Previous Next
  • MAPA DO OPERAÇÃO CAVALO DE TRÓIA:

    O Operação Cavalo de Tróia" é dono de um imenso acervo relacionado ao rock, onde são encontradas matérias relacionadas a artístas, documentários, filmes e obras literárias. Além disso, o internauta poderá acompanhar a agenda de eventos culturais que acontecem em âmbito regional (Mato-Grosso), como em âmbito nacional. Para ficar por dentro do acervo e programação, acesse a "barra de pesquisa", ou clique nos respectivos marcadores

  • Tiasques

    Ufos, barricadas, anarquia, a mente humana e seus mistérios. Eis um resumo do que vem a ser o Tiasques, banda formada em maio de 2006 em Cuiabá-MT, e que de lá pra cá vem ganhando novos fãs e trilhando seu caminho com canções autorais. Saiba mais sobre a banda no www.myspace.com/tiasques

  • Base Oculta

    Banda cuiabana formada por Tenio e Dinho Moura, Augusto, Caio B. e Jósa Souza, cuja origem data de Agosto de 2003, adepta da vertente Pop Rock. Em dezembro de 2010 lançou o CD "Vamos Nessa", que pode ser conferido no www.myspace.com/baseoculta

  • Cavernas Bar

    Cavernas Bar se trata da casa mais famosa e prestigiada na cena rock/metal cuiabana. Em torno de uma década consagra a noite cuiabana com programações semanais, onde se revezam no palco bandas locais, nacionais e até de outros países. Está localizada no Centro de Cuiabá (MT), na Av. Barão de Melgaço, em frente ao Restaurante Popular..

Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: ,



* O Sukatta Pub fica na Floriano Peixoto, N. 527, Centro de Cuiabá, atrás do Café Cancun.
Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: , ,

(Clique na imagem para melhor visualizar)


Começou neste último sábado (28/3) e se estenderá até o próximo dia 8/4 - data em que se comemora o aniversário de Cuiabá -, no famoso Museu da Caixa D'Água, localizado na Rua Comandante Costa, Centro. As sessões estão acontecendo das 18 às 20:00h, e hoje serão exibidos dois longas: "Cidadão Kane", do diretor Orson Wells (1941), e "Casablanca", do diretor Michael Curtiz (1942).

Vale a pena conferir!
Posted by R Categories: Marcadores: , ,


Acho que muita gente sabe - e muita gente não - que no ano passado comemorou-se o centenário da morte de Machado de Assis. Duvido que você não tenha visto NADA sobre isso - você lê? você pensa? Então...

Pra quem não sabe, Machado não dominou apenas a arte de escrever romances. Fez uma peça de teatro também, porém não houve suficiente repercussão entre os críticos; era também um excelente poeta, tanto que hoje postarei aqui um dos que mais gosto de sua autoria: Círculo Vicioso. Assemelho esse poema aos do Augusto dos Anjos: rimas ricas - repare nos finais de todos os versos!, métrica impecável, tema excêntrico.

Pois então... lá vai:

Bailando no ar, gemia inquieto vagalume:
“Quem me dera que eu fosse aquela loira estrela
Que arde no eterno azul, como uma eterna vela!”
Mas a estrela, fitando a lua, com ciúme:

“Pudesse eu copiar-te o transparente lume,
Que, da grega coluna à gótica janela,
Contemplou, suspirosa, a fronte amada e bela”
Mas a lua, fitando o sol com azedume:

“Mísera! Tivesse eu aquela enorme, aquela
Claridade imortal, que toda a luz resume”!
Mas o sol, inclinando a rútila capela:

"Pesa-me esta brilhante auréola de nume…
Enfara-me esta luz e desmedida umbela…
Por que não nasci eu um simples vagalume?”

E viva a Humildade, a mais bela das virtudes.
Posted by cavalodetroia.blogspot.com Categories: Marcadores: , , , , , ,

Foram duas longas noites, quinta (26/3) e sexta-feira (27/3). A primeira, com o título de “Festa do Calouro”, em parceria com DCE, realizada nas Quadras Externas da UFMT. A segunda, denominada “Luau do ELESS” (Encontro Local dos Estudantes de Serviço Social).



Na quinta-feira...
O relógio marcava 21h e o público começa a chegar, mesmo com uma fina garoa caindo. Para a noite, estava prevista uma grande diversidade e quantidade de bandas, mas devido a problemas de diversas ordens, acabaram rolando três bandas de rock e uma de reggae, que mesmo assim, segurou o público até aproximadamente as 03h da madrugada em plena quinta-feira!


O público na Quadra...

A primeira atração seria o projeto solo de “Leon Pio”, mas a pedidos do mesmo, e aproveitando a presença da vocalista do “Lady Muphy”- banda em que este é o guitarrista - na cidade (já que ela mora em Rondonópolis), o que acabou rolando foi a referida banda, para a alegria de muitos dos que estavam presentes, fãs do bom e velho rock ‘n’roll.

Sinceramente, fazia meses que não via uma banda tão profissional e técnica, como Lady Murphy. O show foi de aproximadamente 50 minutos, começou as 22:30h (meia hora de atraso!), mas levou todos à loucura. Muitos foram os pontos positivos do conjunto: a técnica “monstruosa de Leon Pio” na guitarra; a agilidade de Roberto Viana (vulgo “Beto Louco”) no baixo; a pegada concentrada do baterista, apelidado de “Simples”; e acima de tudo, a presença extremamente imponente e a voz delicadamente afinada da vocalista Leochadia. Executaram vários clássicos de bandas como Deep Purple, Iron Maiden, Rush, entre outros. Realmente, foi muito bom estar presente neste show! Eu, Bruno, espero o próximo com muita ansiedade! Parabéns Leon Pio e Cia!

O relógio marcava 23:20h, quando a primeira apresentação acabou. Aí rolou um som mecânico, e após uns 15 minutos a segunda banda subiu ao palco – Base Oculta. A banda, nesta apresentação em específico, contava com um novo integrante no baixo – Rômulo (ex- Lorde Prole) – e um “freelance” na bateria, já que Dinho Moura não se encontrava na cidade no dia. O show em si, contou com uma grande interação do público, que recebeu com grande simpatia o carisma de Tenio Moura, vocalista, e a técnica refinada, do guitarrista Lairo. Mandaram de forma intercala covers de bandas como Los Hermanos, Raimundos, Dead Fish, etc, e músicas próprias. O resultado foi o mais positivo possível! Parabéns à banda, que não somente tem se empenhado na construção de um repertório diversificado, como tem produzido novas músicas, sendo uma das mais atuantes na OCT – Base Oculta é pau pra toda obra!

Após Base Oculta, quem assumiu o som da “Festa do Calouro” foi Raizera, banda de reggae conhecida dentro da UFMT. Dentro do repertório do conjunto, estão canções próprias (muito boas, diga-se de passagem), intercaladas com releituras de outros conjuntos de reggae. Muitas são as qualidades da banda, a começar pelo som bem ensaiado, e a qualidade técnica dos integrantes, todos, estudantes do curso de música da UFMT. Particularmente, destaco o profissionalismo de Henrique, o guitarrista da banda. A banda mandou cerca de 50 minutos de som, e levou todo mundo pra frente do som para pular, dançar e cantar. Parabéns rapaziada! Desejo todo sucesso para o conjunto!


Antiguidade Moderna...

Fechando a noite com chave de ouro, Antiguidade Moderna. Visivelmente foi um dos melhores show da banda dos últimos meses. Assim como Base Oculta, mandou um repertório que articulou canções próprias e releituras. Do meio do show em diante, convidaram um rapaz para uma participação especial no show. Posteriormente anunciaram que este rapaz a partir daquele momento se incorporava oficialmente à banda. Durante o evento vi muita gente fazendo comentários positivos do show, e não foi por menos, pois Eduardo Lamark, o vocalista, estava mais solto que de costume, e a banda estava numa sintonia bem superior que a dos últimos shows. Parabéns Antiguidade...!!!

Na sexta...
Era 20h e a garoa, assim como na quinta, também caia. Para não correr riscos de danificar o equipamento, locamos uma tenda, e a armamos na grama da OCA. Mais cedo as meninas do “Serviço Social” fizeram toda uma decoração no espaço, que dava um clima bem “vintage” para o local. O público começou a chegar cedo, e quando deu 22h já estava relativamente lotado o espaço. A noite prometia muito...


E tinha gente...

