Posted by cavalodetroia.blogspot.com Categories: Marcadores: ,


Bom, a pedido da banda, que tem sofrido pressões de todos os lados, publicaremos abaixo, um texto escrito pela própria, em que fala sobre o convite para tocar no Grito Rock, suas condições e PERMANÊNCIA na OCT:

"Escrevemos este “post” para esclarecer algumas discussões que rolam por aí.
Então, como todos sabem, a banda “Pé rachado e os porras lokas” é uma banda cuiabana vinculada à cooperativa “Operação Cavalo de Tróia”. Escolhemos esta instituição para trabalhar por vontade dos membros que compõem a banda e, achamos que, mesmo não parecendo importante para alguns, devemos uma “certa explicação” para o público que gosta ou possui uma certa simpatia com a banda.

No último sábado recebemos o convite para tocar no evento, cujo Espaço cubo é quem realiza, intitulado por “Grito Rock”. Houve diálogo entre alguns integrantes da banda e o organizador do evento. A princípio foi colocado que receberíamos pelo show, teríamos alguns benefícios entre outras questões. Após isso, ocorreu uma reunião entre todos os membros do Pé rachado, colocando em pauta o que foi combinado e o que ganharíamos para tal feito.

Não sei se todos sabem, mas as pessoas que possuem banda em Cuiabá, são cientes das dificuldades de se manter como músico na Capital e entre elas, o esforço para manter os equipamentos bons e, conseqüentemente, fazer um bom show, agradando, assim, o público e a própria banda que executa esse show.

Então... O “pé rachado”, como todas as demais bandas, passa por tais dificuldades e, no momento, o que pretendemos focar é: manter um bom show; conservar o carisma que temos e conseguimos com o público; tentar, não viver, mas, manter os equipamentos, por meio da música e, é claro, poder seguir em frente como banda e como pessoas.

Em nossa reunião, discutimos muitas pautas e possibilidades que poderiam chegar a “agravar” alguma situação estável entre membros da banda e da instituição, a qual somos parceiros, porém chegamos em um acordo. Acordo este, que foi pensado e discutido por todos os membros.

1° Aceitamos tocar no evento por questões que cabem à banda, mas, também serão compartilhadas com todos, que é a necessidade de melhorar nossos equipamentos.
Nada mais justo do que a banda receber pelo seu “serviço”.
Sendo assim, topamos tocar em troca de remuneração.

Tocando no evento, não estaremos, automaticamente, vinculados a nenhuma outra instituição, isto é, antes que comecem as especulações, dizendo isso, ou aquilo, ou assado, continuamos, firmes e fortes na O.C.T.

3° Antes que boatos, xingamentos ou asneiras sejam proferidos, por meio de blog, site, ou algo do gênero, a banda informa que cada um que quiser saber a verdade, venha atrás de nós e pergunte, evitando, assim, desconfortos ou até a perca do “precioso” tempo, em lan house, postando como anônimo um monte de merda sobre a banda.

4° Pé rachado é mais uma banda, como inúmeras outras, que tenta, pelo menos, manter um certo posicionamento. Este posicionamento é: Somos a favor da banda e, antes de qualquer coisa, estamos cientes de que, uma vez que demos nossa “cara a tapa”, estaremos expostos, também, a comentários que tentarão mais nos desqualificar do que entender a veracidade dos fatos que se apresentam.

Enfim, isso foi apenas uma nota, explicando o porquê de aceitarmos tocar no evento citado logo no início.

No mais, é isso e até mais para todos."

A nota também está no blog da banda (Clique no link).

1 Comentario para "NOTA DE ESCLARECIMENTO" por 'Pé-Rachado e os Porras Lokas'.

18 de fevereiro de 2009 16:20

Interessante... já tá no Meu Palco também. Cabe ao público tirar suas próprias conclusões, mas sem especulações "cubistas" e etc. Ótimo esclarecimento. Quando é assim o Mr. Lábios de Picanha já deve estar se vangloriando pela "conquista"... pff.

Todo sucesso ao "Pé Rachado e os Porra Loka"!

Materias

Comentarios

Sponsors