Posted by cavalodetroia.blogspot.com Categories: Marcadores: , ,
Foi uma noite para relembrar os velhos tempos do rock cuiabano: barzinho, cerveja gelada, ótimos shows, sinuca, um público razoável e grandes e boas surpresas, a começar, pelo empenho do “Força Ativa”, que nem mesmo tendo começado o evento, já anunciava a segunda edição.

Conforme tínhamos informado, o evento aconteceu no Cavernas Bar, e estavam escaladas para abrilhantarem a noite Pé-Rachado e os Porra Lokas, Self Help, High School, Tree Pockers e Kallima. High School não pode se apresentar pela ausência do baixista, mas em compensação a noite foi marcada por quatro bons shows.


(Nova formação do "Pé-Rachado e os Porra Lokas")

A primeira banda a subir ao palco foi Pé-Rachado e os Porra Lokas. Com um visual irreverente, principalmente do vocalista Marcelo (conhecido como ‘cara de frango’), que estava com um ‘samba-canção’ e uma cueca por cima com um destacado e suposto pênis de fora, juntamente com o baixista André (apelidado carinhosamente de ‘Jacarézim’) usando um macacão e um chapéu extravagante, conseguiram aglomerar o público na frente do palco. Foi o momento de maior participação do mesmo. Antes do som começar, Marcelo, como de praxe, fazia as piadas sacanas que arrancavam risadas de todos. Então apresentou a tão esperada nova formação: “no baixo, André Jacarézim, na guitarra, Douglas Valderrama, na outra guitarra, “Pedro Lacraia”, na bateria, “Junior Conan” e no vocal, Marcelo”. O som começou com uma introdução instrumental, que acabou entrando diretamente em uma música, e logo já dava para notar a grande diferença do “Pé-Rachado...” de agora, e o de antes. A pegada violenta na bateria de “Junior Conan” e a definição na guitarra de “Pedro Lacraia” , ambos do High School, somaram consideravelmente ao conjunto, que já era bem entrosado. As músicas, de forma geral, têm uma pegada blues, com letras bem sacanas, uma guitarra modesta, um baixo bem definido e o que chama mais a atenção durante o show, é a presença de palco de Marcelo, que além de ter uma voz adequada para o que se propõe a fazer, dança como uma “paquita”! O show foi de aproximadamente 40 minutos, e o mais incrível era que ninguém arredava o pé da frente do palco, e para todos os lados que olhávamos, víamos gente rindo! Meu destaque nesse show vai para “Junior Conan” e suas viradas rápidas e definidas, que no final de tudo, lhe rendeu um grande corte na mão, mas mesmo assim não parou de tocar, e quando acabou tudo, a pedidos dos fãs que estavam lá no bar, voltaram ao palco para executarem o show novamente! Isso sim que é Rock’n’roll!

Mas a noite não acabou com Pé-Rachado e os Porra Lokas, pois a banda que subiu ao palco, depois do show deles, foi Self Help, banda bem conhecida na capital, que é composta por integrantes experientes e que já passaram por várias bandas, como Juliano, que é vocalista do High School, Julio HC, que já passou pelo Atrito e The Melt, Névio, que já passou pelo Quântica e Brado, Aranha, que foi o vocalista do Atrito e Monkey, que já foi guitarrista do Pleyades. Foi um show curto, com músicas conhecidas de uma boa parte daqueles que acompanham a banda, mas que deu para notar, o grande amadurecimento da banda. Entre alguns erros ou outros, a banda levou seu show, com destaque à pegada de Névio na guitarra.


(Diego - baterista do Kallima)

Continuando o evento, quem subiu ao palco foi a grande organizadora do evento “Kallima”. Banda composta por uma guitarra, baixo, bateria, dois vocais e um tecladista. O som está redondo e para quem aprecia um gutural, os dois vocalistas mandam muito bem – um com gritos agudos e outro com um tom grave. Confesso que fiquei surpreso, claro, positivamente. É uma banda nova que promete muito. Infelizmente não pude acompanhar detalhadamente o show do Kallima, mas pelos momentos que vi e anotei, parabenizo a banda!

Completando as atrações da noite, quem tomou a frente do som foi Tree Pockers, banda da Volume/Espaço Cubo, recente, mas que têm características bem agradáveis: show redondo, vocal afinado, um baterista que surpreende mesmo, tanto pelo fato de ter apenas 13 anos (é o que dizem por aí, não sei se é verdade), mas pela força que bate na caixa e bumbo da bateria. Legal a banda, me parece que tem um futuro promissor.

Já no fim da noite, como disse acima, quem voltou ao palco foi Pé-Rachado e os Porra Lokas, e claro, não por “arretadeza”, mas por pedidos de fãs.

No final de tudo, só temos a parabenizar a jovem produtora, que já nesse primeiro evento, mostrou para que veio. Evento bem organizado, com uma boa estrutura de som, com divulgação na internet e com panfletos. Parabéns e esperamos ansiosamente os próximos!

3 Comentario para CONFIRA COMO FOI A NOITE DO LANÇAMENTO DO "FORÇA ATIVA"!

Bruno Pleyades
4 de setembro de 2008 17:36

Parabéns a nova produtora! Que tenha muitos anos de vida!

Pé-Rachado foi foda mesmo! Agora só tá faltando um cdzinho mesmo!

abraços!

4 de setembro de 2008 18:57

pé-rachado é aroeira!
eauhaehuaehuaeuhahuae
massa demais a banda,véio!

15 de setembro de 2008 16:57

é felizmente sim
é uma banda muito boa
q a tempo que eu nao via algo desse jeito
meio que inedito
o bom é q vc sempre fica boquiaberto
qdo eles entram no palco
sempre tem algo novo pra mostrarem
OBS
gostei tbem do instrumental q eles fizeram do ACDC

Materias

Comentarios

Sponsors