Posted by cavalodetroia.blogspot.com Categories: Marcadores:


Eu sempre achei os guitarristas brasileiros muito "tímidos" com seus instrumentos, principalmente no rock, onde se poderia ser mais livre e sem limites. O Brasil tem uma história maravilhosa no violão, grandes compositores como Villa Lobos, João Pernambuco, Baden Powell, Garoto, todos com uma influência fenomenal de seus temas e jeito de tocar no mundo. Suas músicas ainda são interpretadas por grandes mestres no instrumento no mundo inteiro.

Por outro lado, apesar de termos grandes guitarristas no Brasil, a guitarra brasileira não é tão influente assim. Roberto Frejat, Herbert Vianna, Tony Belloto, Luís Carlini e Sergio Dias são músicos brilhantes mas, na minha opinião, são mais tímidos quando o assunto é "solos de guitarra" e distorção. O Belloto me falou que em uma ocasião ele teve que voltar ao estúdio e refazer a guitarra de uma música dos Titãs por que estava muito distorcida e, por isso, não seria tocada no rádio.

Que medo é esse? Por que as rádios brasileiras se sentem "ameaçadas" pela guitarra distorcida? Isto poda a liberdade de expressão no instrumento e limita o músico. Sempre foi dada mais ênfase às palavras e aos vocalistas deixando as partes instrumentais em segundo plano.

Hoje o Brasil tem guitarristas como Kiko Loureiro, Edu Ardanuy, Rafael Bitencourt e Silas Fernandes, que exploram o instrumento totalmente e não têm medo de "destruir" tudo, no bom sentido, claro. Aí deixo a minha pergunta: Por que a guitarra brasileira é tão tímida no Rock?

Hoje estou em Buchereste, capital da Romênia, para o segundo show da tour do novo álbum do Sepultura: A-Lex. Ontem estreamos em Sofia, Bulagária, e para um primeiro show foi fantástico. Tocamos vários temas do disco novo e tudo fluiu maravilhosamente.

FONTE: http://br.noticias.yahoo.com/s/08022009/48/entretenimento-guitarra-brasileira.html


(Andreas Kisser, casado, três filhos, músico, guitarrista do grupo Sepultura. Espera debater e, principalmente instigar novas idéias e caminhos usando a música como ispiração para a busca de entendimento e tolerância)

1 Comentario para "A guitarra brasileira" por Andreas Kisser

9 de fevereiro de 2009 14:36

só não concordo que ele falou o nome de Luís Carlini e Sergio Dias

Materias

Comentarios

Sponsors