Às 22:45h começa então a primeira banda – Pé-Rachado e os Porras Lokas. A esta altura o local estava completamente lotado e o céu já estava mais ou menos “estrelado”. Dos shows que vi da banda, este também foi um dos melhores. A palavra que utilizo para definir a apresentação sem dúvidas é “alegria”, que se via no sorriso de Marcelo, vocalista, dos guitarristas – Pedro e Douglas –, baixas e baterista - André e Junior. Mandaram quase todo o repertório e muita gente que conhecia a banda pulava na frente, cantando com o conjunto. Os que não conheciam, também se apertavam na frente para enxergarem as “graças” de Marcelo. Outros ficavam atrás da tenda, para ficarem “de queixos caídos com a pegada na batera de Junior Conan”. Foi de arrepiar, sem brincadeira alguma... Muitas pessoas fotografando, filmando, o público quase invadindo a pequena tenda montada... Enfim, que não foi, perdeu...



Já no finzinho do show Marcelo dizia que depois viria uma performance de “Dança do Ventre”. E realmente, ao término do show, a estudante Raquel Mendes, conduziu 5 minutos de dança, num pequeno palco que existe na escadaria que dá acesso à OCA. Tudo foi muito legal, e parecia que aquele momento tinha se casado perfeitamente com toda a proposta da noite. O público se apertou em torno do palquinho, e ao término, foi só aplausos...

Na seqüência, o ator “Taty Baracaty” assumiu a voz da festa, com sua performance teatral, cantada. Arrancou muitos risos dos presentes, e alguns até tomaram o microfone para conversar com “Taty” durante a apresentação (rs). Também foi um grande momento do evento, que a cada minuto ficava mais lotado.

Ainda faltava para noite três atrações – Branco ou Tinto, Raizera e Manda Soul. Foi quando todos ouvimos um estouro, que levou a luz da Universidade embora... Depois nos informaram que havia sido o “Gerador” da UFMT que havia pifado, e que as previsões para o retorno da luz, portanto, eram das piores possíveis. Mas mesmo assim, o som ficou armado, por quase uma hora, e grande parte do público também não arredou o pé do local. Somente depois de duas horas a luz retornou, mas aí já era tarde mais para a continuidade das bandas. Deixamos rolar o som mecânico... E mesmo com este imprevisto (que fugia do nosso controle), a sensação que tivemos no momento, foi de “missão cumprida”.


(Essa aí foi tirada quando a luz já não se fazia presente...rs)

Por fim, estes dois dias foram uma verdadeira maratona, em que toda a OCT esteve envolvida, de forma bem planejada e articulada. Agradecemos em primeiro lugar ao DCE/UFMT (Diretório Central dos Estudantes) e ao Centro Acadêmico de Serviço Social, ambos por terem assumido o desafio, junto com a OCT, de organizar tais eventos, sem apoio algum. Não poderíamos deixar de agradecer também a Jorge Augusto, que locou por um preço bem “acessível” seu equipamento de iluminação, e a Igor Cavalieri, que cuidou da equalização e mesa de som, durante os dois dias. Parabéns a todos!

Para você que não foi na sexta, por medo da chuva, e está arrependido, abaixo o show quase que por completo, do “Pé-Rachado e os Porras Lokas”:

















Confira mais fotos no
Flickr da OCT
(clique no link)!

Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: ,



* O Sukatta Pub fica na Floriano Peixoto, N. 527, Centro de Cuiabá, atrás do Café Cancun.
Posted by Renan Rosenstock Categories: Marcadores:

Chuva, temperatura amena. Perder o sábado saindo de casa? Nem pensar... Pensa: você vai sair, vai chover, você vai se estressar, não tem lugar legal pra ir, você depende de ônibus...há uma infinidade de coisas que te impedem, ou que te ajudam a descobrir como é legal ficar em casa num sábado a noite.

Nas postagens passadas, eu dei dicas de filmes, músicas e coisas pra se fazer. Continuam valendo. Venho indicar agora novos caras: Vincent Gallo, ou Benôit Pioulard, pra quem gosta de um lounge. Dias cinzas como o de hoje, lembram bandas inglesas...um rockzinho, um café ou chá quente.

A importância maior é fazer coisas diferentes, a cada semana. Conheço muita gente que reclama que as coisas não mudam, mas como diz a música do O Pensador: "muda, que quando a gente muda, o mundo muda com a gente"

Então procure fazer coisas diferentes: se você quer sair, por exemplo, hoje tem filme no sesc, filme que com certeza você não vai ver na globo. ;)
Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: , , , ,



Completando o 2° ano de parceria entre a OCT e o DCE (Diretório Central dos Estudantes) da UFMT, amanhã, a partir das 21:30h nas quadras externas da UFMT (em frente ao ICHS), acontecerá a tradicional “Festa do Calouro”.

A noite, vai ser marcada por uma grande diversidade de ritmos, cujas atrações serão:
- Leon Pio (Fusion);
- Welliton e banda (hardrock);
- Raizera (reggae);
- Base Oculta (Pop Rock);
- Antiguidade Moderna (Rock);
- David e Alex (sertanejo)

A entrada é gratuita, e a cerveja, que vai estar geladíssima (com certeza!!!) será Skol!

Vinheta do evento:


E aí, vai ficar em casa e perder essa?!?!
Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: , , , ,


Anselmo, vocalista do Mandala Soul.

O “Luau do Eless” (Encontro Local dos Estudantes de Serviço Social) será na sexta-feira (27/3), a partir das 21:00h, na ADUFMAT (OCA), UFMT, e as atrações principais estão confirmadas: Branco ou Tinto, Pé-Rachado e os Porras Lokas e Mandala Soul.

Além destas, outras ainda estão sendo fechadas (no mais tardar até amanhã informaremos quais serão).

A noite promete ser muito legal, isso porque levo em consideração o local (estrutura adequada), o público certo do evento (universitários e participantes do encontro), a cerveja geladíssima, além das várias intervenções teatrais (Taty Baracaty), poéticas (Sodré) e dança do ventre, que estão sendo programadas.

A título de informação, o “Luau do ELESS” nada mais é do que a “programação cultural” do “1º ELESS, que ocorrerá durante os dias 27 e 28/3. Maiores informações sobre o evento, nos folders abaixo:

FRENTE:


VERSO:
Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: , ,

Posted by Maximiliano Merege Categories: Marcadores: , , , ,

Nem vou vou gastar muito os dedos escrevendo aqui, mas vai aí uma renca de informações importantes sobre um sujeito que todo roqueiro de verdade deveria conhecer.



O paulistano Francisco A. Marcatti Jr. (16/06/1962) com seu traço marcante e conteúdo fortemente voltado ao escatológico, é o mais importante autor de quadrinhos underground no Brasil.

Aos 15 teve sua primeira história publicada na revista "Papagaio", produzida por alunos do Colégio Equipe (onde Marcatti jamais estudou).

Em 1980, com o dinheiro da partilha de uma herança, compra a ordinária impressora offset de mesa Rex Rotary modelo 1501. Nascia a Editora PRO-C. Passou, então, a editar, escrever, desenhar,imprimir, dobrar, grampear e distribuir diversas revistas de sua autoria (e de outros, como Lourenço Mutarelli) com os mais inusitados títulos: Mijo, Lôdo, Prega, Ventosa, etc.


Ao longo dos anos, publicou também seus quadrinhos em outras revistas de quadrinhos como Chiclete com Banana, Tralha, Monga, Casseta & Planeta, Mega e Mil Perigos.

Em 2001 cria seu personagem Frauzio para uma revista mensal, lançada pela Editora ESCALA, com tiragem de 30.000 exemplares e distribuída em bancas de jornais de todo Brasil, tendo o título cancelado após 6 números. Em 2003 dá continuidade ao personagem, agora por sua própria editora, a Pro-C.


"Vitamina", em 3D !!!!!


Em 2005, a editora Conrad lança Mariposa, primeira Graphic Novel do autor. Em 2007, fugindo um pouco da temática escatológica, adapta o romance A Relíquia de Eça de Queiroz, publicado pela mesma editora. Em novembro de 2008, passou a fazer parte do leque de colaboradores da versão brasileira da revista Mad.


Capa do antológico disco Bra2il do RxDxPx (1989)


Entrevista

Site Oficial

Wikipedia



Posted by Renan Rosenstock Categories: Marcadores:


Considero Hermann Hesse um dos melhores autores e me sinto privilegiado por ter lido uma gama de livros dele. Resolvi falar de Knulp - embora eu não considere o melhor - porque é a história que retrata uma fase específica da vida: a juventude.

