Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: , , , , , , ,
Depois de tantas esperas, imprevistos, publicidade, a grande noite finalmente aconteceu! Antes mesmo das 18:00h, do dia 28/11, já haviam rockeiros (as) pela redondezas do Palácio das Torres - local aonde aconteceria o evento. Já estava tudo armado para a maratona. Seguramos um pouco o tempo, para que mais pessoas chegassem e iniciássemos o documentário. E quando a imagem já estava projetada no grande muro cinza do Palácio, aconteceram alguns problemas técnicos no áudio, e como a noite estava repleta de atrações, deixamos por alguns instantes as imagens do filme rolando, enquanto a primeira banda se apresentava, que era Stay Away. Esta, que fez uma boa publicidade de sua apresentação no Festival Proclama Rock, mandou muito bem, com músicas bem ensaiadas, boa presença de palco dos integrantes, com destaque para o baterista Olívio. Alguns adeptos do “hardcore” que estava por lá, diziam que a banda, com o fôlego que entrou na cena rocker cuiabana, ainda terá muito futuro pela frente.

Stay Away_Festival Proclama Rock


Depois, veio a cavalo-troiana Antiguidade Moderna, que fez uma bela apresentação, com direito a figurino e tudo. Realmente os rapazes amadureceram muito e Eduardo Lamark, outrora apelidado de “Sinatra Pantaneiro”, está bem mais ágil em palco, interagindo com o público e tudo. No quesito música, a banda tem um ótimo repertório com músicas muito boas, como “Escrava Rainha” e “Labirintos”. Enquanto o A.M. se apresentava, o público ia chegando, e quando a próxima banda da noite iniciou seu show, o pátio do Palácio, na frente do palco, já estava cheio de gente. Lynhas de Montagem, assim como as bandas anteriores, fez uma bela apresentação, em que nitidamente dava para notar a empolgação dos integrantes, com a recepção do blues/rock que mandavam. A banda também tem músicas muito legais e um público fiel. O destaque do show, sem dúvidas, vai para os gêmeos Marcio (guitarra) e Marcos (vocal), que abalaram as estruturas do palácio com os seus anos de experiência. Ainda durante a apresentação elogiaram a OCT por ter “descoberto” mais um local interessante para realização de eventos. No final, foram só aplausos!


Lynhas de Montagem_Festival Proclama Rock

Durante o show do lynhas...


E o Festival estava esquentando, quando foi a vez da banda de Santo Antônio do Leverger, Males de Anto, lá da “terra do lambadão”, subir ao palco e mandar um dos melhores shows de rock n’roll da noite, para a surpresa de muitos. A apresentação foi simplesmente sensacional, para marcar a entrada da banda de vez na cena cuiabana. No final do show, depois de várias músicas autorais e uma releitura de uma canção do “Kings Of Leon” (que não me recordo qual), a banda arrancou aplausos de muitos. As qualidades do M.D.A. são muitas: ótimo vocal (já dissemos várias vezes por aqui), melodias e letras muito boas (ala rock inglês), bons arranjos e a banda sabe o que quer e como chegar lá. Enfim, de agora em diante, fiquem atentos ao Males, pois vale à pena!!!

Nesta altura circulavam dentro e nas imediações do Palácio cerca de 300 pessoas, quando Base Oculta, com o seu rock oitentista, agitou a galera. Da mesma forma que as banda anteriores, mandaram um show predominantemente de músicas autorais, e estreiaram a nova formação, que agora conta com Max Tah (baixo) e Rodrigo Bruret (guitarra), além de Dinho (bateria) e Tenio Moura (vocal). Os destaques são vários, mas dentre eles, o que se sobressai é o carisma de Tenio Moura, que durante o show teve uma interação muito espontânea e bacana com o público. A banda mandou várias músicas do novo álbum e público reagiu bem. Show muito bacana!!!

Enquanto isso na portaria...


Depois da apresentação do Base Oculta, o próprio Tenio Moura, anunciou uma notícia não-prevista por ninguém: a ausência das bandas Cabaret Zumbi e Los Torrones da programação, ambas de DF. Estas viam de Brasília numa Van, e a mesma quebrou. O que impossibilitou a chegada da banda à tempo para apresentação, e infelizmente tiveram que voltar pra trás. Mas para compensar a falta, a OCT, no mesmo fim de semana já acertou com ambas as bandas que me Janeiro se apresentaram em Cuiabá, num evento com entrada gratuita. Agora só falta acertar a ocasião.

Pé-Rachado_parte da trupe...


E logo após, foi a vez de Pé-Rachado & os Porras Lokas assumir o comando. Antes mesmo da “putaria começar”, Marcelo Morto, vestido à caráter (vestido e peruca), já “dialogava” com o público presente (rs). Quando Douglas Valderra (guitarra) deu o primeiro acorde, o Palácio das Torres (sem brincadeira nenhuma) parecia um “caldeirão”. Para quem esteve presente, não restou dúvidas que foi a melhor apresentação da noite. Pé-Rachado é o tipo de banda que agrada “gregos e “troianos”, tanto rockeiros, como qualquer adepto de outro estilo musical. Para além das tradicionais características da banda – letras e presença de palco irreverente -, a banda mandou várias músicas novas, como “Pacu”. Queriam mandar o repertório inteiro, e o público pedia, mas como se tratava de um Festival com muitas atrações, a banda apenas saciou a ‘fome’ dos fãs. No final, depois muitos pedidos de “mais uma”, tocaram a já “clássica” música da banda: “Ou dá ou desce”, com um coro de mais de 300 pessoas (!!!).

