Posted by cavalodetroia.blogspot.com Categories: Marcadores:
Como meus leitores habituais já devem ter sentido, eu optei por ficar um bom tempo longe de escrever para este site, mas nunca longe de postar comentários aos meus caros.

Não faz muito, amigos meus que tocam numa famosa banda de Cuiabá tiveram que comer do pão que o diabo amassou por conta de um bando de membros da Central Única dos Bocós Organizados que, condoídos pela posse de algumas comunidades de orkut, então abandonadas pelos mesmos, se viram no direito de assediar meus amigos. Ora pois, não estou aqui para julgar ninguém, mas convenhamos que se as tais comunidades estavam abandonadas, precisavam sim de um destino mais nobre. Afinal, tinham muitos membros e ninguém postava nada "prestável" havia meses. Assim, aproveitei esse meio-tempo para sair em defesa daqueles em quem eu acredito, já que os demais sempre tiveram costas quentes.

(foto: Roda de Bicicleta, M. Duchamp)



Bem, mas voltando à Coluna Alternativa... por que cargas d'água o Max resolveu postar com esse título? É simples: Paulo Leminski, como vocês viram em um dos meus últimos artigos, defendia com unhas e dentes a idéia de que a arte, a música, a prosa, a poesia, o teatro e tudo quanto é meio de expressão Humana, não passam de INUTENSÍLIOS em um mundo de coisas práticas, ISO 9000, TQCs e coisas afins.

Agora, por que diabos eu preciso curtir uma boa música, apreciar um bom quadro, ou simplesmente ler um bom livro se isso não vai acrescentar nada de relevante a uma vida condicionada às comodidades de um mundo hi-tech? Neste mundo hi-tech não precisamos mais buscar a informação, pois ela já nos chega, linda, triturada, filtrada e pronta para o consumo, antes que a obsolescência a anule em questão de minutos. É... meus caros, hoje, com a velocidade de informação, as coisas se tornam obsoletas num piscar de olhos em um contexto onde a modernidade se faz vítima das próprias artimanhas que cuidou de engendrar...

Então tudo bem! Nesse mundo de coisas práticas, uma obra de arte não passa de mera moeda (sem valor, mas com muito preço) ou simplesmente para ostentação. Por exemplo, alguem sabe o lance inicial para se arrematar em um leilão o quadro dos Girassóis de Van Gogh? Ah sim, ter uma estante abarrotada com as obras de Shakespeare, em edições do Período Elizabetano, confere um imenso status, mesmo que o dono seja um burguês analfabeto. Logo, nada como se guiar pelo que está na moda, como curtir uma balada recheada de bate-estacas/putz-putz ou curtir uma "Micarecuia" regada a axé-music porque o agito é encontrar muita gente gente bonita e beber as coisas do momento. Livros? Para quê? Daqui a pouco eles lançam no cinema e a gente pode ir lá comer pipoca, chorar no filme e esquecer até a segunda-feira!

Bem, depois de escrever litros e mais litros de groselha, vamos ao ponto: de agora em diante a COLUNA ALTERNATIVA muda seu nome para INUTENSÍLIO. Afinal, de tudo o que a gente abordar por aqui, nada vai enriquecer nossas vidinhas neste mundo prático e consumista, onde a cultura underground é apenas uma incômoda pedra no sapato.

Um grande abraço a todos e até a próxima!

6 Comentario para COLUNA ALTERNATIVA: INUTENSÍLIO a serviço de todos, por Maximiliano Merege

BRuno Pleyades
3 de setembro de 2008 13:02

E que venha com tudo o "Inutensílio"!

Forte abraço!

3 de setembro de 2008 15:42

INUTENSILIO AO "CUBO". FICARIA LEGAL ESSE NOME!!

Eben Cohen
3 de setembro de 2008 21:36

Que nada, o CUBO é útil para a sociedade! E claro, politicamente correto!
OCT sim é o INUTENSÍLIO, uma pedra no sapato dessa gentinha de merda!!!!

4 de setembro de 2008 11:05

Valeu gurizada!

Acho que nem tem mais porque ficar nesses elementos. Afinal, cada um no seu quadrado... e um CUBO já tem 6, só pelos lados.

5 de setembro de 2008 09:43
Este comentário foi removido pelo autor.
5 de setembro de 2008 09:44

Bom texto Max.

Claro que passa a muitos quilômetros de outros de sua autoria, mas ok.

Agora, vc é advogado, empresário ou o que da BOT?

Colabore mais por aqui bro!!!!

Materias

Comentarios

Sponsors