Karl Eberhard Knulp é um aprendiz. Viaja por toda a Alemanha interiorana conhecendo pessoas e nunca se estabelece em lugar algum. Knulp não tem uma profissão, nem leva uma "vida normal". Vive em busca da amizade, do amor e razão da própria existência. Já no fim da vida, contempla o passado e vê o homem que se tornou e o que poderia ter se tornado. Knulp trata sobre pessoas que vivem à margem de uma vida comum, em que o trabalho e o salário são mais importantes que a tentativa de uma descoberta do próprio ser.

Um bom livro para se refletir sobre a existência.
Posted by Renan Rosenstock Categories: Marcadores:

Particularmente, chegamos a melhor estação do ano: o outono. O outono pra mim tem um gosto de solenidade, de partida consentida, um quase-luto previsto. Você não quer sair de casa? Está se sentindo velho e cansado de ir pros mesmos lugares e ver as mesmas pessoas? Quer ir embora? Se a resposta pra qualquer uma dessas perguntas for "sim", então o saldo de sábado é pra você.

Há muitas coisas pra se fazer num sábado a noite, além de sair. Você pode aproveitar pra ler, pra beber com seus amigos anti-sociais, pra jogar CRIMSON ROOM, pra ouvir outro tipo de som.

Recomendo que ouça novas bandas, ou outros estilos. Conhece Type O Negative? Hum... o Type O tem um disco chamado "october rust", feito no outono. É um disco legal. Se você quer ouvir algo diferente, recomendo Baden Powell ou Villa-Lobos. Ouvir canções assim, aos sábados a noite, engrandece qualquer um...

;)
Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: , ,

Hoje, lá na "Casa das Tribos":



Entrada: homens pagam R$ 15,00; mulheres pagam R$ 10,00
* O evento é Open Bar (água, cerveja, vinho e refrigerante)!

Endereço: Rua 49, nº 202, Bairro Boa Esperança.
Mapa (clique no link)

Conhece Branco ou Tinto? Não? Então deixamos algumas referências:

My Space

Blog

Flickr
Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: , ,

Como noticiamos semana passada, no dia 26/3 (Quinta) a OCT estará realizando em parceria com o DCE (Diretório Central dos Estudantes) da UFMT, a tradicional "Festa do Calouro". Confira o cartaz inicial de divulgação abaixo:



Semana passada, também, recebemos um convite por parte do Centro Acadêmico de Serviço Social, que estará organizando nos dias 27 e 28 de Março o "I Encontro Local dos Estudantes de Serviço Social" (ELESS), para tomarmos à frente da programação cultural do evento, que se dará na noite do dia 27/3 (sexta), na ADUFMAT/UFMT (OCA). Não temos ainda o cartaz da festa, mas abaixo o cartaz do Encontro:



(A OCT está buscando suas parcerias, da forma mais limpa, transparente e honesta possível, enquanto isso, alguns, que há anos tentam colocar seus lindinhos pés dentro da Universidade Federal, claro, sem sucesso algum (talvez por assumirem publicamente o lado mais odiado dentro da universidade, como bons burocratas que são: a "direita"), ficam se remoendo de inveja, acusando-nos de sermos "sanguessugas", quando o próprio "pulmão" das suas ações se encontra justamente no fato de serem verdadeiros vampiros, de bandas, prefeitura, trabalho infantil etc... Como se uma parceria com uma "entidade estudantil" nos rendesse as "cifras" que lhes redem as relações duvidosas que mantêm com a prefeitura...É como o velho ditado popular: "os cães ladram, e a caravana passa...").
Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: ,



Vai rolar mês que vem, num novo barzinho da cidade (descobri essa semana), cujo nome é "Declyver Snooker Bar", localizado em frente ao Ginásio São Gonçalo, na Rua Thougo da S. Pereira, Nº 1368, Centro. Conversando com os organizadores deste evento (o do cartaz), e me disseram que a princípio o espaço está aberto para todos os gêneros, e não se restringirá ao rock. De qualquer forma, vejo como a abertura de mais uma possibilidade, tanto para o público, quanto para os produtores e bandas da capital.

Quanto ao evento, como podemos notar no cartaz, será comandado pelas discotecagens dos Djs Altino Neto, Alline Pio, Jimmy Hendrix e Daniel Motta, num set list que contemplará clássicos do Eletro Goth, Póst-punk, Death Rock e E.B.M...

Parabéns a iniciativa, e com certeza os "Cavalos" estarão marcando presença no evento...

Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: ,



Este evento tem sido divulgado pelo orkut. Está confirmadíssimo, segundo o perfil de divulgação (clique no link), e acima é apenas uma prévia do cartaz oficial, anunciando os shows das duas bandas de metal: "Funeratus" e "Ophitolatry".

Numa rápida pequisa encontramos algumas referências:

My Space Funeratus

My Space Ophiolatry

SOM VIOLENTO!!!

Nas próximas semanas daremos mais informações a respeito da vinda destas duas grandes bandas...
Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: , ,


Paralamas do sucesso + Titãs

A primeira é a grande fusão de duas das maiores bandas de rock da história do País em um único show, o "Titãs" e "Paralamas do Sucesso".

Local: Centro de Eventos do Pantanal
Horário: a partir das 21:30h
Pontos de vendas dos ingressos: Casa Prado e Luciula
Maiores informações: 36230000

*realização: Mário Zeferino Produções

CARTAZ OFICIAL DE DIVULGAÇÃO DO EVENTO:



O segundo evento também será muito bacana, com o Branco ou Tinto, Animus Sacra (a volta) e Alcoholichaos, na Casa das Tribos (7 copas) cujo endereço é Rua 49, bairro Boa Esperança.



Entrada (Open bar): R$ 15 para homens e R$ 10,00 para mulheres.
Mapa do local (clique no link)


* Prefiro a segunda opção...
Posted by Ronny Costa Categories:



Por vezes acho que estou sendo muito "pentelho" em relação a "CENA", sempre questionando e por vezes tendo "pisado no calo" de algumas pessoas; peço que não interpretem dessa maneira as minhas palavras; não sou nenhum ativista e muito menos quero fomentar a discórdia(apesar dela estar evidente) o que desejo sinceramente é não ter que causar susto a pessoas de outros estados brasileiros quando digo que: "em Cuiabá também se curte Rock", sim ; causa susto a alguns quando se afirma isso, as pessoas acham que MT é realmente apenas MATO, não vislumbram que possa existir vida inteligente ou até mesmo pessoas que gostem de coisas que possam ser cogitadas como "metropolitanas", o caso das artes, música de boa qualidade em geral e outros movimentos que tão largamente encontramos no Sudeste e no Sul; acreditam realmente que bichos andam em nossas ruas e que temos contato direto com as matas e os animais. Engano total.
É inegável que não contribuimos com nada aos grandes centros; importamos de tudo, todas as modas, a cultura e não devolvemos nada, nem sequer atualizamos algo e mandamos pra essas ditas "metropoles" com outra cara. No máximo aderimos a alguma vertente e alavancamos uma tímida carreita pra mais adiante negarmos que sequer estivemos em Cuiabá.
Mas me enche de otimismo o fato de ainda haver pessoas que se importem com a "Cena", essa que julgam inexistente e de fato é, mas que poderá se tornar muito rica e quem sabe deixar de constrangir aqueles que um dia fizeram parte ou anda mais possa até orgulhar-se de ter pertencido a essa cena.
Apenas mais uma coisa: gostaria que aos que derem-se ao trabalho de ler o que acabo de escrever, que não limite-se apenas a "maldizer" o que escrevo, peço-lhe que de-nos a sua opinião sincera, sem apelações nem falta de respeito, há um espaço para comentários; comentem, não tenham medo, comentem, exponham suas idéias assim como faço e todos no blog fazem.
Apenas dialogando é que conseguiremos algo real e paupável para Cuiabá.
Posted by Maximiliano Merege Categories: Marcadores: , , , , , ,

Se aqui tivermos que falar sobre história do rock, então não podemos nos esquecer de Louie Louie.
"Louie Louie", para quem não sabe, foi uma das músicas (senão A ) que mais receberam regravações, em 5 décadas de vida do rock'n'roll.
Composta por Richard Berry na segunda metade da década de 50, ganhou mesmo o mundo com antológicas regravações dos Kingsmen, Paul Revere & The Raiders, The Sonics, The Kinks, The Troggs, etc etc etc. Louie Louie esteve presente no nascimento do grunge (Seattle, 1964!!!!), no florescimento da contra-cultura (a.k.a FLOWER POWER), na ascenção do Punk, na consolidação do Metal etc etc etc.
Se em nossas vidas tudo é regido pela Mão Invisível da Mãe Natureza, no rock não é diferente. Tudo, direta ou indiretamente, tem sua dívida existencial com Louie Louie.


