Posted by cavalodetroia.blogspot.com Categories: Marcadores: , , , ,


1- OCT - Lord Crossroad é uma das bandas cuiabanas que tem boas histórias a contar. Vemos que de 2005 a 2007 a banda teve um grande público, fez muitos shows dentro, como fora do Estado e nesse trajeto todo teve relações tensas e harmoniosas com produtores cuiabanos, que tiveram o desfecho na reformulação da banda. Aí gurizada, como está sendo o trabalho de reconstrução da Lord Crossroad com sua nova formação?

R = Então, é verdade que existem várias versões para um mesmo fato, e infelizmente, o lado da situação acaba sendo sempre mais vantajoso de se acreditar, mesmo por não haver interesse de liberdade de formação de opinião, e foi o que acabou levando a banda a ser desmantelada. Mas isso não abalou Charles (O único que restou da formação original), que procurou reerguer a banda, chamando novos pilares. A banda está em fase de composição de novos trabalhos e em conjunto com ensaios das antigas músicas, aquelas já tão conhecidas pelo público cuiabano. A banda já está com a nova formação completa, com Charles no Vocal, Mr. Barney no Contra Baixo, Paulo (Ex Pleyades) na guitarra, e Adiel (Zenfim) na bateria.


2 - OCT - Sim, e quais os planos para 2008? A banda já tem shows marcados?

R = Com todo esse bafafá que ocorreu no final do ano de 2007, o nome "Lord Crossroad" saiu muito prejudicado na cena independente, tanto Cuiabana, quanto Nacional, causando algumas dificuldades para acertarmos shows em curto espaço de tempo, mas mesmo nos sentindo prejudicados, não podemos, até mesmo em agradecimento ao público tão fiel, abaixar a cabeça para problemas tão irrisórios como esses, e que sabemos que são passageiros. Começamos o ano de 2008 já nos preparando para gravarmos o nosso próximo EP, ainda este ano, que se chamará AbraCalabra, e terá provavelmente cinco faixas. Já estamos fechando uma turnê com uma banda de outro estado pelo Centro-Oeste, e em breve já estaremos de volta aos palcos, trazendo alegria a todos aquele que estão ansiosos para cantar um de nossos hinos novamente.

3 - OCT - Como a nova Lord Crossroad vê a cena cuiabana hoje?

R = Essa é uma pergunta muito difícil, por ser tão simples e óbvia. A cena cuiabana hoje é sem dúvida uma das que mais crescem no Brasil, mas acho que existe uma certa máscara dos formadores de opinião para os que vêem a cena de fora. Todos que moram aqui em Cuiabá percebem que nos eventos independentes daqui, quase nunca se obtém um público de 700 pessoas, como alguns produtores dizem em entrevistas e matérias para veículos de fora. Ou seja, quando isso acontece, esse grupo que faz uma propaganda exagerada de seu trabalho (Que não deixa de ser competente), cria uma espécie de auréola sobre seus propósitos, abafando assim, outros segmentos e coletivos da cidade, que também procuram fazer um trabalho legal. Mas percebo que isso está mudando, e para melhor. Estão surgindo novos grupos, com pensamentos e temáticas diferentes, mas com um objetivo central em comum. Não sou contra a troca de modelos de gestão criados pelos grupos distintos, se tiverem eficácia comprovada.

4 - OCT - Nesse processo de reformulação da banda, como que está sendo o apoio do público da banda?

R = Na verdade, o público fiel da Lord Crossroad foi a "enfermeira" da banda, não deixando o espírito das nossas músicas morrerem. Sempre quando encontram alguém relacionado a banda (Tanto da nova, quanto da antiga formação) nas rodinhas de goró, perguntam quando a trupe voltará aos palcos, perguntam sobre novas músicas, ou seja, não querem perder uma banda que ainda permanece no coração da moçada.

* Para conferir a movimentação da banda é só acessar: www.lordcrossroadblues.blogspot.com

*Mini-entrevista por Bruno, equipe OCT

2 Comentario para LORD CROSSROADS: PERGUNTAS E RESPOSTAS

16 de janeiro de 2008 17:40

toda a força para vcs gurizada!Dia 26 é nóis!

16 de janeiro de 2008 17:57

E viva o Rock'n Roll!

Materias

Comentarios

Sponsors