Caverna's Bar o FESTIVAL PROCLAMA ROCK 2010!
Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: , ,



Estão rolando 3 promoções para facilitar a vida daqueles que querem marcar presença no FESTIVAL PROCLAMA ROCK 2010. A primeira, é simples, basta usar criatividade e responder a pergunta na comunidade "Rock Cuiabá": "Qual é a sua frase de Proclamação do Rock?". A frase mais criativa ganhará 5 cortesias. Mas corra, porque a promoção encerra hoje às 18:00h.

A segunda promoção é referente a pacotes de ingressos antecipados do Proclama: 3 ingressos por R$ 15,00 e 7 ingressos por R$ 21,00. Esses ingressos a preços promocionais podem ser adquiridos com integrantes da OCT. Interessados entrem em contato ligando para 92832443 ou 92122614

E por fim, a última maneira de obter ingresso do Proclama é estar antenado na Rádio Cidade, 94,5, e participar das promoções dos programas, que estão sorteando ingressos do Festival.

Simples, né? E já vá se agendando, porque depois de amanhã é dia de Proclamação do Rock!!!
Posted by cavalodetroia.blogspot.com Categories: Marcadores: ,

Esse é o nome do novo álbum da banda cuiabana Base Oculta.
Com formação nova e finalizando o CD a banda se prepara para se apresentar no Proclama Rock com um repertório baseado no novo disco. Quem, estiver curioso dá  uma conferida nos videos abaixo...






A banda também está inaugurando blog novo que, além de dar  acesso a toda rede social da banda, ainda disponibiliza o primeiro a´çbum da banda "Terra de Gigantes II". Confira:  http://baseocultarock.blogspot.com/
Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: , ,



A promoção funciona assim: o interessado participa da comunidade "Rock Cuiabá" (clique no link), e responde a pergunta "Qual é a sua frase de Proclamação do Rock?". A frase mais criativa será divulgada quinta-feira, 18:00h na própria comunidade. Ou seja, mais uma oportunidade de curtir o Proclama Rock 2010, e embarcar quatro amigos gratuitamente! Não perca!!!
Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: , ,



Faltam apenas quatro dias para a segunda edição do Festival Proclama Rock! Está tudo confirmado: 9 atrações, 12 horas de programação, ingressos antecipados à venda, sorteio de uma tatuagem comercial e 4 horas de ensaio no Estúdio Riff e muito rock n'roll, da melhor qualidade, a preço acessível!

Tudo isso no Caverna's Bar, neste sábado, a partir das 18:00h. Os convites antecipados podem ser adquiridos no Letras & Músicas, com os integrantes das bandas que se apresentarão, ou com os que compõem a OCT.
Posted by Maximiliano Merege Categories: Marcadores: , ,

Essa é pr'aqueles idiotas que adoram qualificar o compartilhamento livre como uma prática criminosa.

Posted by cavalodetroia.blogspot.com Categories: Marcadores: , ,


* Acima a lista de artístas que vão compor a programação do Festival! Maiores informações: 92832443/992122614
Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: , , , ,




Na próxima semana vai rolar outra etapa do Rock Invasion. Dessa vez o evento está sendo realizado pela Hand Job Studio em parceria com a Beer Brothers Produções.


Como o Rock Invasion é um evento itinerante, a cidade dessa vez vai ser Curitiba (PR). O evento promete muito já que vai ser realizado no Blues Velvet, uma das casas de shows mais respeitadas em Curitiba.

Além do Branco Ou Tinto e Tiasques que são aqui de Cuiabá (MT), ainda se apresentará a banda Pão de Hamburguer que é lá de Curitiba (PR).

No evento ainda vai rolar a 1ª Copa Ed Wood. Trata-se de um campeonato de vídeos fakes de OVNI's. Para concorrer basta criar e enviar seu vídeo falso de OVNI para o e-mail produtosbot@handjobstudio.com. Os 5 melhores receberão um DVD autografado do Branco Ou Tinto com o novo clipe Presente de Grego, personalizado com uma arte exclusiva feita à mão pelo artista gráfico e video maker Fábio Biondo. Não perca tempo e crie já seu vídeo.

Ainda vai rolar exibição de vários videoclipes, inclusive o nosso que foi dirigido e produzido pelo Fábio.

A entrada vai custar R$ 7,00 para homens até a meia-noite (depois custará R$ 9,00) e R$ 5,00 para as mulheres (depois custará R$ 7,00).