KINGSMEN


SONICS, 1964 - e a gente que julgava conhecer grunge ....


MAYTALS, os caras que INVENTARAM o reggae!


PAULREVERE & THE RAIDERS - nessa gravação, inclusive, quem gravou o baixo foi a Carol Kaye!





BEACH BOYS


THE KINKS, 1964 - influenciou em muito o jovem Ozzy Osbourne


THE TROGGS, 1964 (somente áudio!) - isso também influenciou pacas o Ozzy!


PATTI SMITH, 1976 - LOUIE LOUIE aqui é antecedida por Pale Blue Eyes (Velvet Underground), o mesmo cover punk gravado pela Marisa Monte.


MC5, ao vivo em Helsinki/Finlandia - 1972


PRETENDERS, 1981


IGGY POP


MOTORHEAD


SONICS, 2008


NIRVANA, Primeiro Gig - 07/Março/1987


Festival LOUIE LOUIE - em Tacoma-WA. os verdadeiros pais do GRUNGE se encontram lá!


RICHARD BERRY, 1958 - a original das originais:
VIDEO NO YOUTUBE
(só mesmo indo na página!)
Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: ,



Todo início do ano entram centenas de novos estudantes, conhecidos como calouros, na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Várias são as formas de recepção, desde o “velho trote” à organização de palestras e espaços para confraternização dos mesmos. Nesse sentido, tradicionalmente o DCE (Diretório Central dos Estudantes) organiza um evento (ano passado se chamou “Luau do Calouro”), de entrada gratuita no qual se apresentam vários artistas de vários gêneros.

Ano passado este evento foi realizado na parceria entre o próprio DCE e a OCT (Operação Cavalo de Tróia) – foi um sucesso! Neste ano, dando continuidade a parceria, que sempre se mostrou extremamente válida, uma vez que vários que estão na OCT são estudantes da UFMT e que conhecem e vivenciam no dia-a-dia os problemas da universidade, assim como a própria movimentação estudantil, esta “festa de recepção” será novamente organizada em parceria entre as duas entidades.


Arte inicial de divulgação...

Os detalhes já estão definidos:
Dia: 26/3 (quinta);
Horário: a partir das 22h;
Local: Quadras Externas da UFMT (frente ao ICHS);
Bandas:
- Dupla Sertaneja (em aberto);
- Pé-Rachado e os Porras Lokas;
- Antiguidade Moderna;
- Base Oculta;
- Leon Pio (projeto solo);

Ainda estão sendo negociadas algumas atrações, mas como vocês puderam notar, será uma noite bem eclética, com espaço para todos as “tribos”.

Você é estudante da UFMT, ou não é, mas quer se interar no que ainda vai rolar esse mês na programação de recepção do DCE?

Então confira você mesmo no Blog do DCE!

Ontem também começou a Seminário encabeçado pelo CACIS (Centro Acadêmico de Ciências Sociais), cujo título é “Crise econômica ou Crise política?”. Sua abertura aconteceu no Teatro Universitário, na palestra do Prof. Dr. Osvaldo Coggiola (USP). A partir de hoje, as palestras acontecerão no famoso auditório do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde III (CCBS III). A programação se estende até sexta-feira, confira:

17/03 – Reflexões sobre a propriedade
Palestrante: Prof. Ms. Leandro Benitez – UNICURITIBA

18/03 – Estados falhados
Palestrante: Prof. Dr. Saulo Rodrigues – UNIRONDON

19/03 – Os limites da democracia
Palestrantes: Profa. Ms. Alair Silveira – UFMT
Profa. Ms. Juliana Ghisolfi – UFMT

20/03 – A criminalização dos movimentos sociais
Palestrantes: Daiane Renner – Representante do Movimento Estudantil
Solange Serafim dos Santos – Representante do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra
Prof. Dr. Roberto Boaventura – Representante do Movimento Sindical

Nos próximos dias traremos detalhes da organização desta recepção!
Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores:



Veio um pouco tarde, mas ainda dá para aproveitar muita coisa. Confiram abaixo:

PROJETO RETICÊNCIAS
Palestra com Antônio Carlos Secchin

Palestra: João Cabral: a poesia do menos – considerações a cerca da obra de João Cabral de Melo Neto e sua contribuição a Literatura Brasileira.
Palestrante: Antonio Carlos Secchin é doutor em Letras e professor titular de Literatura Brasileira da Universidade Federal do Rio de Janeiro, além de professor , é autor de dez livros.
Mediadora convidada: Ms. Marta Helena Cocco (professora de literatura na Universidade Estadual de Mato Grosso – UNEMAT).

Data: 18 (quarta-feira) - Horário: 19h30.
Local: CineSESC - Entrada Franca
60 Vagas, com certificação.

DIAS E NOITES DE HISTÓRIAS

Lemos para nos orientar, instruir, verificar informações e também para nos distrair, divertir, sonhar e viajar para mundos diferentes. Nessa perspectiva o papel do projeto é mostrar para a sua clientela essa multiplicidade de usos e funções, revelando o sentido que cada uma delas tem para si.

Data: Quartas e Sextas (agendamento escolar)
Quintas-feiras (18:30 às 21:30)
Local: Oficinas de Ideias I - Entrada Franca


Poesia, Versos e Cordas:
DIÁRIOS DE ANAIS NIN

Anais Nin em seu quarto, misto de escritório e intimidade, analisa e revive seus escritos, partindo de seus pensamentos e desejos. As palavras que se projetam ao seu redor traçam a trajetória de uma mulher que descobre sua feminilidade através da dança flamenca e de sua literatura, na década de 30, período efervescente de produção literária.
Pesquisa, seleção dos textos e concepção: Maira Jeannyse e Mauricio Ricardo / Atriz Leitora: Maira Jeannyse e Ricardo de Freitas

Data: 25(quarta-feira) - Horário: 15h e 20h
Local: Teatro - Entrada Franca


JARDIM DE HISTÓRIAS

Compartilhe com seu filho agradáveis momentos de leitura no Jardim do SESC Arsenal.

Data: Sábados (21 e 28) e domingos (22 e 29) - Horário: 17h às 20h Local: Jardim Entrada Franca


ESPETÁCULO INSÂNIA

Poesia, normalidade e loucura em “Insânia”
Espetáculo é adaptação de livro homônimo de Luciene Carvalho

Um mergulho nas singularidades de uma mulher que vivenciou o afastamento da sociedade ao ser internada por familiares em um hospital psiquiátrico é o que o público cuiabano poderá desfrutar com “Insânia”, performance poético-audiovisual-teatral livremente inspirada no livro homônimo da poeta Luciene Carvalho. Com interpretação da própria autora. No mesmo dia também será lançado o livro INSÂNIA. O livro é uma publicação cultural e tem como fio condutor o processo criativo da experiência vivida pela escritora no universo da loucura e propõe um olhar poético e de profundidade à um tema tão controversos e evitado pela sociedade.
Em Insânia Luciene Carvalho reafirma seu desejo de aproximar sua obra de um público marginalizado e desvalorizado socialmente, tentando através da arte literária fortalecer seu elo com a população do Bairro Porto e de todo o Mato Grosso.
Editora Entrelinhas.

Data: 08 (Domingo)
Horários: Espetáculo Insânia - 19h - Local: Teatro
Lançamento do Livro INSÂNIA - 19h - Local: Salão Social
Entrada Franca


CINEMA
IMAGENS EM PAUTA

Exibição de filmes e discussão sobre a arte cinematográfica, com a participação do Prof. Diego Baraldi. Tema: Feminino no Cinema

03/03 - A excêntrica Família de Antônia (Bélgica, 1995, Dir. Marleen Gorris)
10/03 - A Bela da tarde (França, 1967, Dir. Luis Buñuel)
17/03 - Todas as Mulheres do Mundo (Brasil, 1967, Dir. Domingos de Oliveira)
24/03 - Thelma e Louise (E.U.A., 1991, Dir. Ridley Scott)
31/03 - O anjo Azul (Alemanha, 1930, Dir. Josef Von Sternberg)


TERÇA COM CAFÉ

Aproveitando o projeto “Imagens em Pauta”, que ocorre nas terças-feiras, com discussão acerca do universo cinematográfico. A cada duas terças do mês, após as discussões, será servido um delicioso capuccino no espaço climatizado da choperia. Nesses dias, antes do longa-metragem serão exibidos curtas-metragens, que de alguma forma, tem relação com o longa a ser projetado.

