Posted by cavalodetroia.blogspot.com Categories: Marcadores: , ,

Antonio Carlos & Aquiles Priester

Neste último final de semana de novembro, mais exatamente dias 29 e 30, Cuiabá presenciou um dos melhores bateristas de Metal do mundo, destruindo (no bom sentido, é lógico) sua Mapex Deep Forest Vanult Signature. Sim, sim, estou falando de Aquiles Priester, baterista das bandas Freakeys, Hangar e da mundialmente conhecida ANGRA.

Para os desinformados, Aquiles começou a estudar bateria com 15 anos, aos 22 anos resolveu aprofundar seu estudo como profissional e hoje com 33 é um dos melhores do mundo no Metal. Aquiles mostrou que além de excelente baterista, também é um excelente educador, e no dia 29 de novembro ele ministrou na escola de musica Chorus, aulas particulares, e esse que vos escreve, logicamente, foi aprender com Aquiles - deixo bem claro pra todos que sou acima de tudo fã dos trabalhos que Aquiles faz -, então aproveitei a aula para saber mais deste Grande Baterista. Ah, e uma observação: no mesmo dia Aquiles foi curtir a noite quente cuiabana e apareceu no Caverna´s de surpresa no show da banda PREDATOR!Ilustre presença, não é verdade?

Aquiles foi aluno de Kiko Freitas, um dos mais renomados baterista da musica brasileira desde o MPB, Jazz ao Fusion, que se conhece aqui e no exterior, e de onde se percebe muito dessa influência em sua forma de utilizar de ritmos brasileiros em suas composições - o tenho como meu ícone nacional. Além do Kiko, Aquiles fez questão de exaltar sua admiração ao baterista João Barone, na hora do seu workshow no dia 30/11.


A "Bateria monstro".

Parece estranho um baterista de metal gostar de reggae ou baião, mas como ele mesmo disse na aula ministrada, o baterista tem que estar preparado para tudo, e o que mais evoluiu a sua forma de tocar foram os trabalhos COVER´s que fez (isso mesmo, Cover!), além da própria Hangar.

Sobre o domingo, dia do workshow, comentarei apenas que os alunos das aulas particulares tiveram cadeira cativa atrás da bateria-monstro do grande AQUILES. Quem não foi, meus pêsames, quem foi está de boca aberta até agora.

Abraços a todos!

(Antonio Carlos é baterista do “Tiasques” e professor de música no Sest Senat).

6 Comentario para "AQUILES PRIESTER" EM CUIABÁ NA ÓTICA DE ANTONIO CARLOS (TIASQUES).

Antonio Carlos tiasque
4 de dezembro de 2008 14:26

uma pequena correção, ele tem 37 anos, foi péssimo ae moçada...
Antonio Carlos(tiasque)

Bruno Tiasques
4 de dezembro de 2008 15:19

Nada Antonio, 4 anos nem é tanta coisa assim!ahaha

5 de dezembro de 2008 01:45

O Aquiles "O Baterista" dessa vez não pude contemplar.
Perdi a aula e a apresentação.
Agora o Aquiles "Pessoa" esse sim...
espero algum dia poder sentar em uma mesa de bar, beber e conversar novamente.

Memoravel.

5 de dezembro de 2008 09:11

ele falou que não bebe

Anônimo
5 de dezembro de 2008 17:17

Entaum bebemos Eu Vc Luciano! rsrsrsrs

Tenio.

Anônimo
8 de dezembro de 2008 17:51

Tocar cover faz bem pra todo iniciante,melhor que querer fazer um som "próprio" sem saber pourra nenhuma, fazer cover de bandas tipo Iron faz que o músico aprenda com que sabe... Ai vem um zé mané e fala mau de uma banda que toca cover pra aprender ou pra pagar as contas sem depender do governo,e do secretário de cultura...

Materias

Comentarios

Sponsors