Não perca o Rock Invasion Curitiba! Dia 13 de novembro no Blues Velvet, que fica na Rua Trajano Reis, 314 - Bairro São Francisco.

FONTE: Branco ou Tinto Blogspot (clique no link)
Posted by Maximiliano Merege Categories: Marcadores: , , , , , , ,



Quem me conhece sabe que eu não sou de engolir qualquer coisa e também do quanto adoro achincalhar o rock burocrático e muitas das coisas mordeninhas também. Quando eu falo em rock burocrático, refiro-me principalmente ao rock progressivo, uma corrente pós-hippie que ganhou notoriedade na década de 70 graças às suas canções longas e maçantes, com o intuito pretensamente sinfônico, esbanjando técnica e acabando com o tesão de se curtir a música propriamente.
Bem, acontece que para toda regra existem uma ou mais exceções, e este é o caso da banda italiana Goblin.
Apenas para se situar um pouco na história, pela Europa de então, além de tantos outros estilos, ocorriam duas vertentes distintas da chamada pós-psicodelia: o progressivo inglês, marcado por bandas como Pink Floyd, Yes, EL&P etc; e o krautrock alemão, que contava com nomes da envergadura de Can, Tangerine Dream, Faust, Neu! e, é claro, Kraftwerk. Enquanto o lado inglês aludia a florestas encantadas, fadinhas, gnomos, cogumelos e toda essa bagunça bichogrilo, o alemão pautava-se principalmente na crítica à industrialização das cidades e às dimensões tecnocráticas que cada vez mais automatizavam o homem, ou seja, pautava-se em algo muito mais fundamentado que uma simples fuga alienada de tudo.
Assim como a inglesa Hawkwind (por onde passou Lemmy Kilminster) e a brasileira Módulo1000, Goblin foi um dos poucos nomes do progressivo a flertar fortemente com o krautrock alemão. Sua música não era bonitinha e nem tampouco feita para agradar grandes massas, mas ao menos passava seu recado com uma propriedade que poucos de seus contemporâneos e colegas de cena conseguiam.
Fundada por um brasileiro, o tecladista Claudio Simonetti, a banda contou em seus primeiros anos com os músicos: Massimo Morante (guitarras, vocais), Fabio Pignatelli (baixo e violões) e Walter Martino (bateria). Começou sob os nomes de Oliver e Cherry Five, até que no final de 1974 adotaram o nome Goblin, a princípio como um "moniker" (pseudônimo) para a banda Cherry Five gravar a trilha do filme "Prelúdio Para Matar" de Dario Argento. Trabalharam com músicos renomados como Giorgio Gaslini e Fabio Frizzi. A idéia pegou tão bem que, além de manterem o nome Goblin, mantiveram também uma grande parceria com Dario Argento, musicando muitos de seus filmes a partir de então.
Entre 1978 e 2000 a banda passou por inúmeras formações, parou por algumas vezes de usar o nome Goblin, mas com seus integrantes sempre trabalhando juntos em inúmeros outros projetos.
A exceção de Claudio Simonetti, reuniram-se em 2009 com sua "formação clássica" mais os tecladistas Aidan Zammit e Maurizio Guarini para diversos shows pela Europa. No último dia 23 de outubro, a banda se reuniu com o Simonetti para uma apresentação no Unsound Festival, na cidade polaca de Cracóvia. Dizem as boas línguas que até a metade de 2011 eles vêm ao Brasil. É esperar para ver e ouvir...
Um grande abraço a todos e até a próxima.

Profondo rosso


Suspiria


na TV Italiana


ZOMBI (Industrial remix)
Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: , ,



Faltam apenas 12 dias para o Festival Proclama Rock 2010, e tudo já está confirmado: atrações, local, horário, valores e divulgação! De modo específico, serão 12 horas consecutivas de programação com atrações cuiabanas, no Caverna's Bar, por um preço hiper-acessível: R$ 7,00 antecipado e R$ 10,00 na hora. E mais ainda: das 18 às 22:00h será servida caipirinha na faixa!

E tem mais: todos que adquirirem convites antecipados e na portaria do dia, terão direito a concorrem a uma Tatuagem comercial, patrocinada pelo Scars Tattoo (Joaquim Murtinho, Centro de Cuiabá), e a quatro horas de ensaio no Estúdio Riff (Bairro Boa Esperança). Portanto, corra e aproveite a todas essas promoções!