Programação dos Curtas:
03/03 - Desirella ( Dir. Carlos Eduardo Nogueira, Dur: 11 min.)
17/03 - Marina (Dir. Isabel Diegues, Dur: 15 min. )


MOSTRA TORNAR-SE OUTRO

Filmes que cujos temas são a diversidade sexual, a dificuldade em se relacionar, o desejo, as perdas. Sendo que, utilizam-se de um recurso narrativo comum: a delicadeza na condução da história.

Dias 05 e 20 - Assédio (Itália, Dir. Bernardo Bertolucci)
Dias 06 e 21- Assunto de Meninas (Canadá, Dir. Lea Pool)
Dias 07 e 26 - Felicidade (E.U.A., Dir. Todd Solondz)
Dia 12 - Felizes Juntos (Hong Kong, Dir. Wong Kar Wai)
Dias 13 e 28 - Longe do Paraiso (E.U.A, Dir. Todd Haynes)
Dias 14 e 27 - Saindo do Armário (Inglaterra, Dir. Simon Shore)
Dia 19 - Tabu (Japão, Dir. Nagisa Oshima)

Horário: 19h - Local: CineSESC - Entrada Franca


CINESESC ESCOLAR

Circuito de exibição de filmes, dos gêneros documentário e ficção, para o público escolar, interligando cinema às disciplinas ensinadas em sala de aula.

Quartas e Sextas-feiras - Horários: 09h e 14h - Local: CineSESC Entrada Franca - Agendamento Escolar: (65) 3616-6941


SESSÃO PIPOCA

Exibição de filmes infantis.

Data: 01, 08 e 15 - Horário: 17h e 19h - Local: CineSESC
Entrada Franca


RECREAÇÃO
BULIXO

Quintas-feiras - Horário: 18h às 22h
Local: Varanda - Entrada Franca


ESTAÇÕES LÚDICAS PEDAGÓGICAS

Qua. a Sex. : 17h às 21h
Sábado e domingo – 16h às 20h
Oficina de Idéias - Gratuito


OLHAR INTERIOR
CHOPERIA DO SESC ARSENAL

Terça a Sábado: 16h às 23h30 - Domingo: 16h às 20h
Terça Quebra Coco - Jogos de Desafio - Solicite ao garçom. Estes jogos chamam atenção por desafiar o brincante, desamarrar o desatar os "nós" trazem uma satisfação ímpar.
Quarta do Lambe-beiço : As quartas-feiras caldo grátis
Música ao vivo de quarta a Sábado.
04, 14 e 19 - Vanessa Capeletti
05 - Joel Delatorre
06, 20 e 28 - Paula dos Anjos
07, 11 e 26 - Marcelo Eça
12, 18 e 27 - Janaina Pauli
13 e 25 - Marcelo Gama


PICNICANDO
São cestas com itens selecionados para comercialização na Choperia, as cestas podem ser reservadas pelo telefone 3616 6908
Terça a sexta feira:14h às 22h
Domingos e Feriados:16h às 20h



TEATRO
Espetáculo:
A CARAVANA DA ILUSÃO
Cia de Teatro Mosaico

Teatro Mosaico em viagem na caravana da ilusão. Saltimbancos, poetas, cantores, mágicos e malabaristas. O texto conta a história de uma companhia de teatro mambembe que viaja pelos rincões do país, em busca de levar arte por toda parte.

Data: 13 a 15 - Horário: 20h - Local: Teatro
Entrada: R$ 12,00 (inteira) e R$6,00 (meia)


Espetáculo:
O DRAGÃO VERDE


A peça 'O Dragão Verde' narra a estória da cidade de Verdes Campos, um reino comandado pelo Rei Dagoberto de Orleans e Bonança e que sofre uma tremenda crise de terrorismo social. Um terrível monstro, o dragão Verde da cor do dólar, está destruindo a cidade, devorando tudo e a todos. Após várias tentativas bélicas para aniquilar o verde vilão, o Rei Dagoberto juntamente com seus ministros, instituem um concurso internacional para por fim ao risco de destruição em massa da cidade de Verdes Campos.

Data: 14 e 15 - Horário: 17h - Local: Teatro
Entrada: 01 Litro de Leite Longa Vida


Espetáculo:
QUANDO OS DEMÔNIOS DIZEM AMÉM!
Cia Crápula de Teatro


Quando os demônios dizem amém propõe a desconstrução da imagem do cidadão convencional, ultrapassa os limites do corpo, mergulha nos instintos do homem natural e investiga a sua essência. É um espetáculo que tem como história a vida de um homem simples no dia de seu aniversário.

Data: 26 a 29 - Horário: 19h - Local: Salão Social
Entrada: R$ 12,00 (inteira) e R$6,00 (meia)


DANÇA
Oficina:
HIP HOP DANCE
Com Mark Oliveira (MT)


Será uma oficina que abordará bases, princípios e fundamentos da cultura hip hop bem como a prática do hip hop dance, loking e popping. Participe desta oficina no SESC Arsenal e conheça este ritmo contagiante.

Data: 14 e 15 - Horários: Sábado - 14h às 17h / Domingo - 14h às 17h Inscrições: Central de Atendimento do SESC Arsenal
Usuário: R$ 30,00 / Comerciário: R$ 15,00


MÚSICA
Ciclo Arsenal de Música


04 e 05 - Do Princípio ao fim, com Madrigal Ad’Vocal
Horário: 20h - Local: Teatro
Entrada: R$ 12,00 (inteira) e R$ 6,00 (meia)
06 e 07 - No rastro dos ruídos remotos das rodas da Infância
com Ebinho Cardoso
Horário: 20h - Local: Teatro
Entrada: R$ 6,00 (inteira) e R$ 3,00 (meia)
21 e 22 - Sem Dono, com Luth Peixoto
Horário: 20h - Local: Teatro
Entrada: R$ 12,00 (inteira) e R$ 6,00 (meia)


MÚSICA DO BRASIL
Uma oportunidade para assistir, ouvir, discutir e manusear materiais relacionados à música para todos os gostos e idades.
Tema de março: Voz nos mais diversos Olhares

Quartas: 19h as 14h (com agendamento) - Sextas: 19h.
Local: CDM - Entrada Franca


Atende as necessidades de lazer, pesquisas e estudos da comunidade em geral, disponibilizando excelente acervo de livros, periódicos e jornal, além de acesso à Internet.

Terça a Sexta: 8h às 21h - Sábado: 13h às 20h
Entrada Franca


ARTES PLÁSTICAS
Estaremos fechados para manutenções na Galeria de Artes a partir do dia 07 de março. Retornaremos no dia 03 de abril às 19h com o coquetel de abertura da exposição “Identidade”, do artista autodidata Junne Fontenele, que através do barro expressa um olhar pela cidade, presentes nas 30 esculturas em cerâmica que compõem o acervo. Nascidas dessa experiência de estar e olhar para o espaço urbano na busca de sua identidade, Junne revela personagens poéticos que ampliam nossos sentidos e permitem reflexões sobre o mundo e o significado de nossa própria existência.

