Posted by Mr. BarNeY... Categories:

Mais uma vez bom dia a todos. Aliás, belo dia, depois de uma noite de Sexta tão agradável na Universidade Federal. Como todos sabem, rolou ontem a primeira edição do Luau do Cavalo, produzido pela Operação Cavalo de Tróia em conjunto com o DCE. O evento começou por volta das 22:30hs e, como estava um friozinho bacana, as figuras presentes já foram se aglomerando dentro do espaço coberto do Centro Cultural afim de assistir aos shows acompanhados de calor humano. Um pouquinho de paciência e ansiedade até que começa o grande momento! Branco ou Tinto cheirava Rock'n Roll quando chegou para abrir as apresentações. A performance dos músicos está em uma notável evolução, mas ainda precisa de alguns cuidados na timbragem da guitarra, mas nada muito notável. A banda fez um bom serviço e quem já estava presente se sentiu muito satisfeito; Percebi comentários de gente falando que o ingresso havia valido a pena. Risos a parte, depois do Branco ou Tinto veio a pancada na cabeça. Raiva em Paz já chegou chegando, como diria os Urbanaques de Plantão. Não havia como passar desapercebido a tamanha agressividade e virtuosidade da banda. Eles realmente estavam em uma noite inspirada. Parabéns caras, vocês estão no caminho errado, e isso é muito bom! Agora, para delírios das Tietes, com vocês, Partenza! Quando essa banda chega para fazer o seu serviço, é difícil definir a reação do público além de dizer que sempre é muito positiva. Os caras dão um show realmente. Em conversa com Roberto Auad, guitarrista da banda, após o show, tive conhecimento de que a banda está procurando novos horizontes, buscando mesclar a musicalidade simples e inteligente com a empolgação e sentimento pela música além de um novo guitarrista que também toca sax. E tudo isso só tem um resultado: Euforia entre os presentes e muito suor nas marchinhas de Roquenroll. Como diria o Tênio, vocalista do Partenza: - Agora quando? Após a banda Partenza, Tivemos uma outra opção para quem também tem uma mentalidade alternativa, mas que não curte tanto a distorção, ou até mesmo para quem não se prende ao Rock como estilo de vida. Rolou uma apresentação de Hip Hop, com os já conhecidos grooves profundos e batidas um tanto pragmáticas (No bom sentido, é claro), mostrando que a gurizada aqui do Centro Oeste não tem nada a perder para a cena central, e que estão lutando para evoluir, o que me fez chegar a grata analogia entre o Hip Hop e a OCT. Passado algum tempo após o término da apresentação, os caras da banda Antiguidade Moderna "subiram" ao palco. Antiguidade Moderna é uma das recentes aquisições da OCT e que já em pouco tempo de trabalho já são visíveis ótimos frutos. No segundo show da banda em eventos públicos, os caras já não estavam mais com aquele peso da estréia, o que ajudou bastante na performance dos músicos. Foi um bom show, com músicas redondas e elementos interessantes. Como pontos evolutivos no show desta banda, percebi o tecladista que agora está tocando sentado, o que deu uma imagem estilo "Doors" na banda, e que também o favoreceu, pois percebi que o mesmo estava mais a vontade. O vocalista também tem um sentimento diferente em relação a música, e isso fica claro nos shows da banda, além do baterista que tem uma ótima pegada e zilhões de pratos. Que bom que ele consegue usar todos. É um músico bastante técnico. Quando o show dos caras acabou, chegou no recinto a banda Inimitáveis, que tem como baixista Wellington, guitarrista do Branco ou Tinto. A proposta dos caras é muito interessante, pois tocam covers de músicas antigas e que todos (Mesmo não gostando de rock) guardam na cabeça, mas usando uma roupagem nova na interpretação, algo um tanto quanto psicodélico e instigante. O show foi muito bom e energizante. Só fiquei me perguntando sobre a temperatura dentro daqueles ternos com tantos pulos e gritos do vocalista. Mas ele sabe que mandou bem. Depois que todos estavam felizes por estarem envoltos a tanta cultura, Jah Shamã, para fechar em grande estilo esta noite com o seu som mais tranquilo e suingado, mandou um reggae para desestressar. Depois de tanta porrada na cebeça, foi um bálsamo que encerrou nossas atividades e nos deu um impulso a mais nesta nossa jornada. Obrigado a todos que compareceram a esta festa, os que foram para dar uma força e os que foram para curtir. Agora o que nos resta é descansar um pouco e já pensar na próxima comunhão entre amigos. Até a próxima!

3 Comentario para ...E boa Festa!

7 de junho de 2008 11:35

Excelente texto Mr.

Todos aguardamos ansiosos pelos teus livros!!

grande abraço bro!

Vocalista dos Inimitáveis!
7 de junho de 2008 14:16

Mr. BarNeY, são seus olhos!!! rs
Valeu OCT, foi tudo lindo!
,)

7 de junho de 2008 17:16

Foi massa mesmo! Parabéns Inimitáveis!
Nossa, oque foi aquela participação do Balbino???Extraordinária mesmo!
Valeu gurizada, foi a primeira vez que vi o som de vocês e achei muito 'original'!
abraços!

Materias

Comentarios

Sponsors