* Ingressos antecipados (a partir de hoje): Letras & Músicas ou com integrantes da OCT/bandas!
Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: , ,




Algumas bandas já estão confirmadas e tudo indica que esse evento vai ser PEDRADA! Venil é uma delas... Na próxima semana maiores informações!
Posted by Maximiliano Merege Categories: Marcadores: , , , , , , ,



Como a Coluna do Max chega agora ao seu segundo ano na ativa, este resolveu que seria a hora de comentar um pouco sobre uma figura que exerceu uma influência MONSTRUOSA, não apenas sobre este colunista, mas na cultura pop dos últimos 50 anos e no rock'n'roll em si ...
Ed Roth (04/03/1932 - 04/04/2001) foi de fato uma figura iluminada. Filho de imigrantes alemães, aprendeu desde cedo que se quisesse conseguir algo, teria que pôr a mão na massa e meter as caras. Antes de completar 18 anos, já montava seus próprios carros Hot Rod a partir de sucata "garimpada" pelos ferros velhos e cemitérios de automóveis. Tido como um dos pais da cultura hot rod, juntamente com Von Dutch, Roth foi além e transformou sua arte num verdadeiro estilo de vida.
Seus carros conceito despertavam tanto a cobiça de quem os via que passaram a fazer parte de uma série de kits para montar da Revell. Aliás, graças a isso Roth tornou-se um híbrido de modelo e garoto propaganda ao encabeçar sua própria linha de produtos, passando então a ser conhecido com Ed "Big Dead" Roth.
Das suas criações, além dos super carros, a mais lembrada certamente é o Rat Fink (ou Ratazana Sacana, se preferir), que Roth bolou num instante de indignação com o culto ao Mickey Mouse, que tomava o mundo de assalto. Enquanto o camundongo de Disney simbolizava o belo, sem falhas, o rato de Roth era sua antítese pois além de ser grotesco e politicamente incorreto, Rat Fink era mais humano, e suas maiores virtudes, obviamente, eram seus defeitos, o que também o tornou um ícone da contracultura, sendo aclamado até mesmo por gente de peso como o escritor Tom Wolfe. Aliás, foi com o Rat Fink que Roth inaugurou a cultura das camisetas com mensagens, pois como o seu clube de hot rod precisava ter um uniforme, ele descobriu que poderia fazê-lo de modo mais simples possível, pintando com aerógrafo camisetas lisas brancas.
Não obstante, é bom lembrarmos de sua inconteste influência sobre a cultura roqueira a partir dos anos 60, desde o pessoal da cena surf californiana (Dick Dale, Beach Boys, Jan & Dean, Lively Ones, Frank Zappa etc), até as correntes "revivalistas" que brotaram sem dó nem piedade entre os anos 80 e 2000 (Stray Cats, Fuzztones, The Bomboras etc), passando pelo psychobilly (Cramps, Meteors, Batmobile), punk (Ramones, Dead Kennedys, Agent Orange e Misfits, que inclusive regravou o tema de Rat Fink), metal (Anthraxx, Metallica, White Zombie) e no gótico (a inglesa Alien Sex Fiend, cujo guitarrista e baterista carrega o nome artístico de Rat Fink Jr.).
Durante os anos 60 e 70, Roth teve um bom público por terras brasileiras, pois seus kits passaram a ser fabricados por aqui pela Revell e seus intrépidos carros e adoráveis monstrengos tornaram-se uma coqueluche entre os jovens de então (uma forte lembrança da minha infância é que meu pai tinha um boneco do Rat Fink, que eu adorava e chamava de "Monstrinho"! ). Em 2007, a Conrad Editora lançou um álbum de figurinhas. Aliás, nunca foi tão bom ter figurinhas repetidas já que cada uma era sempre um belo adesivo.
Roth partiu em 2001, mas deixou uma obra de valor inestimável, que ainda influenciará muitas e muitas gerações além por este mundo.
Por hoje é isso, meus caros. Um grande abraço a todos e até a próxima!

...........................

Max Merege, que a exatos dois anos mantém a Coluna do Max, é um bandido que some mas não morre e que por muito tempo mais vai continuar escrevendo sobre rock.


+ + + + + + + + + + + + +

Artigo originalmente publicado no Jornal Folha do Estado, Cuiabá-MT, domingo, 31/10/2010.


aO som de "Rat Fink", por MiSFiTS


Sonho de consumo...


THE SADIES - The Horseshoe


Tales Of Rat Fink


Restauração do "cap. Pepi" - ao som de "Walk don't Run", The Ventures


Mysterion, 1965

Materias

Comentarios

Sponsors