Abertura: 03 de abril - Horário: 19h
Entrada Franca


CURSOS DE DANÇA E MÚSICA
MÚSICA

MUSICALIZAÇÃO
Musicalização: Terças e Sextas-feiras - 18h às 19h30
04 a 06 anos:
Usuário -R$ 10,00 usuário / Comerciário - Gratuito
Flauta Doce: Sábados das 16h30 às 18h e das 18h às 19h30
Usuário - R$ 10,00 / Comerciário - Gratuito

CORAL SESC
Turma 01 - Terças-feiras das 18h às 19h
Turma 02 - Quartas das 12h às 13h - Gratuito

CORAL INFANTIL SESC
Faixa Etária: 07 a 14 anos - -Sábados das 15h às 17h
Usuário - R$ 10,00 / Comerciário Gratuito

VIOLA DE COCHO
07 a 14 anos - Terças e Quintas-feiras - 09h, 10h e 14h
Adultos - Sábados - 15h às 16h30
Usuário - R$ 20,00 / Comerciário - Gratuito

________________________________________

DANÇA

DANÇA DE SALÃO

Faixa Etária - a partir de 15 anos
Iniciantes I - Ter. e Qui.das 18h às 19h
Usuário - R$ 80,00 / Comerc. - R$ 45,00
Iniciantes II - Ter. e Qui. das 19h às 20h
Usuário - R$ 80,00 / Comerc. - R$ 45,00
Intermediário - 19h às 20h
Usuário - R$ 80,00 - Comerc. / R$ 45,00
Avançado - 20h às 21h
Usuário - R$ 80,00 / Comerc. - R$ 45,00
Iniciante - Sábado 16h30 às 18h
Usuário - R$ 55,00 / Comerc. - R$ 35,00
Intermediária - Sábado 18h às 19h30
Usuário - R$ 55,00 / Comerc. - R$ 35,00
Casais - Ter. e Qui. - Usuário - R$ 70,00 / Comerc. - R$ 40,00
Casais - Ter. e Qui. - Usuário - R$ 50,00 / Comerc. - R$ 30,00

DANÇA DO VENTRE
Faixa Etária - a partir de 15 anos - Usuário - R$ 65,00 / Comerc. - R$ 35,00
Iniciante - Sábado 15h às 16h30
Intermediário - Sábado 17h às 18h30

SERELEPE - DANÇA DE RUA
Turma I - 09 a 10 anos - 17h30 às 18h30
Turma II - 11 a 12 anos - 15h30 às 16h30
Usuário - R$ 30,00 / Comerciário - Gratuito



MAIORES INFORMAÇÕES:
(65) 36166900
Posted by Maximiliano Merege Categories: Marcadores: , , ,

Sam The Sham & The Pharaos, banda encabeçada por Domingo Samudio, um chicano que encarnava uma espécie de "Pai de Santo" charlatão, foi uma das trupes mais divertidas da década de 60.

Clássicos com Woolly Bully e Little Red Riddin' Hood (Chapeuzinho Vermelho) tornaram-se clássicos atemporais e que na terra brasilis contou com divertidas versões na jovem guarda, gravadas pelos Jet Blacks e The Fevers, tocadas - inclusive - em muitos carnavais e bailes do Hawaii, Brasil à fora.

No site SENHOR F, foi publicado essa semana um "dossiê" virtual escrito e compilado pelo poeta Glauco Mattoso, no qual podemos inclusive nos deparar com rasgados elogios acerca do trabalho de William Duarte, o cara que mais conhece rock em Cuiabá!

MATÉRIA de Glauco Mattoso no SENHOR F
REVIEW do William Duarte, também no SENHOR F
TORRENT PARA BAIXAR A DISCOGRAFIA BÁSICA

Aparição em filme


Woolly Bully


Little Red Riddin' Hood
Posted by Maximiliano Merege Categories: Marcadores: , , , , ,

Roaring Jack

The Old Divide and Rule
 


 The Ballad of '75
 


Allistair Hullet

Buy Us A Drink (Alistair Hulett + Jimmy Gregory)


Internationale
  
Posted by Renan Rosenstock Categories: Marcadores:

Mais um sábado. Mais um dia qualquer. Hoje certamente há muitas coisas para se fazer, muitos lugares para ir e muitas pessoas para ver. "E porque hoje é sábado"* muitos eventos estão ocorrendo. O Ronny falou no texto dele de quarta, uma coisa bem interessante: "Mas quando você sai de casa e quer alguma coisa além do que entope as rádios e até mesmo a televisão você terá sérios problemas em Cuiabá." Assino embaixo.

O que venho tentando fazer, então, é apresentar propostas pra quem não quer mais sair de casa e se decepcionar. Hoje é dia 14 de março, dia da poesia. Então eu sugiro que leia alguns poetas. Assista "sociedade dos poetas mortos". Hoje é um dia comum, mas você sempre pode mudá-lo. Escute um som diferente, por exemplo. Se você bebe todos os sábados, não beba nesse, por exemplo. Varie. Mude.

Quando nos abrimos a novas perspectivas, o mundo se torna mais interessante.

Mande críticas ou sugestões.

*dia da criação - Vinícius de Moraes
Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: , ,

Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: ,



Ultimamente a quantia de opções para aqueles que apreciam o bom e velho rock’n’roll, nos fins de semana em Cuiabá, tem surpreendido. Além dos já anunciados, aqui mesmo neste blog, mais uma vez temos o prazer de comunicar a realização dos shows do “Light Years” – banda de Anápolis (GO) – e Neurose (Rondonópolis), amanhã no Cavernas Bar, sob produção direta (e mais uma vez!) do "Vendetta Produções", a partir das 21h.



Detalhe: mulher até as 23h não paga! A entrada sairá a R$ 10,00, e só tenho a dizer, que se tua agenda está vazia amanhã, compensa! São duas grandes bandas...

Para quem ainda não conhece ou ouviu falar das mesmas, deixo aqui algumas sugestões:

Blog do Light Years

Comunidade no Orkut do Neurose
Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores:

Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores:



"Halloween é um filme de horror lançado em 1978, escrito e dirigido por John Carpenter. O filme segue Michael Myers, um serial killer que foge de um hospital psiquiátrico no dia das bruxas. Com orçamento de US$325,000 e faturamento de US$47 milhões só nos EUA, Halloween deu origem a uma série e foi refilmado em 2007.

O ano é de 1963, Michael Myers, uma criança de 6 anos, ataca a própria irmã, Judith Myers com uma faca e é trancado no Instituto Psiquiátrico Smith´s Grove, onde fica sob os cuidados de Dr. Sam Loomis (Donald Pleasence), e 15 anos mais tarde, o maníaco escapa do manicómio e passa a perseguir três jovens: Laurie Strode (Jamie Lee Curtis), Annie (Nancy Kyles), e Lynda. O Maníaco torna uma obsessão para o psiquiátra Dr. Loomis, que passa a seguir os passos do seu paciente serial killer."

Fonte: Wikipédia

* Cavernas Bar está localizado na Av. Barão de Melgaço, Centro, ao lado do Restaurante Serra.
Posted by Ronny Costa Categories:

Em Cuiabá, hoje há diversas casas e bares onde é possível encontrar os amigos, beber alguma coisa e ouvir as músicas eletrônicas do momento ou o sertanejo que toca na rádio e até mesmo aquele pagode.Mas quando você sai de casa e quer alguma coisa além do que entope as rádios e até mesmo a televisão você terá sérios problemas em Cuiabá.
Falando mais especificamente para quem gosta de um bom Rock'nRoll, esse estará fadado a dois ou três endereços, alguns ainda recentes outros com algum tempo, mas com estruturas que "desagradam" a alguns.




Não sou especialista ou tão pouco estudioso do assunto; apenas alguém que se vê inserido nesse contexto e vem aqui com esse texto expressar seu ponto de vista.
Muito do descrédito se deve a famosa tríade "SEXO, DROGAS E ROCK'ROLL"; algo muito antigo mas que se cristalizou na sociedade.



Parte dessa tríade ou toda ela se fez e por vezes ainda se faz verdadeira, seria impossível negar a ligação tão profunda entre esses três elementos; mas que não devemos esquecer que foram propulsores também de tudo o que defendemos e buscamos viabilizar na cena cuiabana. Ao ler o que acabo de escrever alguém poderia dizer que estou fazendo apologia às drogas, apenas o leitor desavisado: o que digo e afirmo é que inegavelmente todo aquele contexto onde se iniciou a cultura do rock e suas mais variadas vertentes está atrelado também ao abuso de drogas, ao sexo e toda a loucura que provinha da vida desregrada que alguns desses "astros" levavam.
Realmente isso é impossível de negar, mas mesmo nos dias de atuais a sociedade não consegue desvencilhar da imagem do "Rock" aquela "tríade". Por vezes até ficam em evidência "algumas bandinhas", mas o que fica realmente evidente quando vemos essas "tais bandinhas" na TV, no rádio, na net e em tudo que é meio comunicação é que se você não toca "músicas comerciais" ou vende a imagem do "politicamente correto" não terá vez; ficará relegado a "cena independente" com seu público cativo, estruturas quase inexistentes e sem condições de alçar voos mais altos.
Mas ainda há esperança a essa "tribo de loucos", esses que gostam de ouvir clássicos e que curtem todas as mais variadas vertentes do Rock: a esperança é que essas pessoas caiam em si e vejam que embora haja diferentes coletivos, grupos , associações e qualquer outro movimento, o elo comum entre todos é o rock, e torna-se algo totalmente desacreditado quando há essa esfacelação de um segmento que é tão grande. Acredito que haja espaço pra todos os gostos, mas o que também se vê é intolerância e "desinteligências" de parte de quem está dentro de todo esse movimento, tornando cada vez mais difícil retomarmos algum espaço nos meios de comunicação ou de na pior das hipóteses viabilizarem-se opções.
Deixando assim a todos que gostam ou apoiam as bandas e também os coletivos sempre com as mesmas meia dúzia de opções em nossa Cidade.



