Posted by cavalodetroia.blogspot.com Categories: Marcadores: , , , ,
No fundo de quintal de uma casa do Boa Esperança, com capirinha, cerveja e cachorro quente à venda e, entrada a R$ 3,00 (valor mudado pouco antes do evento começar), iniciou-se a festa São João da Babilônia. O evento deu o que falar durante a semana! Sim, vários cartazes espalhados por Cuiabá e UFMT, distribuição de lambe-lambes, matéria no Folha do Estado, TVCA, além das divulgações em e-mails e Orkut. Foi de fato, um São João diferente, regado a muito rock! Quem fez a festa dessa vez foram às bandas Menorah, Pleyades, Camilots e Mr. Barney e a banda de um homem só. Dava 22h e o público começava a chegar. Enquanto não entrava em palco a primeira banda, tocava no som mecânico “Raimundos”.


(menorah)

Em um clima amigável então, as 23h, Menorah iniciou o evento. A banda se mostrou novamente bem ensaiada, com ótimas composições, redondas e trabalhadas. No show, para quem é apreciador do bom trash-metal, nada faltou entre ritmos pesados e imprevisíveis na bateria, timbres sujos e fortes no baixo e na guitarra, como também o gutural presente em Vamir, e no back vocal de Caio. Todo destaque para Rafael, que a cada dia que se passa, está “quebrando tudo com as baquetas”. Menorah é a banda da OCT que mais se apresentou em junho. Só nesse mês já tocou três vezes em Várzea Grande. A cada dia a banda ganha mais fãs. E como já dissemos por aqui, tanto pelo som, como pela maturidade dos integrantes. Parabéns companheiros!


("Pleyades" por Mai Costa - em breve o ENSAIO INTEIRO)

Após dez minutos, quem deu início foi Pleyades, que nesse último mês de maio completou 2 anos de banda. A banda nesses últimos seis meses tem tido problemas internos com a saída e entrada de integrantes, mas com a entrada de Cilésio Gunner, a banda encontrou estabilidade. O show foi de aproximadamente 30 minutos, com momentos eletrizantes (na execução de “Senhor da Guerra”), e participações especiais, como a de Paulo Robson (o primeiro guitarrista solo do Pleyades – lembram?). Parte do público que estava presente, tinha comparecido para ver a banda. Durante o show, nos intervalos de uma música a outra, ouviam-se vozes do público pedindo músicas da banda. No final Alessandro Gomes, insinuou uma música do Led Zeppelin, o público foi à loucura, mas a banda deixou a música como promessa para o próximo show. Aliás, a banda está em fase de produção de músicas e re-planejamento visual. Só nessa última semana já incorporou uma nova música no seu repertório e finalizou um ensaio fotográfico com Mai Costa.


(Logo oficial do Camilots)

Logo depois, veio a banda Camilots. Foi o primeiro show da nova formação, que conta com Shanel (baixo e voz), Teka (guitarra) e Luciano (Bateria). Com seu rockabilli fez o pequeno público presente, dançar e brincar à velha moda dos bailes da década de 50. Claro, o gênero da banda exigia uma variação de acordes simples, entretanto, durante o show, eles se mostraram impecáveis: a guitarra suja e definida de Teka, a voz grave e agressiva de Shanel e as pancadas de Luciano na bateria, foram notáveis. Grande parte dos presentes não conheciam a antiga Camilots, mas com certeza, essa nova formação não deixa nada a desejar da antiga. A banda consegue ser agressiva, alegre e ao mesmo tempo um grande estimulo para dançar! Parabéns Camilots e sejam bem vindos novamente!

Mr. Barney, um pouco depois de Camilots, foi o encarregado de finalizar a noite com a sua “banda de uma homem só”. Acompanhado de um violão e de uma bandeira, a qual seus roadies a levantavam atrás do palco, ele se apresentou com algumas de suas músicas hilariantes, outras mais poéticas, e até uma que ele mesmo não sabia se era de sua autoria (risos). Em suma, Mr. Barney fez um show com boas composições e agradou no geral.

Após Mr. Barney, o palco foi aberto para os corajosos que quisessem tocar. E por quase uma hora se revezaram por ali muitas figurinhas carimbadas!

O evento foi padrão. Mesmo acontecendo em fim de mês, com vários eventos paralelos, em um local desconhecido, a portaria registrou a circulação de quase 70 pessoas. Assim terminamos o mês de junho e o mês de julho não perde por esperar!

2 Comentario para "DESSA VEZ QUEM 'BATEU CABEÇA' FOI SÃO JOÃO" por Cilésio Gunner e Bruno P.

30 de junho de 2008 16:16

long life to the fuckin rock n roll

Anônimo
30 de junho de 2008 19:25

hahahahaha... Coca-Cola quente nos ouvidos!

Mr. Barney.

Materias

Comentarios

Sponsors