Já eram por volta das 02:00h, quando Tiasques, dando continuidade à programação, subiu ao palco. E lá estava muitos fãs da banda, que durante a apresentação pediam uma música ou outra. Iniciaram com uma canção que não tocavam há muito tempo, chamada “Senhor da Guerra”. Depois mandaram “Dragões & sinos”, quando no meio da canção, o retorno começou a esboçar alguns problemas técnicos. Mas devido a agilidade de Igor Cavalieri, que estava na mesa nesta hora, conseguiram solucionar os problemas e, a apresentação, que contou exclusivamente com músicas autorais, seguiu até o fim sob olhares atentos do público que estava presente. O destaque do show vai para a canção “Cavaleiro de papel”, que num clima de “cavalaria andante”, empolgou os presentes.

Após Tiasques, foi a vez do DJ Wander Extreme mandar o seu “Psycho Eletro”, que ainda segurou muitos no Palácio. O dia já estava amanhecendo, alguns “vida lokas” na piscina” (rs), quando o evento foi encerrado.

Assim foi a primeira edição do FESTIVAL PROCLAMA ROCK. Sem dúvidas, mesmo com os imprevistos, foi melhor do que imaginávamos, e muitos foram os pontos positivos, como a inauguração de um espaço que nunca recebeu um evento de rock, a apresentação de bandas autorais, que grande parte dos presentes não conheciam, mas com certeza, a ousadia da própria OCT, de topar um Festival, quase que exclusivamente com o próprio dinheiro que tinha em caixa. Enfim, agradecemos a todos que nos apoiaram (não vou citar nomes porque posso correr o risco de esquecer alguém), ao patrocínio do Scars Tattoo (por incrível que pareça Dinho Moura foi o ganhador da tatuagem!) e aos que compareceram e prestigiaram o Festival. De resto, só cabe dizer que ANO QUE VEM TEM MAIS!

Outras fotos:









8 Comentario para Festival Proclama Rock: a celebração da música autoral!!!

1 de dezembro de 2009 16:11

Tá, agradecendo alguns nomes que nos apoiaram diretamente, além destes que citei: "Gotera Desing", na pessoa de Mikhail Baraniuk; a Escola de Música BEBOP, que serviu como ponto de venda de ingresso antecipado; a Nildo Rocker, que nos auxilio em todas as etapas do evento; e a Bispo, o proprietário do local.

Parabéns a todos!

Anônimo
1 de dezembro de 2009 23:19

po curti todos os shows principalmente do males de anto, tiasques e pé rachado

parabens oct

2 de dezembro de 2009 05:51

Foi demais gente! A gente curtiu pra caralho! A galera que gostou do nosso som nos acompanhe na nossa rede social na net:

www.malesdeanto.tk

Teremos muitas novidades em breve!

Valeu OCT e toda a galera que compareceu!

2 de dezembro de 2009 08:41

Quero agradecer a todos que apoiaram o evento, que fizeram desta iniciativa uma verdadeira comemoração musical.

Quero agradecer a presença dos amigos de Várzea Grande que estiveram "em peso" no evento.

Sou muito grato a OCT pela oportunidade que me deram de colaborar com o evento.

Um muito obrigado a minha esposa Chrisian por que ela também ajudou na construção do layout, e um grande abraço para o Leandro Beda que pela suas atitudes e suas palavras tem sido minha inspiração no caminho. Um abraço para o Bruno e a galera do Tiasques.

Um abraço a todos e até o próximo evento.

2 de dezembro de 2009 12:17

estamos todos de parabens!
o evento foi um sucesso!

Rockerrr

2 de dezembro de 2009 17:22

Realmente foi muito legal! Em meu ponto de vista o publico presente chegou a 400 pessoas!

Obrigado a todos que compareceram!

E que venha o Proximo Proclama Rock em novembro 2010!

Valews!

Tenio Moura
OCT / BASE OCULTA
www.myspace.com/baseoculta

2 de dezembro de 2009 22:39

Ae pessoal da OCT e galera que prestigiaram o evento! Blz!! Venho parabenizar a correria da gurizada da OCT que fizeram acontecer nesta primeira edição do Festival. Que venham muitos outros!

Saí do evento no finalzinho e fui direto para o Aeroporto. Estou neste momento em São Luis/MA. Cheguei quebrado, mas valeu a pena! A vodka ajudou! rs.. Ae.. muito massa eu ter ganhado a Tatu, assim que voltar para Cuia, daki uns dias procuro a gurizada!

No mais, abs... a todos.
Viva o rock Cuiabano
Dinho Moura
Base Oculta

2 de dezembro de 2009 23:33

Realmente um dos melhores em que já fui !!!

E estamos ai em 2010, 2011, 2012....

Materias

Comentarios

Sponsors