Posted by Maximiliano Merege Categories: Marcadores: , , ,


Confesso que fiquei bem impressionado com essa descoberta...

Tudo bem que nos 4 cedês da série PORTUGUESE NUGGETS ( sobre a "jovem guarda lusitâna" ) aparecem uma ou outra música desses caras, mas eu nunca imaginei que eles fossem de tão mais longe ainda... no caso, da cidade de Lourenço Marques (atual Maputo), capital Moçambicana!

Sim, Os Inflexos foram uma banda de rock no continente africano. Aliás, o que não faltava por lá era rockeiro bom, mas isso na África do Sul, que inclusive já exportou muita gente de peso como Sharon Tandy, Johnny Kongos, Manfred Mann e o produtor Frank Fenter, décadas antes da musa Charlize Theron e do insosso Dave Mathews ganharem o mundo dos famosos.

Mas voltando ao Moçambique...
Uma curiosidade sobre as bandas de lá é que por conta dos recursos limitados dos estúdios locais e da deficiente distribuição (mesmo sendo então um território portugues), os artístas se apoiavam de fato na estrutura presente nos estúdios sul-africanos que, à revelia de um stablishment racista e ultra-conservador, investiam forte no rock'n'roll, propagando assim os ecos da música negra norte-americana. Assim sendo, o presente disco d'Os Inflexos, apesar de ter sido todo composto em Moçambique, foi gravado e teve sua distribuição feita a partir de Johanesbourgo, na África do Sul.

Ano passado, várias dessas músicas foram lançadas numa série portuguesa chamada CAZUMBI, dedicada inteiramente à produção roqueira no continente africano durante os anos 60 e começo dos 70, mas isso aí já é assunto para um outro dia...

Os Inflexos eram : Carlos Nelson (voz), Helder Matias (viola), Jorge Montenegro (órgao), Chico (baixo) e Carlos Alberto (bateria). Em 1969 gravaram só um epê, com as faixas: Verdes Anos (versão Portuguesa para o reggae obladi-oblada, dos Beatles!), Furtivo Olhar, Uma Velha Foi À Feira e Let Me Live My Life. Em seguida, a banda acabou se dividindo em dois. Para um lado, seguiu-se o vocalista Carlos Nelson, dono do nome Os Inflexos, e por outro, seguiram-se os demais integrantes que montaram uma banda chamada Os Impacto. Tanto um lado quanto o outro mantiveram a sonoridade fiel ao epê.

Quer conhecer o som?

Pode baixar aqui!

Além da supracitadas faixas, temos também 3 bonus trax para se montar um cedê: You're Too Much Too Proud (Carlos Nelson & Os Inflexos), Sunshine Of Your Love e Knocking On The Wood (Os Impacto).

Por enquanto é isso meus caros. Até a próxima!
Posted by cavalodetroia.blogspot.com Categories: Marcadores: ,



Duas grandes bandas, uma de Goiás (Ligh Years), e outra de Rondonópolis (Neurose). A primeira, fundada 2001 em Anápolis, composta por Bebeto (voz), Bjunior (baixo), Marlan (guitarra), Reinaldo (guitarra) e Leandro (Bateria), vem dentro de sua tour intitulada “Biometalgraphy”.

Já a segunda, Neurose, formada por Joe (baixo e voz), Mamuti (batera) e Japa (guitarra), estará lançando a sua primeira demo intitulada “Serial Killer”.
Tudo indica que será uma grande noite, lembrando que a entrada é R$ 10,00, mas mulher não paga até as 23h!!!

Quer saber mais sobre as bandas? Indicamos alguns endereços:

Blog do Light Years

Comunidade no Orkut do Neurose
Posted by cavalodetroia.blogspot.com Categories: Marcadores: ,

O Pub tem surpreendido em vários aspectos desde sua inauguração, com destaque a programação de altíssimo nível! Agora tem uma agenda fixa:

As quartas com shows do Mandala Soul e Dj Spinha:


E as sextas com shows do Cachorro Doido:


Vale a pena conferir!
Posted by Renan Rosenstock Categories: Marcadores:


"As mulheres serviram todos estes séculos como espelhos possuindo o poder de refletir a figura do homem duas vezes maior que seu tamanho natural." (Virgínia Woolf)

modernista, conturbada, depressiva e enfim suicida. Alguns dizem que tenho certo prazer sádico em falar da vida de escritores, sobretudo os suicidas, mas me explico: A vida de todo escritor influencia nos seus escritos. Há uma certa peculiaridade, um quê a mais nas obras de autores que tiveram uma vida inconstante e, para os moldes da época, insenstata. Assim foi a vida de Virgínia. Uma das mais importantes escritoras do século 20, tem em seus escritos uma pessoalidade grande, intensa, carnal. Passou por duas guerras mundiais, e publicou muitos escritos. Sempre influenciada por seu marido Leonard Woolf, juntos participaram do grupo de Bloomsbury, e juntos fundaram a Hogarth Press, editora que revelou outros escritores como Khaterine Mansfield.

Pra ficar mais fácil, eu recomendo o filme "as horas", que é tirado do livro "Mrs. Dalloway". O filme, que tem em seu elenco Meryl Streep, Nicole Kidman e Julianne Moore, mostra de uma forma bem interessante a vida de Virgínia.

Virginia morreu em 1941 e deixou inúmeros ensaios, cartas e um romance, que foram publicados postumamente.
Posted by Maximiliano Merege Categories: Marcadores: , , ,

Para o Dia Internacional da Mulher, que se comemora neste domingo, uma singela homenagem àquelas que ajudaram o rock a setornar o que ele é hoje.
Um "fanvideo" que certamente demandou muito trabalho e que facilmente pode ser encontrado no youtube.

Não é por nada não, mas esse vídeo também serve para nos mostrar o quão limitados e ignorantes em termos de rock'n'roll, nós, roqueiros cuiabanos, ainda somos. Beleza! É bom mesmo anotar os nomes que aparecem e começar uma longa batalha para buscá-los todos por entre este vasto mar chamado internet...

A música tema é "Daugther Of The Sun, Sister Of The Moon", com a banda inglesa Les Fleur de Lys e cantada pela maravilhosa Sharon Tandy, uma diva de origem judaica que deixou sua terra natal, a África do Sul, para fazer o que realmente seu coração mandava: cantar livremente a música negra fora dos domínios do apartheid (aliás, no vídeo tem foto dela bem mocinha também!).

Reza uma lenda que as guitarras dessa gravação foram todas tocadas pelo lendário Jimmy Page. É ouvir para crer.

Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: , ,



O espaço fez alguns eventos no final do ano passado, e entrou em recesso, pois grande parte do público que freqüenta o espaço, são os universitários da UFMT. Porém, as aulas retornaram, e os eventos também! Sim, o primeiro desse ano será marcado pela presença das bandas Raizera (reggae), Trieiro e Branco ou Tinto.

O evento vai rolar a partir das 22h, e para quem não conheceu ainda o espaço (muito bacana!), o endereço é Rua 49, Bairro Boa Esperança, na famosa casa do 7 copas.

Confira o mapa:


Vai perder???
Posted by Bruno Rodrigues Categories: Marcadores: ,



O primeiro rolou mês passado, com a banda “Toca de Aranha” (Rondonópolis) e os comentários foram dos melhores possíveis. Então, depois de quase um mês, eis que o Cavernas apresenta a segunda edição, com a banda “Lady Murphy” (repertório pra mais de 2 horas de show)

Para quem não conhece ainda esta banda fabulosa, abaixo vai um pedacionho do set list da mesma:

Dr. Sin
Rush
4 Non Blondes
Europe
Roxete
Survivor
Ozzy Osbourne
Deep Purple
Heart
Roxete
Iron Maiden
e muito mais


E ainda:

*Clipes no Telão (seleção dos classicos do Hard Rock!!!)
*Cerveja trincando o crânio!!!

HORARIO: 22:00
ENTRADA: 5,00
ENDEREÇO: RUA BARÃO DE MELGAÇO 3146 - CENTRO CUIABA
(PROXIMO A BRASIL TELECOM)


################################

****** E DIA 14 DE MARÇO ******

VENDETTA PROD.

----- APRESENTA-------

LIGHT YEARS (Heavy metal) – GO
Biometalgraphy Tour 2009


NEUROSE - Rondonópolis - MT (Lançando sua demo: Serial Killer)

*******NO CAVERNAS BAR*********

ENTRADA: 10,00
HORARIO: 22:00H

MULHER ATÉ 23 HORAS NÃO PAGA ENTRADA!!!

#Informações: 65 8129 1978
Posted by Maximiliano Merege Categories: Marcadores: , ,

Anúncio da Fender


SURFANDO NA ARQUEOLOGIA FONOGRÁFICA


Uma das coisas mais interessantes que aconteceram na era do Cd, foi a quantidade de coletâneas a que tivemos acesso. Algumas boas, outras ótimas (raras, na maior parte das vezes) e outras tantas mais, pura picaretagem caça-níqueis.

Nesse ensejo, a cultura do box-set gfanhou certa notoriedade, pois tratam-se de caixas - geralmente temáticas - com vários cds e que vieram muito bem a calhar para aqueles que estavam afim de conhecer determinadas sonoridades, estilos ou artístas por fases, sem que para isso fosse preciso juntar obras completas, o que aliás, podia muito bem esperar.

Como estamos em pleno verão, vale darmos um destaque especial para uma dessas coletâneas em forma de box-set: a "Cowabunga! The Surf Box" (Rhino, 1996 ); a melhor compilação do que se produziu em matéria de surf music nos EUA entre os anos de 1961 e 1967, nos 3 primeiros discos, e um 4° disco com o estilo “turbinado” pelo punk/pós-punk entre 1976 e 1996.


Cowabunga Surf Box



UM BRINDE AO VERÃO


Aos desavisados, surf-music não quer dizer necessariamente "música de surfistas, tocada por surfistas e que só pode ser curtida onde houver praia", mas sim, uma sonoridade feita sob medida para qualquer verão (e olha que em Cuiabá, o que não falta é verão!).

Seguramente, a surf-music pode ser considerada como o primeiro grande "boom" do rock instrumental, haja vista que o rock instrumental, propriamente, já existia desde quando rock era rock, mas com a diferença de o instrumento principal ser o sax, sendo que com o surgimento da surf-music, o sax acabou cedendo o seu lugar à guitarra elétrica e ao tímbre “aquático” do reverb.


Dick Dale



Deflagrada por Dick Dale em 1961, com sua gravação de "Let's go Trippin'", a nova sonoridade serviu de influência para muita gente de peso, como por exemplo, toda uma geração de bandas instrumentais surgidas pela California e pelo mundo, bem como o lenderário Jimmy Hendrix. Aliás, Dick Dale foi o primeiro grande "endorser" (algo entre “garoto propaganda” e “piloto de testes”) da Fender, tanto que nas décadas de 60 e 70 ajudou a desenvolver guitarras e amplificadores para, a princípio, suportarem sua pegada cavalar.



SENTIDO UNIVERSAL


os ingleses The Shadows:

influência de 9 entre 10 bandas de surf music


De encontro ao que reza a grande mídia de massa, desde seu início, o estilo mostrou que veio para ficar, já que o seu legado tem se perpetuado através dos anos, não por meio de músicos revivalistas, mas por artistas das mais diversas correntes, sendo que a surf music também pode ser considerada uma das primeiras grandes manifestações daquilo que um dia haveríamos de chamar de "world music" ou de "fusion" em sua forma mais pura, milênios luz às desnecessárias prolixidades técnicas que hoje infestam e deturpam a música instrumental moderna.

Anos antes d'os hippies adotarem a cítara indiana, o pessoal da surf-music já fazia suas experimentações com elementos de música árabe, judaica, flamenca, eslava, oriental etc. Isso, sem falar na inconteste influência do jazz e da música erudita, nítida em muitos discos "temáticos" dos Ventures e do japones Takeshi Terauchi, com inúmeras releituras para clássicos de sempre.

Graças à surf-music, um novo universo de influências se abriu no rock'n'roll. Por exemplo: os Beach Boys que, graças à mente visionária de Brian Wilson (um costumaz frequntador desta coluna), transcenderam as fronteiras de uma sonoridade que até então tinha seus limites. Gravaram inúmeros clássicos que conjugavam harmonias vocais de "doowop" à pureza das guitarras Fender enxarcadas no reverb de amplificadores valvulados. Dentre os Beach Boys, apenas o baterista Dennis Wilson pegava onda. Eram ótimos músicos, sim. Mas apenas ao vivo! No estúdio, se encarregavam somente de fazer os vocais, pois os intrumentais eram (quase sempre) brilhantemente executados pelos melhores músicos de estúdio da época, como Glenn Campbel (guitarra), Carol Kaye (baixo) e Hal Blaine (bateria). Aliás, tais músicos se fazem presentes em quase todas as faixas dos 3 primeiros cedês do supracitado box-set “Cowabunga”!


Beach Boys



Embora a caixa tenha sido idealizada e compilada ao longo de muitos anos, pelo pesquisador Phil Dirt, o projeto só veio mesmo à tona graças ao sucesso do filme Pulp Fiction, de Quentin Tarantino, em 1994, cuja trilha sonora consistia, em sua maior parte, de petardos da surf-music e do rock intrumental (Dick Dale, Lively Ones, Link Wray, The Revels, The Tornados etc).



Além de Dick Dale, a caixa também conta com muita coisa de Ventures (o primeiro grande nome de Seattle!), Bell-Airs, Beach Boys, Lively Ones, Trashmen, e de mais uma leva de pesos pesados do estilo.





The Ventures: ... e assim

começou o rock de Seattle...



BRASIL


Jordans, pioneiros da surf music no Brasil


O estilo apareceu no Brasil de maneira discreta, ainda no tempos da jovem-guarda.

Era comum em toda cidade haver algum “conjunto” que tocasse músicas dos Ventures, dos Shadows ou até mesmo “O Milionário” para animar bailinhos e matinés.

Apesar de jamais terem adotado o “rótulo” surf-music, inúmeras bandas gravaram LPs e compactos no estilo. Exemplos não faltam: The Jordans, The Jet Blacks, Os Incríveis, The Angels, The Pops, Renato & Seus Blue Caps, The Fevers etc. Inclusive os cuiabanos do Jacildo & Seus Rapazes gravaram “Tarzan, Rei dos Macacos” nos idos de 1966.



The Jet Blacks


Reza uma lenda que até mesmo o próprio rei Roberto Carlos tinha por exigência básica aos músicos que fossem acompanhá-lo, que estes ao menos conhecessem The Ventures e The Shadows. O resultado pode ser ouvido nos discos "É Proibido Fumar" (1964), "RC Canta Para A Juventude" (1965) e "Eu Te Darei o Céu" (1966).


O Rei Roberto Carlos foi o cara que mais apostou

em músicos do estilo para acompanhá-lo



BELO HORIZONTE

Muito tempo se passou e o Brasil se tornou um polo importante na produção de surf-music, pois desde a metade dos anos 90, inúmeras bandas têm surgido por toda parte e resgatado em seus repertórios muitas dessas pérolas que amargaram anos de solidão em meio aos sebos das grandes cidades.

Belo Horizonte, apesar de não ter mar, com orgulho vem carregando nos últimos 12 anos o status de ser a capital brasileira da surf music, título carinhosamente dado por Dick Dale quando de suas apresentações por lá, em meados de 1997. Tanto é que, em seu disco de ’98, Dale corroborou sua homenagem ao intitular uma de suas faixas com o nome de “Belo Horizonte”.

Tão forte é seu status que anualmente a cidade cedia o “Primeiro Campeonato Mineiro de Surfe”, que em 2009 vai para sua 9ª edição, reunindo bandas de toda a América Latina e do mundo também.


Gui, Claudão & Lino: Estrume'N'Tal é a banda que encabeça o

PRIMEIRO CAMPEONATO MINEIRO DE SURFE


+ + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + +

Max Merege é o maior surfista sonoro de Cuiabá.

Materias

Comentarios

Sponsors